Planejando o Casamento | Como escolher o Fotográfo? - Casando Sem Grana
Direito do Consumidor Planejamento

Planejando o Casamento | Como escolher o Fotográfo?

Como escolher um bom fotógrafo?

“De todos os preparativos para um casamento, acredito que pode-se e deve-se economizar em todos, exceto um: Fotografia. Imagine a sua linda festa mal fotografada? Você vai amargar as fotos “mais ou menos” para o resto da sua vida! Eu pelo menos iria. Um outro ponto importante: o preço considerado alto de bons fotógrafos é justo. Compra e manutenção de equipamento custa caríssimo  a edição das imagens da um trabalho hercúleo, fora todo o investimento feito em cursos, site, propaganda, portfólio e toda estrutura necessária para se trabalhar com fotos. Sem falar na experiência. Quanto mais experiente o fotografo, mais você pode confiar as fotos do dia mais feliz da sua vida a ele.
Entretanto, as vezes a verba esta tão curta, que por mais que se valorize um trabalho de um bom fotografo, fica difícil bancar. Por isso deixo algumas dicas simples:

1. Procure os menos “famosos”. Mas não necessariamente o “fotografo barateiro”. Procure cursos de Design e Publicidade, onde as aulas de Fotografia são parte do currículo obrigatório. Peça para ver portfólios e identifique os trabalhos que agradam e, principalmente, a paixão de quem fotografou, pelo assunto. Se não for por muito amor, esqueça. Mas ATENÇÃO!!! Tenha em mente que a falta de experiência é um risco.

2. Quanto mais amigos fotografarem, melhor ainda! Depois recolha as fotos de quem teve seu dia de paparazzi. Se algum amigo tiver uma câmera Reflex, melhor ainda.

3. Treine seu olho. Só assim você vai pode estabelecer o padrão de exigência para as suas fotos, e conseguir discutir com o fotógrafo nesse nível. As vezes a troca de idéias delimita parâmetros que fazem toda diferença no resultado final das suas fotos. Como treinar o olho? Visite fóruns de fotografia! Este aqui e este aqui por exemplo tem vários tópicos sobre fotografia de casamento. Acompanhe as discussões, analise junto, aprenda a olhar as fotos com mais rigor para poder exigir depois. E, de quebra, faça contato com algum fotografo de que você tenha gostado. O preço pode ser bom!

4. Evite entregar tudo nas mãos de um único “fotógrafo amigo” que te deu as fotos de “presente de casamento”. Nada contra, eu mesma já fiz fotos de casamento que, modéstia à parte, foram muito elogiadas. Mas também já caí no conto do “presente” e hoje amargo o fato de não ter fotos decentes dos meus 15 anos por conta disso, visto que o “fotógrafo-profissional-amigo” não deu conta do recado. E pior: “cavalo dado, não se olha os dentes”, né? Se for para contar com fotógrafo amigo, certifique-se de que ele tem uma boa câmera, troque muitas ideias a respeito do que o seu “olho treinado” já aprendeu e, de preferência, tenha mais de um amigo contribuindo com o “presente”.

5. Faça uma lista de todas as fotos que você faz questão de ter POR ESCRITO e entregue na mão do fotógrafo, pedindo que ele tire NO MINIMO 3 de cada uma.

E finalmente, hoje em dia com as câmeras digitais, deixe bem claro que não é para economizar nos cliques! Quanto mais cliques, maiores as chances de você conseguir lindas fotos em quantidade satisfatória para um lindo álbum!”

Beijos!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d