Dica: Como driblar os gastos com a indústria dos casamentos (Parte 3) - Casando Sem Grana
Planejamento

Dica: Como driblar os gastos com a indústria dos casamentos (Parte 3)

Lauren + JP from Matt Odom on Vimeo.

Oie meninada =)

Como eu não sei se vocês ainda tem paciência pra continuar no assunto dos dribles com os gastos eu comecei logo com um vídeo on the rocks de casamento pra dar uma suavizada no assunto…
Gostaram?
Então funcionou, Hahaha!
Bora continuar =)
Sobre itens inegociáveis
1. Fotografia
Xô falar uma coisa antes de mais nada: Eu tenho dois tipos de pensamento sobre as coisas: Pensamento noiva pobre e pensamento de profissional de eventos. No primeiro nível de pensamento eu sempre coloco minhas limitações financeiras na frente e fico pensando em onde e quando posso pleitear descontos e formas de economizar. Isso é bom mas pode ser perigoso também. Perigoso quando se esbarra no limite do pensamento dois e se passa a pensar em como um profissional prestador de serviço pensa.
Pra entender melhor onde quero chegar, pedi ajuda da Jane a um tempo atrás sobre a continuação deste post. Juntamos nossas idéias sobre e saiu assim…
Em primeiro lugar antes de se pensar em orçamentos e lencinhos de papel pro chororô você precisa pensar em qual estilo de cobertura fotográfica você deseja em seu casamento. Vamos a eles:

***

Estilos

“Em primeiro lugar antes de se pensar em orçamentos você precisa pensar em qual estilo de cobertura fotográfica você deseja em seu casamento. Hoje em dia o muito utilizado é o fotojornalismo, mas não é o único estilo. Ah, e não confunda foto com fundo desfocado com fotojornalismo!

Fotojornalismo é estar lugar certo, na hora certa, e flagrar aqueles sorrisos, expressões e situações na hora que elas acontecem. E isto tem que ser rápido. E não é qualquer um que dá conta.

Mas além do fotojornalismo tem a fotografia tradicional, posada e que também pode ser linda. Tem a fotografia-arte. Esta então exige muito mais tempo e paciência pois o fotografo dedica-se o dobro para criar composições poéticas. E existem ainda as fotografias informais tiradas por amigos com suas pequenas câmeras digitais que podem render ótimas fotos. Aqui ainda podemos incluir fotos feitas com Polaroids e Lomos da vida.

Valores

Sabendo agora o estilo de fotografia que você quer, comece uma pesquisa por profissionais que dêem conta do recado e que tenham pacotes que caibam no seu bolso. Entretanto, fato é que grandes profissionais cobraram valores justos por serem grandes e terem bagagem profissional e excelentes equipamentos (Coisas nem sempre acessíveis a noivinhas simples e menos abastadas como nós). Neste caso, procure negociar, mas lembre-se que o melhor negócio é aquele em que ambas as partes saem satisfeitas. Em outras palavras: Você se alegra com um bom profissional por um preço justo e ele se agrada por ter seu trabalho reconhecido e valorizado. Você não quer um fotografo desmotivado e com cara feia no seu casamento, quer?

Para negociar com bons fotógrafos, procure se informar dos pacotes por ele oferecidos e se é possível “enxugar” alguns deles. Há itens geralmente inclusos nos pacotes que oneram o valor, como álbum, número de fotos impressas, material entregue e tempo de cobertura. E é aí que você pode tentar negociar. Pergunte o valor do DVD com as fotos em arquivo sem o álbum,por exemplo. Ou sobre a possibilidade de fazer tratamento apenas nas fotos escolhidas para o álbum (que você fará no futuro quando puder). Ou ainda pode-se fazer apenas a cobertura da cerimônia e um pequeno ensaio oficial depois (Isso se você achar também que a cerimônia é a parte mais importante e que a festa poderá ser fotografada por amigos). E não se esqueça de verificar as formas de pagamento parcelado…

Enfim, todas estas são alternativas que não diminuem o valor do trabalho do fotografo, mas que cabem no seu orçamento. Tenha em mente que profissionais gabaritados cobram não só por horas trabalhadas mas também por equipamento utilizado. E por falar em horas trabalhadas saiba que se seu casamento ocorrer em dias de semana por exemplo, este valor pode ser diminuído também (Assim como as demais contratações para dias da semana).

Alternativas

Existem também outras alternativas que merecem ser repensadas por dois ângulos. O ângulo qualidade é o principal deles seguido do ângulo preço:

1. Um fotografo ao invés de dois. Alguns fotógrafos topam, mas lembre-se que dois fotógrafos terão mais ângulos que um.

2. Fotógrafos fora do circuito de casamento. São fotógrafos muito bons mas que não fotografaram casamentos ainda, ou que estão começando agora, ou que se dediquem a categorias como por exemplo crianças e grávidas e etc. Mas para contratar profissionais assim é preciso estar atenta ao portfólio. Procure fotos feitas por eles com pouca iluminação, caso seu casamento seja celebrado a noite e/ou em algum lugar fechado. Se ele tiver boas fotos feitas em festas e shows ele se torna uma alternativa preciosa visto que é muito mais certo que seu preço seja BEM mais em conta =D

3. Fotografo mais-ou-menos. Nosso conselho? Não contrate. Para pagar barato num fotografo que faça fotos que você não tenha vontade de ver depois, é melhor recorrer aos amigos e suas câmeras. Você pode até investir em uma câmera usada comprada no ebay e que tenha qualidade para colocar na mão daquele amigo mais talentoso. Pode ser uma reflex, ou até mesmo uma Lomo. E que tal uma Polaroid?

O que se deve entender a respeito de fotógrafos e fornecedores (e que isto valha como primeira regra numa pesquisa de serviços) é que não se pode enfurecer se um deles não lhe oferecer um desconto. Primeiro porque no caso dos fotógrafos e de fornecedores com trabalho delicado, certos pedidos de desconto acabam por subvalorizar seu conhecimento e equipamentos. Segundo por que desconto será dado se o fornecedor quiser, baseado nos critérios que ele determinar. Não é obrigatório, é uma camaradagem…um brinde saca? Deve-se encarar assim. Agora se ele não o der, não desanime e nem fique insistindo e subvalorizando o trabalho dele. Procure outro e ponto.”

***

E pra fechar dê uma olhada nesta outra postagem onde falamos sobre a escolha do fotografo. Depois eu volto com mais itens negociáveis ou não =)

Beijotas!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d