Tutorial | Faça você mesma seus bem-casados - Casando Sem Grana
FAÇA VOCÊ MESMO

Tutorial | Faça você mesma seus bem-casados

Ai ai minha gente…ainda não passou minha chateação e revolta. Vou contar sobre o quê e por quê…

Leram a matéria da Revista Época sobre casamentos econômicos, que saiu este sábado? Se não leram, leiam. Está bem escrita e tem uma lista interessante de dicas. Agora, o que vocês leitoras espertas e atentas poderão notar é que, três noivas lindas citadas pela matéria, tiveram seus relatos e fotos publicados aqui e em outros blogs que trataram de ajudá-las em seus casamentos. São elas: A Elisa, a Renata e a Celina. Lembram delas?

Fui procurada por duas jornalistas da Época, que elogiando o blog, disseram que tinha tudo a ver com a matéria que a revista pretendia abordar. Me conquistaram com esse xaveco e amolecendo meu coração de manteiga, me pediram para indicar noivas que casaram dentro de casa, na praia e casamentos temáticos. Lá fui eu ajudar. Lembro até que foi difícil o contato com uma delas e EU é que procurei na internet o telefone da empresa em que ela trabalha para que a matéria saísse!

A matéria saiu. Taí.

E agora? Cadê pelo menos uma citaçãozinha mínima do nome do blog que está aqui firme e forte a três anos lutando para que noivas como elas e como vocês tenham casamentos econômicos?
O que foi citado lá na última linha do último espaço foi o meu nome. Pfff! Grandes merdas meu nome! O Casando Sem Grana não é mais só meu. Não se chama “Sammia sem Grana”. É um espaço agora escrito por um grupo e alimentado pelas idéias e pedidos de VOCÊS! Como não seria possível colocar o nome de cada uma lá, que pelo menos fosse citado o nome do BLOG! E também de outros blogs e sites que também pregam a econômia.

E que me perdoem as profissionais famosas, elegantes e talentosas que a matéria citou, mas como eu disse, se a matéria era sobre casamentos econômicos, por que não falar sobre MAIS BLOGS dedicados só a isso? Por que não divulgar essa gente nova que se une por este intuito?

Enfim…deixa isso pra lá. Aproveitem as dicas da matéria e continuem com o foco na economia. É possível, sim! 🙂

***

Mas, vamos falar de coisa boa amiguinha? Iogurteira Top Therm BEM-CASADOS! Huuuuummmmm…

Olha, eu sempre respondi emails que perguntavam “Dá pra fazer bem casados em casa?” com a seguinte resposta: Não seja maluca! É muito trabalhoso e pode dar tudo errado. O que vai acabar ocasionando um stress às vésperas do casamento.

Ma “num” é?

Não, é não! A Eli me provou que DÁ para você mesma fazer seus bem-casados. Só que a danadinha descobriu a CHAVE para o sucesso dessa empreitada. Vou contar qual é…

Sabe porque muita gente não arrisca fazer seus bem-casados e eu também não recomendava fazê-los? Por que o preparo da massa é tooooodo elaborado e mesmo quando acertamos o ponto da massa, ela pode acabar com aquele cheiro horrível de ovo! ECA!!!
Só que a Eli, como antes dito, lembrou de um produto que salvou os bem-casados (e o tempo!) dela. Senhoras e senhoras, eu vos apresento: O Pão de Ló! Hahahaha

Para quem não sabe ou não lembrava mais (como eu), as padarias e alguns supermercados, vendem placas como estas de pães de ló que são a massa base para bolos e bem-casados. Daí a Eli deu a dica:

“E isso facilitou horrores nossa vida! Onde compramos, todas estavam fofinhas, deliciosas e sem cheiro de ovo (importantíssimo!). Assim não corremos o risco de assar a massa, dar errado e disperdiçarmos tempo e dinheiro.
Cada placa de pão de ló dessas, dava para fazer 60 bem-casados, com o cortador que comprei na 25, que tinha 5,5 cm de diâmentro. Pelo nosso teste, é mais fácil cortar os redondinhos, e depois abrir ao meio para rechear.

Obs. Essa placa é bem alta, eu pensava que fosse precisar cortar 2, rechear e juntar para formar 1 bem-casado, mas se fizesse isso ficaria enorrrmmmeee e ficaria um bolo, em vez de bem-casado. Para minha surpresa, não precisa.

Para o recheio, nós provamos vários, mas o preferido foi o de doce de leite, feito leite condensado cozinho na panela de pressão.
Depois disso, é só passar na mistura de açúcar de confeiteiro e água, para ficar aquela crostinha crocante e delíciosa! E ai, é só esperar secar por no mínimo 12 horas e embrulhar no celofane e depois no crepom.”

Da hora né? Hehehehe =D

Olha a Eli aí montando os bem-casados dela

Lendo o post na integra vocês vão ver que a Eli mobilizou toda a família do noivo para ajudar. No total foram 2 dias e 420 bem-casados deliciosos que prontos foram congelados de terça até sexta-feira às vésperas do casamento. Depois foram parar em uma caixinha linda e postos nas mesas dos convidados.

E como quem sabe faz ao vivo, olha a tabelinha da Eli, mostrando o tamanho da economia:

Então lindas eu retiro o que disse. Se vocês tem uma família querida e participativa e encontrar massa de pão de ló fofinha e sem cheiro em sua região, “bora” fazer também \o/


Beijos!

E em especial para a Eli, que cedeu o post 😉

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d