Casamento real e econômico - Diana e Aldo - Casando Sem Grana
HISTÓRIAS REAIS

Casamento real e econômico – Diana e Aldo

Vocês já devem conhecer a Diana por causa de seu blog, o Casar em Brasília, não é? Mas vocês já conhecem a história do seu casamento civil de apenas R$ 940,00 reais em BRASÍLIA?!

A história da Diana vai de encontro a VOCÊ que:

– Cogitou apenas o casamento civil pela falta de grana mas, não queria algo tão simples assim

– Não quer festão mas adoraria algo que transitasse entre a festa e o civil.

Na verdade, a união deles seguiu um modelo de mini-casamento! Ou seja: R$ 940 reais em um mini-wedding. Consegue acreditar que ela conseguiu e que foi PERFEITO?

Então leia com atenção e anote as dicas 😉

***

Quando decidimos casar, em maio do ano passado, meu marido e eu conversamos sobre a realização de um casamento sem gastar muito. Mas pesquisando aqui e ali, conseguimos realizar o casamento religioso seguido de festa, com o orçamento bem apertado por conta do apartamento. Infelizmente não conseguimos chamar todos os nossos amigos para o casamento pois extrapolaria muito o que planejamos gastar.

Então, tivemos a grande idéia de realizar dois casamentos: O civil em uma semana e o religioso na semana seguinte. O primeiro para os amigos e o segundo para a família.

Mas, vamos combinar que não dá para bancar duas festas, então fizemos um mini wedding em um bar que frequentamos desde o início do namoro. O Miau que mia, muito famoso aqui em Brasília, possuía um longe que caberiam 150 pessoas. Combinamos com o gerente do local e o reservamos para nós com DJ, recepcionista e segurança.

Escolhido o local, fizemos os convites e encaminhamos por e-mail para nossos amigos.

Alugamos uma maquete, com topo de bolo e bolo de copa.

Comprei um vestido tubinho branco, com um laço diferenciado.

Como lembrancinha, me arrisquei na cozinha e fiz uns bombons de chocolate em forma de coração.

Antes do casamento, fomos ao mercado de flores e a uma loja de R$ 1,99, para comprar alguns artigos para decoração do espaço. Pedi para o rapaz providenciar um buquê de noiva simples para eu jogar e cumprir o ritual, como toda noiva.

O casamento civil ficou marcado para 15h00 do dia 07 de janeiro de 2011 no cartório e a comemoração do casamento às 21h00 no bar. Casamos no civil, sem muito glamour, mas com muita emoção.

Voltamos para casa por volta de 17h00. Fui à padaria pegar minha encomenda de doces (Que não eram de grande “marca”) mas estavam bem gostosos.

Com a minha mãe, arrumamos os arranjos de flores nos vasos, colocamos tudo em uma caixa e fomos arrumar o espaço.

No local, disponibilizaram umas mesinhas bistrôs: Duas mesas para o bolo e doces e uns puffs grandes para a galera sentar e, um porta bolsas para as meninas ficarem a vontade e dançar até!

Organizamos tudo e os nossos queridos convidados começaram a chegar. O DJ colocou uma música ambiente no início, mas depois fez a nossa vontade e tocou muita musica dos anos 80.

Estimamos o comparecimento de 70 convidados, mas foram 100 e isso nos deixou muito felizes com tamanho carinho gratuito.

Foram 6 horas de muita animação regada a sorrisos, lágrimas e muita dança. Terminamos a comemoração em uma pizzaria express às 5h da matina!

Tabela de valores:

2 centos de doces e bombons variados – R$150,00

Lembrancinhas de chocolate em forma de coração: R$30,00

Vestido de noiva tubinho – R$ 69,90

Flores para a ornamentação – R$ 45,00

Buquê da noiva – brinde

Maquete + bolo de copa – R$ 200,00

Vasos e copinhos para velas e velas: R$ 30,00

Espaço com DJ, recepcionista e segurança – R$ 400,00

Poder comemorar esse dia tão especial com pessoas que amamos: Não tem preço!

Valor total: R$ 940,00

Beijos!

Leia Também

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d