Los cabrones y la plata | Coloque a aliança sem abrir a mão - Casando Sem Grana
Acessórios Noivos REFERÊNCIAS

Los cabrones y la plata | Coloque a aliança sem abrir a mão

Todo mundo sabe que o Casando Sem Grana é uma ótima opção pros casais que querem (ou precisam) economizar no casamento. Quem visita o blog frequentemente já deve ter separado um monte de dicas pra aproveitar. A última delas, por exemplo, é o lançamento da loja do CSG, com acessórios de noivas a um preço bacana. Sabe como é, né, como eu mesmo já disse anteriormente, vivemos em tempos de vacas esqueléticas (elas eram magras há muito tempo). Pois então eis que eu, el cabron amigo, também resolvi compartilhar algumas dicas com vocês. Bora lá!

1. Reciclagem para a noiva: Sabe aquela história de que a guria usa o vestido de noiva que a mãe, a avó, a bisavó ou sei-lá-o-que-vó, e perpetua uma tradição familiar, arrancando lágrimas de todo mundo? Pois então, você deve aderir à moda. E daí que as mangas parecem balões e a saia parece uma cabana? Vira-e-mexe os anos 80 estão sendo celebrados. O vestido está meio amarelado? Avise pra todos que bege é o novo branco.

2. Reciclagem para o noivo: Você provavelmente tem um terno no guarda-roupas. Use-o. Ninguém vai lembrar que você vestiu esse terno na sua formatura, no casamento da sua irmã, na entrevista de emprego, na festa à fantasia… O terno tá com manchas? Considere-as como lembranças de sua história (acredite, com o tempo você criará afeto por elas). A meia tá furada? Peça pra sua mãe costurar. O sapato tá apertado? Corte as unhas (ou os dedos).

3. Jogando o arroz: Pague um Bubbaloo pros seus sobrinhos e combine que eles devem catar todos os grãos de arroz que serão jogados ao sair da igreja. Assim, o primeiro jantar do casal já tá garantido. Foi no mercado e viu que o arroz tá caro pra chuchu? Opte por bolinhas de sabão. É a nova febre entre os noivos e pode sair mais barato. Pegue os copos descartáveis do seu aniversário de 3 anos atrás (e que você lava e guarda cada um deles, após utilizados), coloque água (use da igreja e deixe que “Deus lhe pague”), misture com sabão em pó (nada de Omo, Ariel!) e use os canudos da lanchonete da esquina (algum tempo antes do casamento, vá à lanchonete todo dia e leve uns 4 canudos pra casa – são lembrancinhas). Fácil, né?

4. O buffet: Nada de jantar, docinhos, salgadinhos, bolo e bem-casados. Faça o seguinte: sirva muitos canapés. Atenção: o canapé aqui é pão-de-forma cortado em pequenos pedaços besuntados de maionese com orégano. Pra beber, sirva drinks não-alcóolicos (leia-se: suco Tang e gelo). Combinação perfeita: pão + água = bucho cheio. Aí sim, se quiser, sirva o jantar: arroz misturado com inhame, nuggets, alface e agrião. Tranquilamente, coloque no cardápio que a refeição é risoto, filé de frango à milanesa e salada verde. Quanto aos doces, nada de colocá-los na mesa: sirva no mesmo prato do bolo, um cajuzinho pra cada pessoa. O bolo não precisa ter recheio nem cobertura, é só você dizer que se preocupa com a saúde de todos e, portanto, cortou o açúcar. Isso é sucesso, Brasil!

5. A lua-de-mel: Viajem pra uma praia riponga e durmam numa barraca. Garantia de lua-de-mel exótica e sexo selvagem. Use as pétalas das flores da praia, uma garrafa de H2O no lugar de champanhe e uma lanterna em vez de velas. Pronto, puro romantismo!

Calma, calma. Antes que pensem que enlouqueci, escrevi esse texto apenas pra descontrair o ambiente. Em meio aos preparativos do casamento, é normal rolar um estresse. Pra resolver isso, nada melhor que usar o senso de humor e rir dos apertos que a gente passa. Vejo vocês semana que vem, beleza?

Hasta!

Tio Patinhas O Noivo

Tags

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d