Lua de Mel Internacional Econômica - Casando Sem Grana
Lua de Mel REFERÊNCIAS

Lua de Mel Internacional Econômica

Olá, pessoal. Tudo bem?

Para começar a semana de feriados superprolongados com o pé direito, que tal falarmos de lua de mel no exterior? Ah, sim eu sei que nosso orçamento é apertado, que quase tudo em outras bandas no mundo é caro, que economizamos daqui e dali, mas vocês já calcularam essa possibilidade?

Gente, não estou falando da Grécia, Bora Bora, Paris, lugares fascinantes que um dia todas nós vamos conhecer. Existem lugares tão encantadores quanto, que se vocês se planejarem, com certeza poderão enquadrar no orçamento. Sim, nem tudo são flores, de repente, vocês terão que anular por um tempo o cinema de final de semana, aquela viagem do feriado ou aquele baita presente que você gostaria de comprar, mas é tudo por uma causa justa, muito justa.

Viajar para outros países, pode acreditar, muitas vezes é mais baratos do que viajar pelo circuito nacional. Um exemplo disso é o famoso Arquipélago de Fernando de Noronha, que não sai nada menos de R$ 2.800, por pessoa para um pacote de sete dias, com hospedagem simples, traslado e café da manhã. Por mais que lá tenha algumas opções gastronômicas acessíveis, você vai desembolsar mais alguns mangos para almoçar e jantar, outros para algum passeio, lembrancinhas para você ou um familiar e aquelas coisas que um lugar ensolarado pede, né? Nisso tudo, vale acrescentar que há uma taxa de preservação ambiental que você paga de atualmente R$ 43,20, por dia de permanecia na ilha. Tem noção de quanto fica passar uma semana em Noronha? Então multiplica esse valor por dois. Claro, você não vai querer passar uma semana sozinha nesse paraíso, não é verdade? Não é barato….Vale lembrar que quem mora no nordeste já fica um pouco mais barato pela localização, agora quem mora no Sudeste e Sul, o negócio é assim mesmo. =[

Em comparação com esse valor temos a principal capital internacional de destinos preferidos dos brasileiros, Buenos Aires. A capital portenha recebe muitos brasileiros por um motivo bem simples: proximidade com o Brasil, além da facilidade de embarque e língua. Três dias em Buenos Aires equivale a mais ou menos R$ 1.200, incluindo passagem aérea de ida e volta, hospedagem com café da manhã e até city tour. Cinco dias em Gramado, Fortaleza ou Natal não custa menos de R$ 1.500 na alta temporada.



Viajar pela América do Sul não é um absurdo, até porque sempre têm promoções e há pacotes de 5 dias e 4 noites ou 4 dias e 3 noites. Sem falar que não precisa de passaporte. Isso mesmo! Em 2008, foi assinado um acordo sobre documentos de viagem dos estados partes do Mercosul e estados associados, que permite aos cidadãos dos países da América do Sul circularem pela região sem a necessidade de apresentação do passaporte, apenas o documento de identidade oficial com foto e em perfeito estado de conservação. Sendo assim, você pode viajar por Argentina, Paraguai, Uruguai (Países do Mercosul); Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela (Países Associados).

Outra facilidade tão deliciosa quanto é ir para o Caribe, especificamente Punta Cana, na República Dominicana. Existem diversos pacotes tanto nesses sites de ofertas coletivas, como nas principais operadoras de viagem superacessíveis. Olha, eu não sou contra os sites de ofertas, mas as operadoras muitas vezes oferecem o mesmo valor por um serviço mais integrado com o passageiro, com assistência de viagem, seguro e guias que falam português ou espanhol para facilitar a sua vida mesmo. No caso de Punta Cana, a grande questão são os resorts, que oferecem o sistema all inclusive, ou seja, tudo incluído. Você come à vontade sem tirar nenhum dindim do bolso. É claro, que se for bebida alcoólica, um drink específico ou um sorvete lá das ilhas gregas ou das Bahamas você terá que pagar, mas há uma variedade de opções para você degustar sem se surpreender com a conta.

Sem falar que em Punta Cana há uma variedade de resorts para todos os bolsos, com os mimos ou as famosas cortesias para quem vai à lua de mel desde os mais simples, encantadores ou exuberantes. Em muitos casos, há tantas opções de lazer no hotel que você nem conhece o entorno da cidade, as outras praias paradisíacas da região e o que é oferecido fora do hotel. Mas se você puder vale a pena, viu? O resort é fantástico, mas vale conhecer o que tem fora dele… Pode ser que não tenha nada que você acha incrível, mas vale ver com seus olhos, para não se arrepender de estar tão pertinho e não ter ido naquele restaurante bacana, passeio aquático genial ou naquela praia linda e próxima ao hotel.

Para fechar a questão da viagem ao Caribe, é preciso adquirir o chamado “Cartão de Turista”, que pode ser obtido no desembarque no próprio aeroporto mediante pagamento de uma taxa, equivalente a US$ 10, ou seja, R$ 20 por pessoa, além de preencher um formulário de imigração no país. Na questão financeira, o interessante é você ir na baixa temporada, de maio a dezembro, que os valores ficam mais camaradas. Se você planejar consegue pagar menos de R$ 2.900, para um pacote de oito dias. Ai, você pensa:

– Nossa, Vivian, ainda é muito caro para quem vai casar sem grana.

Gente, eu sei que não é tão barato, mas se você parcelar não fica tão difícil. E, estamos falando de uma viagem que está tudo incluindo. Vale pensar, se você quiser, você pode! É só se planejar e adequar aos planos do casal.

Outro point legal e pertinho do Brasil é Santiago, no Chile. Aqui, você pode conhecer vinícolas e degustar o autêntico vinho chileno, esquiar e aprender snowboard, cercada por uma beleza indescritível de montanhas cobertas de neve e desvendar todos os deleites desse país lindo por R$ 1.300, incluindo passagens aéreas, café da manhã e hospedagem para o período de cinco dias. O mesmo preço de você ir à Gramado, na Serra Gaúcha. Em Montevidéu, o valor é bem semelhante de Buenos Aires, com R$ 1.200 você conhece a tranquilidade da cidade, confere os monumentos históricos, teatros, cassinos e muito mais. É claro que você não ficará presa à história da cidade, mas é uma oportunidade de conhecer novos ares e desvendar mil coisas.

Gente, eu ainda falaria mais, mas acho que está ficando muito grande esse post, então em outra oportunidade eu completo com mais informações e, espero sugestões de vocês lá no vivian@casandosemgrana.com.br, assim vocês me falam algum destino que ficou de fora ou qualquer coisa parecida, ok?

Para concluir, agora de vez, rs. Quero agradecer imensamente a maravilhosa recepção de vocês, viu? Fico lisonjeada com tanto carinho, votos de felicidade nessa minha mais nova caminhada desde o meu casamento. Fiquei muito feliz com os comentários e e-mails que recebi de vocês pedindo o nome do buffet, contatos do topo de bolo, vestido, ou apenas desejando felicidades. Quem quiser saber mais pode me perguntar lá no e-mail, eu respondo, sem esconder nada, rs.

Um beijo grande em vocês!

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d