Casamento Real e Econômico | Fran e Fabrício - Casando Sem Grana
HISTÓRIAS REAIS SÃO PAULO

Casamento Real e Econômico | Fran e Fabrício

Você acredita em destino?!?! Então veja este amor de infância que veio lá de Sorocaba, contado por uma noiva extremamente detalhista… sorte nossa, que vamos ler e reler tudo com bastante detalhes e nos inspirar com esse conto de fadas!

***

“Minha história foge um pouco do comum, somos presbiterianos, e nossos pais frequentam a mesma igreja, desde sempre! Com isso, nascemos e fomos criados juntos, quando éramos pequenos, ele vivia dizendo que se casaria comigo, todos os domingos na igreja me levava um presente, e sabe ele era daqueles meninos capetinhas da igreja, bagunceiro e tal, detestava e falava que nunca me casaria com ele.

Fomos melhores e inseparáveis amigos, tipo irmãos. Sabíamos tudo um do outro. Quanto eu tinha 16 anos, a gente começou a namorar hsauhasuashuas, sim, mas não deu muito certo e terminamos. E pensa que isso abalou nossa amizade? De forma alguma, continuamos melhores e inseparáveis amigos. O tempo passou, nos afastamos por ele estar namorando sério. Sofri muito, foi difícil, mas superei. Até que eles terminaram. Depois de um ano que ele que ele estava só, percebi que estava completamente apaixonada. Daí, o que eu fiz???? Eu me declarei pra ele! Pode parecer loucura, mas sim, me declarei e depois de duas longas semanas começamos a namorar.

Um ano depois compramos nosso apartamento, foi uma luta, pois nossas famílias não são ricas, mas conseguimos ter o nosso apartamento, ficou uma graça.

Com apartamento comprado e casamento marcado, entramos em um ponto: como vamos casar, sendo que o que ganhamos paga apenas nosso apartamento?

Fizemos algumas contas, e vimos que dava para casar na igreja, e fazer uma recepção pequena e simples apenas para pessoas próximas.

Conversamos com nossos pais, meu pai não admitindo fazer festa pra apenas alguns, disse que bancaria a festa (buffet, decoração, salão). Como somos presbiterianos, não pagamos igreja.

Penso que quando temos um sonho, temos que batalhar por ele, e batalhamos e fizemos tudo o que podíamos fazer. Bom, meu pai não é o cara mais poderoso em termos de dinheiro, cotei tudo do mais barato, tanto que foi servido apenas coquetel, fechei em um buffet de um conhecido da família, salgadinhos deliciosos, foi maravilhoso, não me arrependo!

A decoração do salão, chorei as pitangas para a dona do salão que havíamos alugado para ela fazer algo simples e barato (ela é decoradora) e cobrou menos da metade do preço. A decoração da igreja, uma amiga da minha mãe fez a decoração e não cobrou e também fez o meu buquê.

A foto e filmagem, contratei um cara que gostei demais do trabalho e fechei apenas a cobertura de fotos com 2 câmeras e mais vídeo com 2 câmeras. Também com a edição do vídeo, mas sem o álbum, nessa economizei R$ 2 mil. O vídeo vida eu mesmo fiz!

Do vestido de noiva, fui na São Caetano em SP e achei que jamais acharia um vestido pronto pra mim (pois sou bem gordinha), mas me encantei por um vestido que ficou perfeito, quando ela me disse o valor do aluguel, quase nem acreditei de tão barato que era.

A roupa do Fabrício foi alugada em Sorocaba bem barato e ganhamos a roupa do pajem idêntica a do noivo.

Os vestidos das daminhas, minha avó fez. Paguei menos de 100 reais. O irmão da minha cunhada me deu um antigo caminhão da coca dele, pintamos e fizemos um arranjo de flores. Fizemos o buquê de jujuba da daminha, e a cestinha da florista comprei no Ceasa.

Fizemos os convites e ficaram lindos, gastei beeem pouco nisso. Em um sorteio ganhei a cascata de chocolate e a moça ainda fez o chocolate de uma das cascatas lilás, a cor da minha decoração =)

Com a cascata diminui os docinhos que fechei bem mais em conta, com uma cozinheira conhecida. Uma amiga me presenteou os bem-casados já embrulhados.

Pedi para a mãe de uma amiga minha me levar, eles tem alguns carros desses de levar noivas, e pedi para ela me levar em um deles.

Um amigo nosso toca violino contratou os músicos por conta, e pagamos muito barato, menos da metade do que contratar uma banda completa para a música da igreja.

O topo de bolo comprei no Elo7 muito barato e o bolo falso, minha amiga e eu nos aventuramos a fazer e deu muito certo.

A foto do quadro, minha amiga tem uma câmera profissional e fez uma sessão de fotos nossa, escolhemos uma e mandamos fazer em um fornecedor de molduras de Sorocaba, ficou R$ 100 reais.

A lista tinha mais de 50 crianças e eu queria muito uma cama elástica e algodão doce, então meu pai alugou de surpresa pra mim, só precisou me contar antes pra eu combinar onde iria colocar, foi o maior sucesso entre as crianças, não me arrependo.

A lua-de-mel, meu irmão do meio nos deu de presente de casamento: 6 dias em Bariloche.

A festa foi simples, mas realmente senti que todos estavam muito felizes por nós, e nós aproveitamos muito, e em vários momentos não acreditávamos que aquela festa era nossa, e tínhamos conseguido fazer tudo aquilo mesmo com pouca grana.

Hoje quando pensamos no nosso casamento, temos só que agradecer a Deus,  por nos ajudar tanto, e fazer desse dia um marco nas nossas vidas, independente da conta bancária, ou da soma de toda a festa.

Meu recado para todas as noivas, é que se você tem uma pessoa que ama e está disposta a passar a vida com ela, acredito que nada vai poder impedir se vocês tiverem fé e lutarem pelo sonho.

Um grande beijos a todas!”

Fornecedores:

Igreja: 1ª IPI de Sorocaba | Buffet: Jamasi | Salão: Allegro | Foto e Filmagem: Marcos Wilson | Decoração: Miriam Depólito | Cascata de Chocolate: Chocosills | Cama elástica e algodão doce: Aquarela | Dj: Zoon Eventos | Alianças: Roberto Jóias

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d