Casamento Real e Econômico | Karina e Artur - Casando Sem Grana
HISTÓRIAS REAIS SÃO PAULO

Casamento Real e Econômico | Karina e Artur

Oi, gente!

Tudo bem com vocês? Aqui está tudo bem!

Hoje, vou falar sobre o casamento real e econômico da minha amiga Karina. Ela se casou em Mogi das Cruzes – SP com o Artur. Muito linda a história e cheia de emoção, além da riqueza de detalhes! Vejam abaixo a história dela:

Casamento, palavra que reforça e simboliza o conceito da união, do amor, de uma nova vida, mas, hoje em dia, o casamento pode ser realizado de diversas formas, não é preciso uma festa, o ‘sim’ a gente diz no coração. Afinal, não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos de saudade, quatro de raiva, seis espécies de ciúmes. O amor é único. Cada um sente no coração como quer selar essa união e eu senti vontade de casar.

Eu e o Artur estamos juntos há mais de três anos e dividimos o mesmo teto há um ano e meio. Em julho de 2012, resolvemos nos casar, a princípio a ideia era fazer algo simples, casar no cartório e almoçar com os familiares. Porém, nossa família é bem grande e a gente sentiu no coração a vontade de fazer algo maior. Mas, casar hoje em dia sai caro, e nós temos que dar duro para pagar nossas contas, então, para tudo dar certo, era preciso um bom planejamento e muita pesquisa de mercado. Eu só não sabia que era tão complicado organizar um casamento. E agora que tudo passou (casei dia 25/01/2013), resolvi compartilhar essa jornada com muitas pessoas, afinal, são muitos os detalhes, e como a gente fica muito perdida, pensei em compartilhar essa experiência. Por isso amiga, se você pretende se casar e não quer gastar horrores, mas também quer saber o que é fundamental num casamento, veja as dicas.

Lembro que quando comecei a procurar empresas e serviços de casamento, uma prima me disse: “Karina, nada é menos de R$ 1000 nesse mercado”. Eu não acreditei na hora, mas é verdade. Se você quer algo bem feito, não é barato, mas há muitas coisas que você pode fazer para facilitar esse processo. Resolvi colocar em tópicos para facilitar a leitura, também resolvi falar sobre a média de valores de cada serviço. Lógico que tudo varia muito, mas dá para ter uma ideia.

 Planejamento – comecei a organizar meu casamento em julho de 2012, então tive só 6 meses para ver tudo. Não tive assessoria, fiz tudo sozinha. Li muitos blogs, peguei indicações com familiares e amigos e fiz muitas pesquisas.

Quando as pessoas diziam que começavam a organizar com um ano de antecedência achava muito tempo, mas percebei que esse tempo é mesmo necessário. Se você vai se casar precisa saber que todas as empresas com quem fechar contratos exigem que os valores sejam pagos até a data do casamento. Por isso, quanto menor o tempo para organizar, mais apertado fica para pagar tudo.

Decoração – foi a primeira coisa que comecei a pesquisar. Eu sabia que queria flores laranjas e uma decoração bem rústica. Adoro mesas de madeira, nunca gostei de mesas de vidro. O primeiro passo foi procurar uma floricultura, pesquisar sobre o trabalho deles e ver fotos para ter uma noção de trabalhos anteriores. É muito importante que você sinta segurança nas pessoas, bem como fazer reuniões e explicar exatamente como você gostaria que fosse sua decoração. Se puder, leve algumas fotos como referência, isso ajuda muito. Nunca se esqueça de colocar tudo no contrato, é importantíssimo. Vale a pena lembrar que decoração é algo caro, mas fundamental para dar o ‘tchan’ da festa, mas tem que ter a sua cara, né. Uma opção para gastar menos é fazer a festa e a cerimônia em um mesmo local. No meu caso, foram em locais separados, então paguei por duas decorações. Lembre-se de se certificar se a igreja que você vai casar permite entrada de floriculturas diferentes (isso mesmo, algumas igrejas só permitem floriculturas indicadas por eles, já outras são cheias de regras. A que eu casei, por exemplo, não permitia folhas no chão).

Também não se esqueça de que a decoração da mesa do bolo é um dos destaques mais importantes e deve estar em harmonia com toda a festa. Por isso, quando você for fechar a decoração, precisa conversar com seu fornecedor sobre 3 coisas:

  1. Decoração da igreja
  2. Decoração da festa
  3. Decoração da mesa do bolo

Quem contratei: Quem fez a decoração do meu casamento foi a Suzy FloresO que achei: Ficou perfeito, na verdade eles fizeram além do que eu pedi. Sem contar o show de simpatia que é esse pessoal. Você vai gastar: depende muito do tipo de arranjo que você quer, mas, geralmente, fica acima de R$ 4.500,00.

Banda – eu estava em dúvida entre banda e DJ, até porque o preço entre um e outro é bem diferente (DJ é mais barato). Mas, o efeito da banda em um casamento é incrível. Isso foi algo que todos os convidados elogiaram, sem exceção mesmo. Mas, vale a pena sentar com a banda e discutir sobre as músicas e estilos de sua preferência. Se optar por DJ, faça o mesmo. Decida com eles também a música da sua entrada, a minha foi SeptemberQuem contratei: SanvitO que achei: Amei, todos os convidados amaram. Vale a pena o investimento. Você vai gastar: Quando falamos em banda é preciso lembrar que são vários músicos, então não fica barato mesmo, mas é um investimento que compensa. O valor total vai depender da quantidade de horas. Na verdade, depende muito da banda, nos orçamentos que fiz recebi diversos tipos de valores, mas todos acima de R$ 2500,00.

Vestido de noiva – desde o começo eu sabia exatamente como queria o vestido. Minha ideia era algo bem leve, bem romântico e que não fosse ‘tomara que caia’. Também não queria véu, apenas um acessório. Eu procurei em São Paulo vários lugares que alugam vestidos, você encontra de tudo, tudo mesmo. Os valores variam muito, mas geralmente acima de R$ 3000,00. Mas como o vestido não foi feito pra você sempre tem um ajuste pra fazer e um defeitinho aqui ou ali, ninguém percebe, mas eu sou assim, se eu percebo, já é suficiente.  Em algumas lojas achei modelos que eram verdadeiros sonhos, mas o aluguel era em torno de 7 mil (sim, o aluguel), é muito dinheiro para um vestido que você usa apenas uma vez.

Tenho parentes em Jacareí (interior de SP), que sempre falavam que lá era ótimo para ver essas coisas, como não era a primeira vez que tinha ouvido essa dica, fui lá conferir.

Acabei entrando em um ateliê e conversei com uma estilista (muito simpática, o nome dela é Aline), enquanto a gente conversava (eu estava falando de como gostaria de me ver vestida no dia) ela fez um desenho. Quando ela me mostrou eu disse ‘era exatamente isso’. Fiz um orçamento e vi que compensava mandar fazer. Na verdade, eu até me surpreendi com o valor. Valeu a pena pesquisar.

Quem contratei: Angela NoivasO problema é que tive que ir lá muitas vezes fazer as provas, mas faria tudo de novo. Ver o vestido começar do zero é muito bacana, você acompanha todas as fases, camada por camada de tecido. O que achei: O vestido ficou a minha cara e o acabamento é perfeito. Não queria tirar o vestido por nada! É aquele momento em que você se sente super diva. A gente passa tanto tempo ‘namorando’ e quando chega a hora passa tudo tão rápido. Passei mais tempo provando o vestido (foram umas 6 provas até ele ficar pronto), do que usando no dia. Você vai gastar: Por volta de R$ 2000,00.

 Doces e bolo: acredite, a mesa de doces é tão importante quanto a noiva, é literalmente um show a parte. Mas os doces precisam ser escolhidos com atenção. Não adianta colocar brigadeiro, beijinho naquela forminha de festa. Você até pode fazer isso, mas o efeito não é o mesmo. O que eu não sabia é você compra o doce e ele não vem com a forminha, isso mesmo amiga, você paga pelo doce e pela forminha. Dizem que o ideal é 5 doces por pessoa, e que quanto maior for a variedade de doces, mais bonito fica.

Eu amo doces, então fazer degustações não foi problema. Existem muitas empresas em SP e é fácil marcar uma reunião. Os valores não fogem muito de uma empresa para outra, variam entre R$ 2,50 a R$ 3,50 (cada doce), depende muito do tipo de doce que você vai querer. As forminhas variam entre R$ 1,00 e R$ 2,00, mas você encontra forminhas maravilhosas por 0,80 centavos (cada). Na rua 25 de março tem muitas opções. Quando fechar com o fornecedor dos doces não se esqueça de ver duas coisas: quem vai montar sua mesa de bolo? Algumas empresas só montam se a quantidade de doces for acima de 1000. E, segundo, as peças que ficam com os doces precisam ser locadas, algumas empresas fornecem, outras não. No meu caso quem montou foi o pessoal da decoração (obrigada Jorge e Janice ;). Mas é algo que você precisa ver e colocar em contrato. Se você tiver um decorador, isso ficará por conta dele.

 Quem contratei: ByClara Doces FinosO que achei: Os doces deles são lindos, tão lindos que você pensa duas vezes antes de comer. E o sabor, então! Gente, só de lembrar me dá vontade de ligar lá e fazer outra encomenda, mas dessa vez só pra mim. Também comprei as forminhas com eles, achei mais fácil porque decidimos as cores e organizamos como ficaria. Ficaram lindos. Você vai gastar: Depende muito da quantidade de doces, mas para ter uma ideia, basta multiplicar. A média do doce é R$ 2,50, e tem também a forminha, a média é R$ 1,00 a unidade. Lembre-se que o ideal é 5 doces por convidados.

Bem-casados: dizem que a regra dos bem casados é 3 por 1. Eu não quis arriscar e pedi um pouco a mais, 5 por 1. Foi o ideal. Sobrou, mas antes sobrar do que faltar. Nem preciso dizer que são fundamentais (além de gostosos). Eu escolhi o papel dourado, gostei muito do resultado. Quem fez: Cyntia bem casadosO que achei: Comi tanto bem casado que devo ter engordado um cadinho rs, ou seja, gostei, né? Você vai gastar: varia muito, você tem a opção de comprar embrulhado ou não. Eu comprei embrulhado porque sabia que não teria tempo para arrumar. O tipo de papel e fita também influenciam no valor. Mas a média da unidade é: sem embrulho: 1,80. Com embrulho: 2,30 (podendo chegar até a 3,50).

Fotografia– Gosto de fotos espontâneas, foi exatamente por isso que fechei com uma empresa que tem essa característica, registrar tudo de forma natural. Na reunião, você precisa decidir muitas coisas, se vai ou não querer filmagem, o tipo de álbum, quantas fotos você vai poder escolher, quantas horas os fotógrafos vão ficar com você, se vão ou não fazer seu making off. Mas, o mais importante é que você veja o portfólio deles e descubra se a linguagem que eles usam te agrada. Lembre-se que são as suas fotos, registros de um dia muito importante que certamente você vai querer guardar pra sempre. Por isso, pesquisar nunca é demais. Você também tem que gostar do fotógrafo, se sentir bem com ele. Vale muito a pena marcar uma reunião e conversar bastante, até porque, não é barato não.

Quem contratei: SublimeO que achei: Eu pesquisei muito sobre eles e a cada foto que via, ficava mais apaixonada. Acho que esse sentimento é o que defini a escolha, gostar a ponto de se imaginar nas fotos. O Bruno e a Grace (fotógrafos da Sublime que me acompanharam no dia do casamento) são pessoas maravilhosas (super fofos!), e me senti realmente à vontade com eles. O bacana é que eles são um casal com muita sintonia, simpáticos e que sabem interagir de uma forma bem natural. Acho que é possível defini-los como um casal que entende e retrata o amor de forma natural, capturando aqueles momentos que a gente nem percebe, mas que são tão essenciais. O resultado dessa sincronia você vê nas fotos, repletas de emoção e sempre com histórias para contar. Você vai gastar: vai depender do álbum que você escolher, mas é acima de R$ 4000,00

Local da festa: Não fizemos festa, fizemos um jantar. Como grande parte da nossa família são de pessoas com mais idade, preferimos fazer um jantar com músicas animadas. Então, acabei fechando com um restaurante da minha cidade. A princípio achei mais fácil e prático, porque fechei local e buffet de uma vez só.  O fato da comida lá ser maravilhosa, também era algo que me fez fechar o contrato.

 Quem contratei: Fechei com o TerracotaO que achei: Não sei se faria lá novamente. A comida estava ótima, tinha muito variedade (escondidinho de bacalhau, carne vermelha, carne branca, comida japonesa, massas, saladas…), mas algumas coisas faltaram. Por exemplo, combinamos no contrato que haveria uma mesa com 5 tipos de sobremesas diferentes, eu não vi essa mesa lá. Também achei que a quantidade de garçons foi pequena para atender todo mundo, isso meio que atrasa o serviço. Foram detalhes que me deixaram muito chateada. Você vai gastar: Todo mundo sabe que essa é uma das coisas mais caras. Varia muito também, mas um buffet completinho (com entrada, jantar e bebidas), está acima de R$ 60,00 por pessoa. Eu achei alguns na casa dos R$ 50,00, mas eram bem limitados em relação a variedade. Também achei buffets que cobravam o dobro disso. Mas  muitos que ficavam entre R$ 65 e R$ 80 por pessoa. Tem que pesquisar!

Músicos da igreja: não dá pra se casar sem música e por mais que você não veja o tempo passar (na hora é tudo tão rápido), são mais de 10 músicas tocadas na igreja. Nessa parte, é bacana que você e seu noivo sentem e escolham músicas que combinem com vocês. Eu não queria entrar com a marcha nupcial e queria uma música bem alegre na saída. Acabou que as músicas escolhidas foram:

Entrada dos pais: Hallelujah

Entrada dos padrinhos: Con Te Partirò

Entrada do Noivo: Thank You for Loving Me

Entrada da noiva:  A Thousand Years (escolhi essa música por causa da letra, foi uma declaração e uma maneira de dizer como eu me sinto <3)

Alianças: Ave Maria de Gounod (A música mais tradicional do casamento, mas perfeita para o momento. Afinal, foi meu avô e avó do meu marido que entraram com as alianças).

Daminhas: Pra sonhar (uma das músicas mais lindas)

Cumprimentos: Endless Love e Can’t Help Falling In Love

Saída: Ain’t no Mountain High Enough

Quem contratei: SanvitO que eu achei: Músicos maravilhosos e competentes. Você vai gastar: É um mercado que varia muito também. Algo em torno de R$ 2000,00. Depende bastante da quantidade de músicos e instrumentos.

Lembranças – muita gente faz do bem casado uma lembrança. Teve muito bem casado no meu casamento, mas eu queria algo que as pessoas pudessem levar e usar. Isso é uma das poucas coisas que não ficam acima de R$ 1000,00. É possível encontrar muita coisa bacana por um valor mais acessível. Claro que também depende do sue número de convidados, né?! O importante é que seja a sua cara. No meu, a lembrança foi um chaveiro de coração (eu achei tão fofo). Quem contratei:  OUI DesignEncontrei pesquisando na internet. Gostei da lembrança porque é algo que se pode usar depois, além de ser uma graça. A Lilian (responsável pelas lembranças), é muito simpática. Você vai gastar: depende da quantidade de convidados (lembre-se de pedir uns 20 a mais, melhor sobrar do que faltar). Mas você paga em torno de R$ 5.00 por lembrança. 

Convites – Eu economizei fazendo o meu próprio convite, depois nós mandamos imprimir. A experiência foi boa, pois ficou a nossa cara. O envelope do meu convite não tinha aba, então comprei umas fitas douradas e eu mesma fiz um laço. Também foi uma das coisas em que gastei menos de R$ 1000,00.

Outras dicas rápidas:

Dia da noiva – Marque o seu dia da noiva em um salão de confiança, e não esqueça de marcar a prova de penteado e de cabelo. Eu fiz vários até saber qual ficaria melhor. Fiz no salão Plenitude (que fina no Hotel Mercure em Mogi das Cruzes).  

Para dar um ‘up’ nas fotos, eu comprei um iluminador corporal. Mas sem glitter, era só para deixar a pele com um ar mais bonito. Pesquisei muito, acabei comprando esse: http://www.sephora.com.br/site/produto.asp?id=11592 (acredite, vale cada centavo).

 Contratar uma assessoria para te ajudar no dia é muito importante.

 Não se esqueça de combinar o local e horário de entrega do seu bouquet.

E…

Tinha planejado gastar X, acabei gastando mais que o dobro, mas realmente eu não tinha noção de como era esse mercado. Dá para fazer um casamento com muito e com pouco. Tudo depende de você, do seu bolso, do seu planejamento e de como você quer que seja esse momento. Há casais que fazem grandes festas, há casais que reúnem apenas a família para um almoço. Não importa como será e o quanto você vai gastar, o importante é estar feliz! Feliz por fazer a coisa certa, feliz por casar com uma pessoa que também te faz feliz e feliz por estar com as pessoas que você ama. Tive que trabalhar muito para tudo dar certo (assim como o Artur), no final das contas, uma amiga muito próxima (que é contra gastar com festas de casamento rs), me perguntou: Valeu a pena? A resposta: valeu a pena cada noite não dormida, valeu a pena economizar tanto, valeu a pena reunir toda a família, valeu a pena sentir a emoção de entrar na igreja, valeu a pena ver a felicidade dos nossos pais, valeu a pena encontrar amigos tão queridos, valeu a pena vestir o vestido de noiva, valeu a pena dizer sim na frente de todos, valeu a pena dançar com meu marido, valeu a pena cada lágrima, cada gesto, cada crise de ansiedade, cada momento. Sim, vale muito!

Vestido no papel

Making Off

Vestido

Noivo

Carro

Guarda-chuva

Entrada da noiva

Entrada da noiva

Altar

Mãe do noivo

Pais

Cumprimentos

Casando

Alianças

Emoção

Beijo

Aguardando

Noivos

Noivos

Flores

Bolo

Mesa de doces

Decoração

Bem-casados

Doces

Noivos

Lembrancinhas

_MG_6557

Árvore de recados

 

assinatura_fernanda_besagio

Fornecedores

Decoração – Suzy Flores | Músicos da Cerimônia e Festa – Sanvit | Vestido de Noiva – Angela Noivas | Bolo e Doces – By Clara Doces Finos | Bem-casados – Cyntia Bem-casados | Fotografia – Sublime | Local da Festa – Terracota Restaurante | Lembrancinhas – OUI Design

   Veja os preços dos fornecedores do meu casamento   

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d