Casa Nova, Vida Nova | Entrada e financiamento de imóveis - Casando Sem Grana
Casa nova, Vida Nova REFERÊNCIAS

Casa Nova, Vida Nova | Entrada e financiamento de imóveis

Oi! Há tempos não falamos sobre imóveis, e tenho recebido MUITOS emails perguntando sobre os posts do ano passado sobre o Minha Casa, Minha Vida.  A maioria pergunta a mesma coisa: posso comprar sem dar entrada? Eu escrevi sobre isso no post, mas acho que ficaram dúvidas, então o post de hoje é só sobre entrada e financiamento.

O primeiro passo é simular um financiamento. Recebo muitos emails com leitores me pedindo para fazer simulações para eles, mas não dá pra atender a todo mundo, além do que voces mesmo podem fazer. A gente ensina a pescar, é só seguir o passo a passo!

O simulador da Caixa você acessa AQUI.

Como preencher:

Qual tipo de financiamento você deseja?  RESPOSTA: RESIDENCIAL

Em qual destas categorias o imóvel se enquadra? RESPOSTA: AQUISIÇÃO DE IMÓVEL NOVO

Em qual cidade está localizado o imóvel? RESPOSTA:  AI VOCÊ RESPONDE, RS! NA NOSSA SIMULAÇÃO SERÁ ESTADO DO RIO DE JANEIRO, CIDADE DO RIO DE JANEIRO.

Abaixo dessa opção, há uma caixa de marcar pedindo para marcar se possuir imóvel na cidade selecionada. Se tiver, você terá que marcar aqui e já estará automaticamente fora das condições do Minha Casa, minha Vida, pois o mesmo é somente para o primeiro imóvel. Não adianta mentir, que a CEF descobre!

Qual é o valor aproximado do imóvel? RESPOSTA: Aqui entra o valor do imóvel que você está olhando. Temos 2 opções: colocar o valor que a construtora financia ( a maioria das construtoras pede entrada, aí não tem pra onde correr) ou, se a construtora permitir financiamento de 100%, colocar o valor total do imóvel.

Qual é a renda bruta familiar? RESPOSTA: Este valor é a renda total de todas as pessoas que entrarão no financiamento, somando-se o valor sem descontos.

Qual é a data de nascimento do participante de maior idade? RESPOSTA: A data de nascimento da pessoa mais velha que entrará com renda pro financiamento (dãhnnn)

 Mais 2 opções de marcação:

Possui 3 anos de trabalho sob regime do FGTS, somando-se todos os períodos trabalhados? Como expliquei nos outros posts, são 3 anos de carteira assinada recebendo FGTS, independente se foi 6 meses em uma empresa, 1 ano em outra, ou se já sacou o FGTS. Marque se SOMANDO todo o tempo que você trabalha ou trabalhou de carteira assinada der mais de 36 meses (3 anos).

Marque se você ou o imóvel, objeto do financiamento, já foi beneficiado com subsídio concedido pelo FGTS/União. Geralmente não se marca essa opção, é mais comum em imóveis usados, mas basicamente pergunta se foi utilizado FGTS nesse imóvel em questão ou se você já utilizou seu FGTS em outro imóvel.

Voltando ao valor do imóvel, esta parte é muito importante e aqui eu vou esclarecer a pergunta mais recorrente no meu email:

“Dá para comprar um imóvel sem dar entrada?”

Dá, mas depende do imóvel, depende da construtora, depende do valor do imóvel, depende da sua renda. Viu a quantidade de dependes? Ás vezes, você até acha uma casa de uma construtora menor que aceite 100% de financiamento, mas a sua renda não é suficiente para financiar o valor total, é aí que aparece a entrada no simulador.

  • Imóvel: Não pode ser usado, tem que ser novo e ser enquadrado no Minha Casa, Minha Vida.
  • Construtora: quase a totalidade das construtoras pedem entrada. Se você for comprar através de uma construtora, negocie a forma de pagamento, mas a ausência de entrada é quase impossível.
  • Valor da renda:  a renda é parâmetro para o seu potencial de financiamento. Somente 30% dela pode ser comprometida com o financiamento.
  • Valor do imóvel: delimitado pela renda, conforme veremos a seguir.

Agora, vamos acompanhar mais uma das minhas amigas imaginárias, a Josefina.

Josefina está noiva de Gaspar, e eles querem muito a casa deles.

  • Dados da Josefina: recebe R$1.100,00 de salário, tem mais de 3 anos de FGTS e nasceu em 22/06/1986 ( ela tem um saldo de R$4.500,00 de FGTS)
  • Dados do Gaspar: não trabalha com carteira assinada, mas deposita todo mês na conta do banco R$1.500,00 para poder comprovar renda, não tem FGTS e nasceu em 05/11/1984.

Eles estão começando a procurar imóvel, e querem saber quanto eles conseguem financiar para poder procurar imóveis que se enquadrem no que eles podem financiar e não se iludirem com imóveis acima do valor.

Vamos começar com um valor qualquer, vou colocar um valor redondo de R$100.000,00 para facilitar os cálculos.

Colocamos os dados no simulador…

imagem 1.1

E ficou assim!

imagem 1

PS1: AQUI eu expliquei passo a passo a simulação, se você tiver dúvidas, olhe lá!

PS2: Não esquece de alterar o prazo do financiamento para 240 meses, para entrar na faixa de financiamento de 100%. Também está explicadinho no link acima!

Esta simulação está nos dizendo que, se o valor do imóvel for de R$100.000,00, OBRIGATORIAMENTE haverá a entrada de R$6.984,31, pois a RENDA deles não comporta financiar o valor total.

Como saber então qual o valor que não tem entrada? Simples! Diminuindo o valor que a gente simulou da entrada:

R$100.000.00 – R$6.984,31 = R$93.015,69

Vamos ao teste? Pegamos esse valor e jogamos no simulador, no campo VALOR DO IMÓVEL.

 imagem 3

Viram como é fácil? Agora a Josefina e o Gaspar já sabem que, se encontrarem um imóvel que se enquadre no MCMV, tenha o valor de até R$93.000,00 e aceite ser 100% financiado, eles não precisarão dar nada de entrada. Qualquer valor acima deste gerará entrada.

ATENÇÃO! Não podemos esquecer que isso não quer dizer que eles não gastarão nada. Não esqueçam das taxas de ITBI, RGI, Certidões… já falei disso nos posts anteriores!

Agora, estou “mediunizando” algumas perguntas e já estou respondendo!rs

“Márjore, fiz a minha simulação desse jeito que você ensinou e logo de cara já apareceu zero na entrada. Isso quer dizer que eu posso financiar R$100.000,00?”

Isso quer dizer que provavelmente você possa financiar um pouco mais. Volte por início da simulação e aumente o valor do imóvel até que apareça a entrada, diminua do valor que você colocou e aí você saberá.

“Márjore, eu não tenho dinheiro nenhum guardado. Consigo comprar a minha casa 100% financiada?” (esse email eu até já recebi, vários!).

Sinceramente, se você não tem nenhuma poupança, o ideal é que você primeiro junte um pequeno valor, pois por mais que você consiga o imóvel 100% financiado, há outros custos. Procure se informar na sua cidade a média destes valores e tenha como meta a sua “poupança-imóvel”.

“Márjore, fiz uma simulação como você falou e deu que eu consigo financiar R$90.000,00. Achamos um apartamento de R$80.000,00, mas a construtora está pedindo R$10.000,00 de entrada. Sou obrigada a pagar, se eu conseguiria financiar 100% do valor?”

Sim, pois cada construtora tem sua forma de pagamento. A simulação te passa uma idéia de até onde você possa chegar. Neste caso, a construtora financiaria R$70.000,00, e com base na simulação, você tem certeza que consegue esse financiamento.

Por hoje é só, pessoal? Dúvidas nos comentários, please, pois a sua dúvida pode ser a do coleguinha (rs)!

Espero ter ajudado!

 assinatura_marjore_nova

 

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d