Recém-casados e o novo lar - Casando Sem Grana
Casa nova, Vida Nova REFERÊNCIAS

Recém-casados e o novo lar

Imagem: Google

Oi, gente. Tudo bem?

Depois do casamento e da grande alegria que incendiou os corações ao longo de meses e meses, começa uma nova fornalha de emoções: a nova casa, novo endereço, novas tarefas, ou seja, um mar de coisas novas. Algumas dessas coisas são aquelas que sonhávamos e queríamos abraçar com todas as forças, outras são aquelas que não temos muita noção, então pode demorar um pouco para pegarmos o jeito, o gosto e até a coragem.

Muitos casais conseguem mudar para a nova residência com tudo pronto, sem precisar mexer uma palha, outros já mudam faltando muitas coisas para concluir, então precisam de tempo para fazer os últimos acabamentos e, consequentemente, se acostumar com a nova condição de vida e status.

Imagem: Google
Imagem: Google

Ah, então é preciso ter cautela com os recém-casados? Na verdade, é preciso ter ponderação com aqueles convites impróprios. É tão chato ouvir aqueles comentários, tipo: “-Quando vai rolar um jantar na nova casa?”; “- Quero conhecer o ninho de amor dos pombinhos”; “- A casa de vocês já está arrumadinha?”; “-Quando vocês vão nos convidar para conhecer a nova casa?”; “- A casa é alugada?”; “- Ah, mas vocês deveriam ter casado só depois de ter a casa montada”, enfim, um mundaréu de questionamentos que perturbam a nossa alma e, até nos faz pensar que realmente temos que convidar todo mundo para conhecer as instalações da residência ou que estávamos errados em casar sem a casa pronta.

Não, não, não e não. Cada casal anda em um ritmo diferente do outro. Se seu primo ou amiga conseguiu casar já tendo a sonhada casa própria e toda reformada, parabéns para eles. Agora, não é porque eles conseguiram que você tem que seguir a mesma linha. Não somos iguais, nem perfeitos. Não há nada de errado começar pagando aluguel, mudar para outra casa porque o aluguel aumentou ou o imóvel é melhor que o antigo e, depois de 2 meses, 1 ano, 3 anos ou até 10 anos conseguir comprar a casa própria. Siga seu ritmo sem ser influenciada pelo entorno.

Imagem: Google

Se você casou e ainda precisa arrumar um zilhão de coisas internas na casa, supernatural. Não é todo mundo que consegue comprar o sofá retrátil, a geladeira duplex, a cama king size e, de quebra já adotar um cãozinho para fazer companhia e já ir testando a capacidade de cuidar de alguém indefeso.  Gente, cada um vive uma vida, não queira ser parecida com outra pessoa, tudo ao seu tempo.

Imagem: Google

Também é um tanto quanto chato as pessoas não sentirem que você precisa de um tempo para dar conta de tudo. Não é que você vai se isolar, não pode sair e quer viver em plena lua de mel com o esposo, sem companhias e amigos, não! A questão, é que não dá para abrir a casa uma semana depois do casamento. Não é preciso dizer, dá para sentir que é um momento do casal, de arrumar a bagunça e descansar depois de tanta correria, estresse e emoção.

Não é uma chatice, mas um pouco de consideração. Ninguém gosta de abrir a casa quando está uma bagunça, não é? A mesma coisa acontece com os recém-casados que ainda estão montando a casa. Quer vê-los? Chame para sua casa ou para outro lugar, não seja inconveniente de se convidar, ok? É feio e até ridículo, pode parecer que você não quer ver o casal, mas sim a casa, o que eles têm, o que ainda falta e tudo mais. Dê tempo a eles. Quando o casal se sentir à vontade eles farão os convites, não tenha dúvidas!

Beijão, bom final de semana!

assinatura_vivian

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d