Lista de convidados | Quem convidar? - Casando Sem Grana
Listas Planejamento

Lista de convidados | Quem convidar?

Oi, gente. Tudo bem?

Vamos esclarecer algumas dúvidas sobre mais um assunto que merece todo cuidado? Às vezes, toda atenção com esse tema acaba implicando em certos dilemas e, de repente, um chega para lá também, em último caso, claro.

Quem de vocês já teve problema, uma discussão, ou até derramou algumas lágrimas por causa da bendita LISTA DE CONVIDADOS? Sim, quem já não se descabelou por não ter toda uma fortuna para chamar todas as duas, três e até quatro famílias envolvidas, fazer um festão para ninguém colocar defeito e não ter problemas com quantidade de convidados? SIM, é um problema ao cubo, complicadíssimo de resolver, ainda mais quando a questão não é apenas o número, mas a falta de proximidade com alguns convidados, que seus pais ou sogros fazem questão que vocês convidem? Ai, é que mora o problema!

É difícil fazer as pessoas entenderem que você ganha pouco, que está toda cheia de contas por causa da cerimônia, recepção, reforma da casa, lua de mel, etc., além de toda uma confusão mental que se instala na sua cabeça com tanta coisa para organizar, definir e concretizar.

Convite

O melhor momento para você fechar a lista de convidados, ou seja, inserir ou retirar qualquer nome é antes de enviar os convites para a gráfica. Com tanta antecedência assim, Vivian? Sim, digo isso para manter uma organização, até porque muitos convites já saem da gráfica endereçados, então, a melhor alternativa é definir isso antes. No entanto, coloque uma certeza em sua cabeça você NUNCA vai conseguir agradar a todos, sempre alguém pode sair chateado pelos mais simples e banais motivos, alguns exemplos: serem parentes, mas não terem nenhuma intimidade desde a infância; serem vizinhos desde sua saída da maternidade, mas não terem nenhuma relação mais próxima, a não ser o “bom dia”, “olá, tudo bem?”, ou algum tipo de empréstimo de ovos, farinha, sal ou amaciante, quando a sua preguiça a proíbe de uma caminhada rápida ao mercado.

Gente, convidar apenas por convidar, por ser educado não é interessante, ok? Casamento é algo íntimo, um momento sublime de duas pessoas que se amam e, sonharam com esse momento por meses, não é algo para sair entregando convites como se fossem “entradas vips”, ou apenas porque seus pais acham importante e seus sogros vão crucificar, caso você não convide determinado ser, faça determinada coisa, etc. e tal.

O casamento é seu! Não é deselegante anunciar isso. É chato ter em sua festa, no seu momento, no seu dia, pessoas que não têm a menor importância para você, que não a conhecem, que não sabem nada sobre sua vida, sua alegria de viver esse momento, sua luta, absolutamente nada. Não tente agradar seus pais, porque eles são especiais, são seus exemplos, um pedaço de você, ou seus sogros porque eles farão parte da sua vida e da nova família, não, não e NÃO. Sem generosidade em seu dia. Entendo que eles também queiram compartilhar a felicidade com os amigos, mas definitivamente, em seu casamento não é a melhor data.

convidados1_1

E aqueles amiguinhos de infância, adolescência e da faculdade, vale convidar? Se eles são importantes para você, se participaram da sua relação com seu(sua) companheiro(a), vale. Caso negativo, nem convide. Não tem um relacionamento legal com alguém da família? Simplesmente não convide. Pode ser irmão, primo, tio, avó, não tem importância – apenas convide quem goste, sendo a reciproca verdadeira. Ah, mas não ficará feio? Não, é chato convidar por obrigação. E, quem falar qualquer coisa, deixa falar, infelizmente não temos o poder de calar bocas alheias.

Vivian, não converso com determinada pessoa que estará no altar. Tenho mesmo que cumprimentá-la? Se você não conversa por algum motivo forte, algo que a magoou muito, não há necessidade. Sim, ficará nítido, mas nada que uma conversa com o padre para acertar esse momento e deixar menos evidente. Agora, se você não se incomodar, cumprimente. Faça o que o seu coração deixar, o que a emoção permitir.

Outras dicas para fazer essa tarefa ser um pouco mais simples:
– Façam a lista em conjunto, mesmo que ela fique extensa, será bem mais simples para repaginá-la depois;
– Não utilize protocolo – Não convide ninguém por obrigação;
– Amigos dos pais não entram na lista, mas é delicado permitir alguns que participaram da sua vida, claro se couber no orçamento;
– Avalie a proximidade das pessoas com você e seu(sua) companheiro(a), na hora que precisar passar a faca na lista;
– Não é indelicado convidar apenas o amigo, excluindo a família dele do convite;
– Caso não for chamar ninguém do seu trabalho, evite comentar sobre o casamento (não é deselegante não convidar);
– Em hipótese nenhum afixe o convite do seu casamento no mural de informações da empresa, a não ser que você esteja convidando todo o departamento, sem nenhuma restrição, inclusive quanto aos acompanhantes;
– Não seja educado enviando convite para pessoas que você imagina que não comparecerão. Só envie para quem realmente está convidando;
– Não deixe ninguém interferir quanto à escolha dos convidados.

Gente, escreveria muito mais sobre esse tema, já que ele rende muito, mas o conteúdo mais importante está aqui. Faça do seu casamento algo seu, um dia seu. São as lembranças que ficam desse dia, então, não faça nada obrigada(o).

Crédito: Lauro Maeda
Crédito: Lauro Maeda

Quer falar mais sobre isso? Manda sua dúvida para o meu e-mail: vivian@casandosemgrana.com.br.

Beijos, beijos, bom final de semana!

assinatura_vivian

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d