Papo de Noiva | Em busca do vestido perfeito - Casando Sem Grana
Noivos REFERÊNCIAS

Papo de Noiva | Em busca do vestido perfeito

Venham cá, meninas, vamos conversar…

Quando contava para as amigas mais chegadas sobre o noivado, os sorrisos eram seguidos por duas perguntas: “Quando será o casamento?” e “Já pensou no vestido?”.

Seja por causa das princesas da Disney ou pela ligação de amor e ódio que a maioria das mulheres tem com o mundo da moda, o vestido de noiva exerce certo poder sobre nós.

Muita gente me disse que eu saberia quando encontrasse o MEU VESTIDO. Contavam sobre o “tic” que dá quando a gente prova e sabe que é aquele… Eu fuçava blogs e mais blogs em busca de referências e, incrivelmente, sempre gostava dos modelos do mesmo estilista.

Como o vestido será presente de um tio (meu segundo pai ♥), começamos pelo destino mais óbvio, pelo menos para quem não entende nada de casamento: a Rua São Caetano.

noiva

Fui e me frustrei! Algumas amigas encontraram o vestido lá, mas, com exceção da Nova Noiva, não vi nada que agradasse.

Em algumas lojas havia a possibilidade de confeccionar o modelo conforme minhas preferências, mas sou insegura e jamais faria isso – imagina se na prova não saísse como pensei!!!

Com as outras lojas descartadas, lá fomos nós para a Nova Noiva. Prova daqui, mexe dali, experimentei 5 ou 6 modelos e gostei de 2. Eram simples, mas românticos e sem muito brilho. Média de preço: R$ 6.500 para locação (ai, meu coração :S).

Apesar de achar que um dos vestidos valorizou meu corpo, não quis fechar. Era minha primeira experiência provando alguns modelos, achei o preço pouco atrativo e não senti o tal “tic”.

Depois de alguns dias, lá fui eu para a Bello & Bella Noivas (sim, a Sam já falou sobre a loja aqui óh). Com preços bacanas e variedade de modelos, além de um atendimento especial, o ateliê me cativou. Gostei especialmente de um dos vestidos, mas ainda não havia o “tic”.

A terceira loja foi a Esposar, e aqui cabe um parênteses: se você pesquisar, verá que fui do 8 ao 80, recorrendo a lojas AA e lojas mais simples, com precinho camarada. Além do MEU VESTIDO, quis ter essa experiência em vários níveis.

A Esposar é um lugar fora de série. Ambiente lindo, finamente decorado e com modelos nacionais e importados lindíssimos. Lá, provei um modelo La Sposa todinho em renda. Quando bati o olho já sabia que seria meu favorito – nada de brilho, mas que vestido!

Provei e… Nada do “tic”! O vestido é deslumbrante, mas não ficou bom no meu corpo… :/

lasposa2

Sim, isso faz muuuuita diferença! Gostou? Prove!

Apesar de encantada com a beleza dos tecidos, a média de R$ 8 mil pela locação me fez desistir. Sim, você entendeu bem: 8 mil dilmas, gente!

Resultado? Peguei bode desse tal “tic” e da necessidade de encontrar o vestido perfeito!

Resolvi não me abalar por isso e, se nada der certo, ficarei com a melhor opção custo x benefício. Sem “tic”, fazer o quê?

lasposa5

A busca por referências continua, e quanto mais eu pesquiso, mais fotos do mesmo estilista entram na minha pastinha. Como é que pode, gente? Logo eu, que nunca vi no vestido uma prioridade!

Acabei decidindo que o ateliê do tal estilista será o próximo na minha busca pelo look do Grande dia. Agora é segurar a expectativa, não surtar e esperar para ver.

E você, já encontrou seu queridinho? O “tic” funcionou? Me conta!

Ah! E se quiser conferir mais da minha saga na organização do casamento, pode acessar os blogs Noiva Ansiosa e Eu Te Amo Hoje 😉

Um beijo,

assinatura_flavia-queiroz

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d