Faça você mesmo | Naked Cake - Casando Sem Grana
Comilanças FAÇA VOCÊ MESMO

Faça você mesmo | Naked Cake

Olá, pessoas lindas! Tudo lindo com vocês?

Eu já falei o quanto ADORO escrever pra esse blog? Nãããão?? Que horror! Pois, olha, eu adoro, viu?! 🙂 Vocês são maravilhosas, o carinho de vocês é lindo sempre e saber que estou ajudando (pelo menos um pouquinho) a realizar o sonho do casamento pra tanta gente linda é uma sensação incrível.

Momento desabafo feliz acabou, hahahahahahaha! Vamos voltar pra vida e falar de Naked Cake?

No início do mês, nós trouxemos pra vocês um post delicioso com um desafio que o pessoal da Lista de Casamento trouxe. E o resultado foi maravilhoso! Foram 10 mãos – sim, noivos e maridos participativos nos deram uma super ajuda – pra trazer pra vocês em apenas dois dias tudo aquilo que a Sam apresentou.

Mas nós notamos que muitas leitoras trouxeram dúvidas sobre as doçuras do post, especialmente sobre o Naked Cake – tanto aqui no blog quanto na minha página do Facebook. Por isso, resolvemos fazer um post especialmente dedicado a este moço, revisando as receitas, esclarecendo as dúvidas, trazendo muitas dicas e sugestões. O post está longo, mas isso é porque eu tentei colocar aqui da forma mais detalhada possível e com todas as dicas que consegui lembrar.

Mas eu juro que é fácil! Vamos lá aprender?

 

naked-cake-massa

As receitas de massa podem ser as mais variadas. Pão-de-ló funciona, bolo amanteigado funciona e vários outros tipos de bolo funcionam também. Aqui no blog você confere duas receitas que uso: a de baunilha ou frutas, no post do desafio, e a de chocolate, no post de verrines.
Cada receita dessa vai render uma assadeira redonda de 20 cm ou uma de 15 cm + duas de 10 cm.

 

O que deve ser observado na escolha da massa e no processo de produção:

– Escolha uma massa que não tenha um resultado final muito leve e quebradiço, especialmente se você estiver trabalhando com bolos grandes (acima de 25 cm);

– Muitas pessoas, mesmo com uma massa leve e fofinha, gostam de umedecer o bolo com a calda da sua preferência, ou mesmo com guaraná, bolo de infância – quem nunca? rsrsrs. Essas massas que apresentamos nos links aí em cima (e muitas outras!) não pedem isso necessariamente, porque o resultado final é leve, mas vai do gosto de cada um. Para todos os bolos de camadas ou empilhados precisamos ter cuidado de não molhar demais as camadas de bolo, mas no caso do naked esse cuidado precisa ser redobrado. Se ele for umedecido demais pode virar uma pasta, o recheio não para onde deve parar, pode afundar (mesmo com os suportes de sustentação), enfim, corre o risco de virar uma massa confusa e disforme. Não queremos isso, certo? Por isso, se você gosta de caldinha, cuidado!

– No caso dos naked cakes, as laterais são tão estrelas quanto qualquer outra parte do bolo. Portanto, muito cuidado na hora de untar a fôrma! Unte e enfarinhe bem, depois retire bem o excesso de farinha, pra não ficarem pedaços de farinha grudados nas laterais.

Dica 1: peneire a farinha antes de usar; e se o bolo for de chocolate, misture um pouco de chocolate em pó à farinha que for usar para untar.
Dica 2: se você gosta de fazer bolo em casa e faz com frequência, um produto bacana pra ter no armário é o desmoldante. É um óleo de canola em spray, usado para untar a fôrma. Você não meleca a mão com manteiga ou margarina, economiza manteiga, farinha – e principalmente: tempo! – e o desmolde fica per-fei-to! O bolo sai da fôrma sem nenhum esforço e com total perfeição. Aqui em São Paulo encontramos em lojas especializadas de confeitaria, mas se não tiver na sua cidade, você pode comprar pela internet.

– Logo que desenformar e esfriar, embrulhe bem em plástico filme e mantenha na geladeira até a hora de usar.

– E olha que legal: se estiver usando massa de baunilha, você pode colori-la!

cakecentral.com Imagem: cakecentral.com

 

naked-cake-recheio

Gente, aqui no blog já demos tantas opções de sobremesas que podem ser usadas como recheio de bolo, que não tem mais nem graça eu dar receita aqui pra vocês (ou tem? Quem quiser mais levanta a mããããão!!! hehehe).

O ideal é escolher um recheio que seja mais firme e que permita atingir alguma altura. O motivo disso é puramente estético: com este tipo de recheio, você consegue fazer camadas de recheio mais aparentes, e até fazer algum detalhe com bico (como alguns modelos que vamos apresentar de inspiração no final do post). Recheios que eu acho bacanas e que já tem receita aqui no post: brigadeiro de qualquer sabor, ganache e creme de confeiteiro. Em futuros posts teremos novas ideias também.

Agora, como eu disse, a razão disso é puramente estética. Se você adora geleia caseira com pedaços, sabe fazer caramelo e adora, ou se na sua família tem uma receita de um creme de abacaxi que é divino, vale testar! Com cuidado, jeitinho e uma decoração feita com carinho, com certeza vai ficar lindo.

 

O que deve ser observado na escolha do recheio e montagem de cada andar:

– Como dissemos, escolha um recheio mais firme, de preferência.

– Especialmente para casamentos, os bolos costumam ficar expostos por várias horas. Portanto, cuidado com recheios que levam ingredientes frescos, como creme de leite fresco, chantilly, frutas inteiras ou em pedaços… Se você estiver usando algum ingrediente que requeira refrigeração, tem que manter o bolo na geladeira até a hora de servir! Não é um risco que valha a pena correr, pois as frutas podem soltar líquido e estragar (efeito acelerado dependendo do calor e umidade), os cremes frescos podem azedar e não vai adiantar de nada ter na mesa um bolo verdadeiro lindo, mas que ninguém pode comer… 😉

 

naked-cake-montagem

Agora é a hora do vamos ver!!! Mas não sue frio que, com as dicas, tudo dará certo 😀

Agora você já assou os bolos, cada um deles está lindamente descansando na sua geladeira e você também já preparou o recheio, que está frio (ou também na geladeira e geladinho, dependendo do que for). Então vamos lá!

 

O que deve ser observado na hora da montagem:

– Primeiro, nivele a parte superior de cada bolo, retirando aquela parte mais alta que costuma ficar em cima.

– Se achar que as bordas ficaram muito escuras, pode raspar um pouquinho, com bastante cuidado, usando uma faca de serra.

– O processo de cortar as camadas de cada andar, dependendo do quão jeitosa e/ou experiente você é, pode ser muito difícil. Mas aqui não tem jeito, gente, esse bolo precisa de camadas iguaizinhas mesmo. Se você tem muita dificuldade e não tem como usar prato giratório nem nivelador (nem pedir ajuda pra alguém que consiga fazê-lo), tem um truque que eu costumo usar.

Faça o seguinte: segurando a faca que usará para cortar o bolo, encoste o cotovelo no quadril e faça um ângulo de 90º com o cotovelo, mantendo a faca na altura do bolo em que você quer fazer o corte. Com a palma da outra mão aberta sobre o bolo, deixe a faca bem reta e vá girando o bolo bem devagar; o objetivo aqui não é cortar, é só marcar. Vá girando o bolo e mantendo o braço com a faca exatamente na mesma posição, até completar a volta e marcar o bolo todo. Depois, é só seguir essa marca para cortar. Eu sei, gente, parece a coreografia da macarena da cozinha, hahahahahahaha, mas juro que funciona! Bom, tem sempre a ideia de usar váááárias assadeiras e fazer cada assadeira com menos massa, ou seja, cada assadeira uma camada.

– Agora com as camadas todas cortadas e niveladas (uffffff!), é hora de montar cada andar intercalando massa e recheio. Eu costumo usar um saco de confeitar para colocar o recheio. Faço uma borda de recheio e depois completo. Motivos: facilita o processo e garante que a quantidade de recheio será a mesma em todas as camadas. Se você não tiver ou não quiser usar, certifique-se de usar uma medida para garantir uniformidade na quantidade de recheio – exemplo: uma xícara por camada.

kristimurphy.com

kristimurphy.com Imagens: kristimurphy.com

– Mantenha cada andar (já com as camadas montadas) sob refrigeração até a hora da montagem final.

– Na hora de empilhar, você vai precisar de suportes de sustentação. Você pode usar palitos de algodão doce ou churrasco, próprios para alimentos. Afunde o palito até o fundo do andar de baixo e marque a altura. Depois, corte mais palitos da mesma altura, suficiente para fazer o suporte para o bolo de cima (eu costumo usar entre 6 e 8). Insira os palitinhos numa circunferência, no centro do bolo, que servirão como os pilares para o andar de cima.

sandramongercakes-co-uk.mysmarterwebsite.co.uk Imagem: sandramongercakes-co-uk.mysmarterwebsite.co.uk

– Para todos os andares que vão por cima de outros, você precisa de uma base. Se o andar for leve (até 15 cm, por exemplo), pode ser de isopor, porque não corre o risco de o peso do bolo furar o palito. Mas se for mais pesado, você vai precisar de uma base mais firme, que pode ser, por exemplo, aqueles pratos de papelão para bolo, cobertos com papel alumínio e filme plástico.

– Entre um andar e outro, use uma “colinha”: um pouco do recheio pra ajudar o bolo de cima a ficar mais firme e não sair do lugar.

 

naked-cake-decoracao

Ah, agora todo o desespero e sofrimento (hahahahaha) já acabaram e chegou a hora mais divertida: decorar! Aqui, como eu gosto muito de falar, o que mais vale é a criatividade. O Naked Cake pode ser decorado com flores (naturais, secas ou de açúcar), frutas frescas ou secas, nozes e amêndoas variadas (inteiras ou laminadas), minidocinhos (brigadeiro, por exemplo), raspas de chocolate, açúcar de confeiteiro, chocolate em pó, açúcar colorido, detalhes de pasta americana… E isso foi o que eu consegui pensar aqui e já usei. Tenho certeza de que você vai encontrar uma combinação de elementos que vai ficar a cara da sua festa 😀

 

Dicas finais:

– Se for usar flores naturais, use canos para flores específicos para uso em alimentos.

– Especialmente se o seu bolo tiver mais de duas camadas, o ideal é fazer a montagem final e decoração já na mesa em que o bolo ficará. Por mais que tenha sido bem montado e empilhado, com tamanho correto, bases corretas, estacas etc., tudo neste bolo é exposto e sensível, portanto, o risco de você ter problemas no transporte (se transportá-lo todo montado) é enorme.

 

E pra fechar com chave de ouro, abaixo algumas inspirações a mais pra quem quiser se aventurar:

casamento-vintage-romantico-economico-colorido (54)

naked-cakes

dailymail.co.uk Imagem: dailymail.co.uk

Cassidy Tuttle Photography Imagem: Cassidy Tuttle Photography

naked-cake-de-morangoE O NOSSO 😀

 

E aí, pessoas queridas, curtiram? Espero que sim, porque eu me diverti pra caramba escrevendo ^^

Um grande beijo e até a próxima semana!

assinatura_camila-nepomuceno

 

Obs. O bolo da imagem principal foi feito pela Lojinha do Cupcake e fotografado por Katarina Holanda.

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d