Bolo e doces Comilanças

Comes e bebes | Dúvidas para congelar os docinhos

Oi, pessoal! Tudo bem com vocês?

Hoje eu estou passando para dar algumas dicas rápidas sobre na hora de congelar os docinhos. Em todos os posts que faço surgem dúvidas sobre isso. Portanto, vou compilar aqui as perguntinhas que tenho recebido ao longo destes posts e respondê-las 🙂

Vamos lá?

congelar-brigadeiro-AMBImagem: blog Moda da Beca

 

O que pode ser congelado:

  • Doces de base quente: de forma simplificada, são aqueles em que os ingredientes são cozidos, como todos os tipos de brigadeiros, beijinhos, camafeus etc. Mais à frente passaremos os detalhes de processo;
  • Doces feitos com chantilly “profissional”, ou seja, aqueles que não são feitos de creme de leite fresco. Não é recomendado congelar nada feito com creme de leite fresco, até porque ele separa totalmente a gordura do restante do líquido e estraga completamente a receita;
  • Doces feitos com chocolate em barra: sim, pode congelar, tomando o cuidado de embalar muito bem, para minimizar o risco de o chocolate pegar umidade do freezer;
  • Bolos (ou doces que os levam): sim, também pode, desde que não leve amido. Só não é recomendado congelar os que têm fruta fresca na receita, pois tudo o que tem fruta fresca estraga mais rápido e o processo de congelamento pode ser prejudicado;
  • Trufas: também pode. Só que, diferente do brigadeiro, recomendo congelar só a massa e bolear no cacau somente no dia de servir mesmo;
  • Mousses: normalmente também congelam bem. Se a sua receita de mousse leva claras, lembre de batê-las muito bem pra não soltar água durante o processo;
  • Pudins: com calda caramelizada e assados, sem problemas. Exceto os pudins e manjares à base de amido de milho.

 

O que não pode congelar:

  • Iogurtes, cremes à base de amido de milho e creme de leite fresco: como já citei, a gordura vai se separar toda e você vai acabar com duas melecas, uma gordurenta e uma aguada, e as duas não vão servir pra nada;
  • Algumas frutas cruas, como banana, manga e pera, são bem complicadas. Se o seu doce levar fruta fresca na decoração, deixe para colocar na hora de servir mesmo, pois não compensa o trabalho e o risco. A não ser que seja morango, porque o Morando sem Grana tem um post maravilhoso sobre isso e você pode usar e abusar;
  • Gelatina: é um produto bem delicado, que provavelmente não resistirá e vai cristalizar. Se o seu doce tiver uma camada de gelatina, recomendo fazer no dia ou alguns dias antes. O que pode minimizar esse risco é a adição de glucose de milho ou mel. A exceção é para a gelatina usada em mousses e pudins, nesse caso, sem problemas.

 

Como o doce deve estar na hora de congelar?

Vale pra todos:

  • Você precisa garantir que o recipiente em que os doces ficarão está bem vedado, para evitar a entrada de umidade e a contaminação dos outros cheiros. Para cada produto existe um tipo de embalagem que se adequa melhor, mas de forma geral o que você precisa garantir é a integridade (ou seja, nada de colocar uns por cima dos outros) e o isolamento, conforme falamos, para evitar umidade e cheiros;
  • Não é recomendado: caixas e recipientes de papelão, pois certamente vão permitir a entrada de umidade. Quanto mais vedado, melhor;
  • Ponha algumas folhas de papel toalha forrando o recipiente e por cima dos doces também. Se houver qualquer resquício de umidade no processo de descongelamento, o papel toalha se encarregará de absorvê-la;
  • Não demore para congelar: congele o mais rápido possível após preparar;
  • Recomendo que todos os recipientes sejam etiquetados, com informação do que tem dentro de cada um, quantidade, data de produção e data de validade. Isso auxilia principalmente se você estiver fazendo vários diferentes, pois ajuda a organizar, além de garantir que nada vai passar do prazo.

Docinhos de base quente (como brigadeiros): devem ser congelados já boleados, cobertos (com confeito, granulado etc.) e embalados. Use sempre tapetinhos de celofane, pois se você colocar direto na forminha de papel ela pode umedecer no processo de descongelamento. Exceção: docinhos cobertos com nozes, amêndoas, amendoim, pistache etc. picados. Neste caso, recomendo congelar sem a cobertura e aplicá-la no dia de servir, pois o processo de congelamento e descongelamento pode deixar as nozes e amêndoas em geral murchos.

Mousses, cremes, pudins etc.: pode usar embalagens individuais sem problemas.

Trufas: se forem banhadas em chocolate, pode congelar já banhadas. Se forem cobertas em cacau ou coberturas como as de brigadeiro, recomendo seguir o mesmo processo do brigadeiro.

 

congelar-docinhosImagem: blog Criative-se

 

Como descongelar:

De preferência, descongele na geladeira. Você deve manter os doces na embalagem, só retirando após o descongelamento total. Se não for possível, descongele-os em temperatura ambiente, o que levará até duas horas. Mas mesmo assim, mantenha na embalagem até o descongelamento total.

Chocolates e doces cobertos ou decorados com eles: é normal que eles “suem” após o descongelamento, portanto, após finalizado o processo, deixe-os em temperatura ambiente, em local fresco, e deixe que eles suem e sequem sozinhos.

Docinhos caramelados ou banhados em fondant: o banho de fondant ou caramelo só deve ser feito após o descongelamento.

 

Tempo de estocagem:

Em geral, o tempo de congelamento recomendado para estes doces é de três meses, à exceção de pudins, que um tempo seguro seria de até um mês – 45 dias.

 

Outras dúvidas gerais:

  • Os docinhos não perdem o sabor nem textura, gente. Podem ficar tranquilos, pois eles estarão tão gostosos quanto os docinhos frescos. Desde que, é claro, sejam observadas as dicas que passamos aqui: não adianta querer colocar o brigadeiro em caixa de papelão do lado do peixe cru no freezer e depois estranhar o cheiro de peixe!
  • Os docinhos confeitados com açúcar não vão ficar melados. Se o processo for feito corretamente, ele se manterá perfeito após o descongelamento;
  • Se você quiser congelar os doces fora das forminhas, também pode. Nesse caso, recomendo colocar o tapete de celofane e a forminha logo que retirar do freezer, ainda congelado;
  • A validade após o descongelamento é de um dia. Ele pode até durar mais, claro, especialmente os cozidos, assados etc. Mas a validade recomendada é de um dia mesmo;
  • Não vale recongelar, hein!!! E pra essa regra não tem exceção. Depois de descongelar, use, abuse e se delicie, mas não volte pro freezer.

 

brigadeiros-e-brigadeiros-gourmet-doces-de-festaImagem: Elo7

 

E é isso, gente! Espero que tenham curtido e que tenha conseguido sanar todas as dúvidas. Se ainda ficar alguma, é só deixar aqui nos comentários que eu respondo logo que der 🙂

 

Um grande beijo e até a próxima!

assinatura_camila-nepomuceno

 

Obs. A imagem principal é meudiad.com.br


[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d