Casamento real e econômico | Pâmela e Anderson - Casando Sem Grana
HISTÓRIAS REAIS SANTA CATARINA

Casamento real e econômico | Pâmela e Anderson

Olá, meninos e meninas!!

O relato do casamento real de hoje vem direto de Santa Catarina. A Pâmela casou com o Anderson no final do ano passado e eles se inspiraram muito no Casando Sem Grana pra realizar esse sonho 😀

O tema do casório foi bicicleta e ficou uma graça! Com a ajuda da família, eles conseguiram economizar muito nos gastos e fizeram uma festa muito bacana, com buffet completo, banda, plaquinhas para fotos e decoração personalizada.

A Pâmela vai contar pra gente como ela fez tudo isso. Olha só:

“Oiii!!!

É com muito prazer que venho aqui contar sobre o dia mais feliz e emocionante da minha vida e da vida do Anderson, meu marido lindo, que aconteceu no dia 07/12/2013 na Igreja Matriz de nossa pequena e amada cidade, Rio do Campo/SC.

Eu estava há muito tempo planejando e sonhando com o dia do nosso casamento. Eu e o Anderson começamos a namorar em 2006, mas o primeiro beijo foi em dezembro de 2005, e de lá para cá aprendemos muito sobre convivência, sobre o amor sincero e verdadeiro, a nos moldar um ao outro, e hoje eu tenho a certeza de que nosso amor é forte, puro e verdadeiro. Já completamos bodas de beijinho e a vida de casada realmente é uma delícia, sempre há o período de adaptação um ao outro, mas é muito bom estar ao lado de quem a gente ama.

Meu marido trabalha na Revista Bicicleta e nós sempre adoramos as bikes, então resolvemos fazer delas o tema do nosso casamento, inclusive o meu blog o “Casar ou Comprar uma Bicicleta?” criei exatamente para contar nossa trajetória do casamento e da bike. No casamento, toda a papelaria foi desenvolvida com as bikes, as lembrancinhas, a decoração também sempre tinha uma bicicletinha e até meu colar era com um pingente de bike!

O valor dos casamentos sempre são polêmicos, principalmente porque os preços variam muito de um lugar pro outro e o sonho de cada um realmente não tem preço. Mas vou divulgar o valor total do nosso casamento para inspirar mais noivinhas: incluindo todas as despesas, desde casamento civil, buffet, fotografia, tudinho totalizou R$ 9.500, em um casamento que, inicialmente, era para 150 pessoas e, no final, acabou tendo 127 convidados presentes.

Desse valor, nós pagamos aproximadamente R$ 3.650, pois ganhamos muita ajuda com os gastos do casamento, principalmente dos meus pais. Então, no fim das contas, o que realmente investimos em dinheiro foi aproximadamente R$ 3.650, para um casamento com 127 pessoas com jantar completão, sobremesa, bolo e docinhos, refrigerante e umas rodadas de cerveja, música ao vivo, fotografia e filmagem, aluguel dos trajes etc. Para conseguirmos casar com esse valor, deixamos de fazer algumas coisas e fizemos somente o que podíamos pagar ou fazer nós mesmos. Com isso, reduzimos muitos gastos.

Claro que, para isso, tanto eu como o Anderson nos dedicamos muito. Mas, no final, ver em cada canto algo pensado e feito por você vale tanto a pena que só quem faz sabe explicar, é uma sensação muito boa. Fizemos as nossas lágrimas de alegria para colocar nos bancos da Igreja, fiz os topos de bolo (os de madeira eu mesma pintei, os pombinhos de feltro eu costurei e as bicicletinhas só fiz a base e colei), nosso convite de casamento foi feito por um amigo, ganhamos a impressão e recorte na gráfica e depois colamos um por um, mas ele ficou lindo.

O buquê eu fiz os corações de feltro e as pérolas, e as flores vermelhas ganhei num sorteio. Costurei também: as lapelas, a nossa almofadinhas das alianças, fiz o buquê da minha dama de honra adulta, fiz caderninhos com desenhos para pintar para deixar no cantinho das crianças junto com giz de cera, fizemos os centros de mesa com garrafinhas de cerveja cobertas com juta e tulipas de feltro, as lembrancinhas meu noivo montou as sementinhas de amor perfeito, e as latinhas ‘mint to be’ compramos prontinhas e só amarramos juntas. Fiz, também, as bocas, bigodes e plaquinhas divertidas para as fotos, e fiz um cofre-noivo para a operação Lua de Mel; a nossa árvore de digitais fiz no weeding chicks, comprei as carimbeiras pela internet e imprimimos aqui na nossa cidade mesmo, tudo super econômico.

Tivemos muitas coisas especiais feitas por nós mesmos, deu trabalho, mas todo o esforço valeu a pena e eu adorei o resultado final, apesar de ter ficado simples, eu adorei cada detalhe!

O dia do casamento foi emocionante e inesquecível, casamos às 17h30 e, antes de irmos para o Hotel da festa, fomos para a nossa CASA (que realmente foi a nossa grande conquista!) e batemos muitas fotinhos lá e em uma rotatória próxima à nossa casa, que tinha um lindo pé de primavera florido (sempre passava por ali e pensava: esse pé tem que estar bem florido pra batermos fotos aqui! hehe). Depois, fomos para a festa e aproveitamos muito, a comida estava gostosa demais, fizemos também uma mesa de frutas que ficou linda e deliciosa – o pessoal adorou! Também tinha sobremesas bem gostosas… Nossa música era ao vivo e era muito boa mesmo, a Banda Mania Fandangueira animou muito a festa e cumpriu o nosso pedido de tocar músicas gaúchas e com letras respeitosas.

O bolo de beijinho com nozes e os docinhos (brigadeiro, cajuzinho e beijinho) realmente estavam uma delícia, todo mundo adorou, e foi tudo feito pela padaria aqui da minha cidade, por um preço justo e um sabor delicioso. Não tive bolo fake, eram os bolos verdadeiros que estavam expostos, a decoração deles era simples, mas eram deliciosos demais!

Na hora das fotos, as plaquinhas divertidas e as bocas e bigodes fizeram muito sucesso. Quando vi, a galera já tinha pego tudo e levado para suas mesas ou para a pista de dança. Joguei o meu próprio buquê e o sapo príncipe, e foi um momento muito divertido da festa. A árvore de digitais (que era uma bike também) ficou linda, praticamente todos os convidados carimbaram e ficou muito fofa. Não fizemos a brincadeira da gravata, mas deixamos na mesa, junto com as lembrancinhas e a bike de digitais, um cofrinho-noivo, um quadrinho explicando sobre a ‘Operação Lua de Mel’ e, de brinde, chaveirinhos de gravatinhas (que eu ganhei num sorteio). Assim, quem queria espontaneamente ia até lá e depositava sua contribuição no cofrinho.

Nossos fornecedores em muitas coisas foram amigos ou familiares, mas nos demais passo o contato aqui e realmente todos foram profissionais exemplares, em especial o pessoal da decoração que ainda fez a parte de assessoria do dia.

Beijocas e força no buquê a todas. Lembrem-se: quem acredita sempre alcança!!!

Pâmela”.

 

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (1)
casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (2)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (3)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (4)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (5)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (6)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (7)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (8)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (9)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (10)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (11)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (12)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (13)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (14)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (15)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (16)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (17)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (18)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (19)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (20)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (22)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (23)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (24)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (25)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (26)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (27)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (28)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (29)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (30)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (31)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (32)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (33)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (38)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (34)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (35)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (36)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (37)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (39)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (40)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (41)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (42)

casamento-economico-santa-catarina-decoração-vermelha-e-branca (21)

 

fornecedores

Aluguel dos Trajes: Versatti – Indaial/SC – Fone: (47) 3333-0000 | Penteado, Make e Unhas da Noiva: Mary Cabeleireira | Decoração e Assessoria do dia: Isabella Decorações | Buffet: Hotel e Restaurante Vavassori | Música ao vivo: Banda Mania Fandangueira | Bolos e docinhos: Padaria La Petitosa | Foto e Filmagem: Universo Fotografia

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d