Noivado real e econômico | Yuri e Wendy - Casando Sem Grana
Noivado

Noivado real e econômico | Yuri e Wendy

Olá, pessoal!

A Wendy e o Yuri são lá da Bahia e fizeram um noivado super bacana com a ajuda da família e dos amigos. Ficou tudo tão legal! Todo mundo se envolveu de uma forma que eles tiveram que compartilhar essa história com a gente. Obaaa! \o/

Foi assim: um noivado em casa, só pros mais próximos, mas com uma decoração top, toda combinando, com iluminação especial, bolo de três andares, champanhe, taças com morangos, plaquinhas divertidas, camiseta personalizada pro noivo, e o vestido de casamento da mãe da Wendy foi repaginado pra esse momento especial! Legal, né?

Agora vou deixar ela contar tudinho pra vocês, senão eu me empolgo demais aqui, hahaha.

Escuta só:

“Olá, meninas!

Esse é o relato de meu noivado real, mas sem grana, rsrs. Deixo aqui dicas do que passamos e que podem ser uma boa ideia para quem quer economizar.

Eu e Yuri nos conhecemos ainda no Ensino Médio, onde ele era colega de classe de meu irmão mais velho. O tempo passou e nos distanciamos, mas o que tem de ser sempre dá um jeitinho de retomar o caminho. Em 2013 nos reencontramos e tudo começou de verdade. Com 1 ano e meio de namoro, mais o tempo do colégio, decidi que estava na hora do noivado. Em meio às indecisões de data, por conta de eventuais problemas, eventos da Copa, São João (que aqui no Nordeste é tradição), que iam tirar o brilho do momento, e o fato de ter sido ameaçada pelo irmão caçula que faz aniversário no dia 30 de maio, decidiu-se, então, o meio termo: 31 de maio de 2014.

A questão aí foi: o que fazer com os custos? Seguindo o blog Casando Sem Grana e com ajuda da tecnologia digital mais a família, demos início à maratona. O primeiro passo foram as alianças e o anel (desse último eu não arredei o pé!). Minha mãe ficou com a parte da decoração, que foi feita toda de forma artesanal (forminhas, letras, pompons, garrafas provençais, lembrancinhas dos convidados e dos avós do noivo, ornamentação, decoração geral); meu irmão e sogro ficaram com a iluminação, onde, pela mesa do bolo ser em vidro, aproveitaram para construir um dispositivo que iluminasse por baixo do bolo; deu trabalho, mas acabou que meu sogro arrumou direitinho. 

Todo o buffet foi produzido por amigos como presente aos noivos, o que, em custo, só tivemos o material. Os vídeos de retrospectiva dos noivos e retrospectiva animada para o momento que antecedeu a troca de alianças foi feito por minha mãe; a parte fotográfica ficou a cargo de meu cunhado Ygor e do amigo Yago Magalhães.

Os convidados foram apenas familiares e amigos próximos. Não fugindo de fazer algo descontraído e, ao mesmo tempo, que marcasse o momento com um pouquinho de pompa, seguindo o ritual que a tradição familiar exige (pedido, troca de alianças, discurso, brinde), providenciamos dois ambientes: o da mesa do bolo e o das mesas dos convidados e TV para exibir os vídeos. Nas taças dos convidados e nas dos noivos (em tom âmbar) colocamos morangos. A champanheira já era de família e foi coberta com gelo no formato de corações para receber o champanhe dos noivos. Essa parte foi engraçada, porque só tínhamos uma fôrma de coração com 6, aí o jeito foi passar dias fazendo gelo, uma maratona do gelo!

Minha mãe também se encarregou das plaquinhas divertidas e quadros com frases para foto dos noivos. A trilha sonora ficou por conta do noivo, que deu trabalho para agilizar e acabou que ficou para a hora da festa… Homens!!! As flores foram uma novela, porque os preços das floriculturas não ajudavam. Aí um amigo indicou o centro comercial da cidade, que seria como um ‘CEASA’ da cidade, onde os preços caíram pela metade – com o arranjo e tudo! O topo do bolo foi também complicado, porque não queríamos nada que fosse de casamento, mas também não podia ser outra coisa que fugisse do tema. Já tinha visto um em forma de rosa, mas o preço não ajudava, então, batendo perna na compra do material para as guloseimas, deparei com o mesmo, só que em arranjo com 4 rosas na cor do bolo (branco e dourado), igual ao que havia visto, mas com um detalhe: 4 rosas pela metade do preço do que eu havia visto, que era uma só! Show!!!

O noivo se recusava a usar terno ou social por conta do calor, foi quando minha mãe, para apaziguar os nervos dessa noiva aqui que já estava para pedir o divórcio, teve a brilhante ideia de personalizar uma camisa para ele. AMEI! Quanto a mim… Bem, revirando o baú de minha mãe achei o vestido de 15 anos de casamento dela! Bem ousada para sua época essa minha mãe!!! Mesmo contra a vontade dela, que queria que eu usasse um novo, foi só trocar o forro e pronto! Preocupada com meu salto Luís XV, minha mãe fez uma sandalinha da noiva, que não usei – visto que, por ser baixinha, o bolo ficava mais alto que euzinha…

Bom, os convites foram feitos por mim. Muito embora a primeira ideia tivesse sido enviar por e-mail, já que se tratava de família, achei mais acolhedor entregar pessoalmente. Para ostentar só um pouquinho, achei tochas com velas amarelas, que o noivo teve a ideia de colocar nas laterais da mesa, além do livro ‘120 minutos para blindar seu casamento’, porque aprender é fundamental. As toalhas utilizadas nas mesas principais achei no baú de enxoval da minha mãe. O kit de bandejas de bronze foi emprestado da tia do noivo.

Assim, foi tudo cheio dos detalhes e nostalgia, por parte do uso de peças de família. Tudo correu perfeitamente, tendo as palavras do pai do noivo como exemplo de amor à família em uma declaração aos filhos e esposa, e acrescentando uma pequena homenagem ao aniversariante do dia anterior, meu irmão, onde cantamos parabéns a ele. No fim, foi um dia incrível, tivemos um dia de noivos especial e com muito amor, família e amigos, que gerou assunto e elogios que não faltaram o mês todo!

Um verdadeiro noivado real e econômico em que provamos que o simples, o ‘faça você mesma’ associado a amigos e família, pode criar sim um dia inesquecível!

Beijos,
Wendy”

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (16)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (18)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (17)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (19)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (20)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (22)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (21)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (24)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (27)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (1)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (3)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (2)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (4)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (6)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (7)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (25)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (5)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (8)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (9)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (10)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (13)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (11)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (15)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (23)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (14)

noivado-economico-sem-grana-em-casa-bahia-faca-voce-mesmo (12)

 

fornecedores
Decoração: Hannah Dluna | Buffet: Coy da SilvaFotografia: Ygor QuerinoYago Magalhães | Kit Bandejas de Bronze: Thiara Noivas – (73) 3212-2578

Tags

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d