Noivado real e econômico | Karen e Jivago - Casando Sem Grana
Noivado

Noivado real e econômico | Karen e Jivago

O que falar da Karen, que nem conhecemos pessoalmente e já consideramos pacas? hahaha

É tão legal quando recebemos um email de quem “criou coragem” e decidiu contar sua história pra gente… Vocês podem não se dar conta, mas nós precisamos mais de vocês do que vocês da gente! Afinal, é graças a vocês que conseguimos estar de pé por tanto tempo (já são 5 anos de CSG, e contando 😉 ). São as histórias REAIS de vocês que inspiram tantas noivas a realizarem o sonho de se casar, independente do orçamento que têm; e que provam que É POSSÍVEL SIM celebrar o amor de um jeito LINDO e INESQUECÍVEL, com muita economia!

Nós amamos vocês ♥

E o relato do noivado da Karen é mais uma prova de que fazer uma festa bonita depende mais de empenho, dedicação e criatividade do que de dinheiro. Vamos ver?

 

“Olá, Sammia e equipe do CSG!
Que felicidade pelo nosso primeiro contato \o/

Hoje, depois de mais de um ano acompanhando o Casando Sem Grana, resolvi criar coragem e contar a minha história e de meu noivo Jivago desde o início, e como o CGS foi importante para que tudo saísse como a gente sempre sonhou!

Nosso noivado aconteceu no dia 29/12/2013, e foi no início de dezembro que eu descobri o CGS e comecei a pegar as ideias para inspiração. Apesar do pedido de casamento ter acontecido em setembro, a família e os amigos deram uma pressionada para a gente fazer uma festa de noivado, e mesmo sem grana resolvemos atender a este pedido para compartilhar esse momento especial. A solução, então, foi aproveitar um espaço que já tínhamos e que faz parte da nossa história como casal: o sítio dos nossos avós (os avós paternos do noivo).

A família já tinha o hábito de almoçar lá aos domingos, o que fizemos foi convidar os amigos e dar uma incrementada nesse almoço. Fizemos um churrasco completo e, ainda, servimos peixe da represa do sítio, pescado pelo meu noivo! Ou seja: baratooo!!! 

Para a decoração, eu comprei os porta-retratos e os adesivos de parede nessas lojas de utilidades do lar, por R$ 10 cada. Juntei com algumas flores do sítio e alguns itens que já tinha em casa: potes de vidro, flores de plástico, cestinhas, lanterna etc. Para a decoração das mesas dos convidados, compramos vasinhos de Kalanchoe por R$ 3, que os convidados puderam levar para casa.

Aproveitamos o varal da varanda, que seria usada para receber os convidados, e colocamos nossas fotos com pregadores coloridos. E eu mesma fiz as plaquinhas divertidas para fotos, usando apenas o PowerPoint e aproveitando as ideias que vi aqui e outras que tive – como o trocadilho ‘The wedding is coming’, da série The Game of Thrones (uma das muitas que eu e meu noivo assistimos juntos).

Para decorar a entrada do sítio, pintamos a cerca de madeira com giz escolar colorido, o que deu um toque todo especial e foi alvo de elogio dos convidados! Os doces, nós compramos em uma dessas promoções de Grupon: bolo + 200 docinhos + 20 cupcakes + 20 pirulitos de chocolate por R$ 170. Muito bom e barato! Mas, no final, ficamos com medo de ser pouco bolo e compramos mais um numa padaria perto de casa, rs. Também compramos bombons e marshmallows – em sacos grandes para sair mais em conta 😉

A festa foi muito agradável! Tivemos aproximadamente 50 convidados, e todos ficaram bem à vontade e se divertiram. O mais legal foi que todo mundo se envolveu no processo: a mulherada da família cozinhou, as primas ajudaram a arrumar a mesa, as crianças ajudaram a pregar as fotos no varal e os amigos tiraram as fotos. No final, ainda teve brincadeira com ‘feijões de todos os sabores’ (aqueles do Harry Potter) que um amigo trouxe de uma viagem, e todos riram!

Atualmente, os poucos itens que precisei comprar para decorar a festa fazem parte da decoração da nossa casa, e alguns ainda foram utilizados novamente no nosso casamento, que aconteceu no dia 18/10/2014. Mas isso já é outra história… rs.

Espero que tenham curtido! Beijos e obrigada pela oportunidade de compartilhar esse momento com vocês 😀

Karen & Jivago,
Diretamente de Cuiabá/MT”.

noivado-karen-e-jivago (1)

noivado-karen-e-jivago (2)

noivado-karen-e-jivago (3)

noivado-karen-e-jivago (4)

noivado-karen-e-jivago (5)

noivado-karen-e-jivago (6)

noivado-karen-e-jivago (7)

noivado-karen-e-jivago (8)

noivado-karen-e-jivago (9)

noivado-karen-e-jivago (10)

noivado-karen-e-jivago (11)

noivado-karen-e-jivago (12)

noivado-karen-e-jivago (13)

noivado-karen-e-jivago (14)

noivado-karen-e-jivago (15)

noivado-karen-e-jivago (16)

noivado-karen-e-jivago (17)

noivado-karen-e-jivago (18)

noivado-karen-e-jivago (19)

noivado-karen-e-jivago (20)

noivado-karen-e-jivago (21)

noivado-karen-e-jivago (22)

noivado-karen-e-jivago (23)

noivado-karen-e-jivago (24)

noivado-karen-e-jivago (25)

noivado-karen-e-jivago (26)

noivado-karen-e-jivago (27)

noivado-karen-e-jivago (28)

Tags

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d