Casamento real e econômico | Amanda e Márcio - Casando Sem Grana
HISTÓRIAS REAIS SÃO PAULO

Casamento real e econômico | Amanda e Márcio

Oie, seus lindos! Corre pra cá que tem relato de casamento no ar!!

Direto do interior de São Paulo, a Amanda nos mandou um email contando todos os detalhes do seu casamento econômico com o Márcio. Eles escolheram um salão com um estilo rústico pra festa, que ficou muito bacana. Tinha até um jardim onde as crianças aproveitaram um monte! Tirando a parte de flores, toda a decoração foi feita pelos noivos: os menus, porta-retratos, tags, bolo fake, topo do bolo e até as lembrancinhas.

Uma das economias da Amanda foi que ela precisou fazer um curso nos Estados Unidos bem antes do casório. Então, adivinha, ela comprou vááárias coisinhas por lá, como o sapato, chocolates para as lembrancinhas dos padrinhos e altas bebidas para o bar self-service que eles montaram. Fora isso, eles ganharam de presente a filmagem e o vestido da noiva, então só alegria!!

Vamos ver?

“Olá equipe do Casando sem grana, vim aqui contar um pouco da minha história pra vocês. Eu conheci meu marido Márcio no final de 2009. Nos conhecemos através das irmãs dele, pois antes de entrar na faculdade eu trabalhava de manicure no salão delas. Então foi no natal de 2009 que elas criaram uma situação na qual nos conhecemos de surpresa e assim começamos a conversar todos os dias, na época via MSN. Resumindo, começamos a namorar em fevereiro de 2010 e foi em 2012 que eu fui fazer um intercâmbio de 6 meses no EUA. Nesse período percebemos que queríamos passar o resto da vida juntos. Desde o início da faculdade eu já sabia que queria fazer minha pós-graduação em Campinas e eu deveria começar em agosto de 2013. Foi ai que decidimos que economicamente seria mais viável morarmos juntos. Então foi dia 31/12/2012 que ficamos noivos, fizemos algo bem simples, aproveitando a festa de fim de ano e logo marcamos o casamento para 19 de julho de 2014.  Fomos morar juntos em julho de 2013 e desde que marcamos a data já planejávamos o casamento.

Vamos então aos preparativos, no início queríamos algo bem simples pra no máximo 100 pessoas e durante o dia. Começamos pela igreja, meu pai é músico e sempre tocou nas missas da Catedral de Piracicaba, sendo assim decidimos nos casar lá. Então ganhamos a taxa da igreja devido aos serviços do meu pai. Em seguida, fechamos o contrato do salão, que da nossa cidade era o que tinha melhor custo-benefício, já que a faixa de preço dos salões de festa de Piracicaba estava entre 3500-10000 reais!! Achamos um absurdo estes preços, mas encontramos um que já tinha um jardim bonito, com iluminações coloridas e o próprio salão já tinha uma decoração rústica, as cadeiras de ferro e as mesas redondas. Outro grande adicional do salão é que ele possui uma danceteria com todos os equipamentos de som e iluminação, telão etc. Também a proprietária do salão estava terminando de reformar a cozinha então ela nos deu um desconto: o valor inicial era de 2500 reais + 800 do trabalho do DJ, e ela fez 2500 reais tudo, sendo assim não pagamos o DJ.

Segundo contrato que fechamos foi a fotografia, fechamos com um fotógrafo super experiente que fez as fotos de todos os casamentos da minha família, também não ficou muito barato, mas perto de outros que cotamos este ainda era o mais em conta. Saiu por R$2400 as fotos + álbum com 140 fotos + quadro com foto dos noivos + livro de visitas + marcadores de mesa. O mais legal foi que como nos decidimos não contratar cerimonial, o fotógrafo fez todo o serviço de organizar os cortejos, as fotos e de nos orientar e não cobrou nada a mais por isso.

Terceiro serviço contratado foi o buffet, fechamos com um buffet super tradicional, mas que incluía tudo, desde bebidas (fora cerveja) até o bolo e os doces. Nesse ponto, minha mãe se prontificou a pagar 70% dos convidados, e a cerveja conseguimos consignado, pagamos apenas o que foi consumido.  Fechamos então um cardápio simples, mas que todos iam gostar: mesa de frios + coquetel + massas, seguido de doces, bolo e café.

Quarto e último serviço, fechamos com a floricultura para decoração, depois de pesquisar muito decidi que o preço cobrado pelos floristas considerados os “melhores” da cidade estava abaixo de muitos outros, então fechei com eles. Mas pedi algo bem simples, na igreja apenas dois arranjos no altar, mesmo porque em Piracicaba foram proibidas as decorações exageradas na igreja. E na festa, pedi somente a montagem da mesa do bolo e escolhi os arranjos mais simples de mesa que eles tinham.

O vídeo de casamento inicialmente não teríamos, mas meus pais quiseram dar de presente a filmagem.

O meu vestido foi alugado, eu queria algo simples e bonito, então fui nos ateliers de Piracicaba com a foto do vestido que eu tinha encontrado na internet para fazer um orçamento do valor do primeiro aluguel. Chegando lá a costureira estava terminando de fazer o mesmo vestido para primeiro aluguel de outra noiva, e então eu acabei escolhendo o vestido como segundo aluguel. O valor cobrado foi de R$2500, também não achei barato, mas como era exatamente o que eu queria e nós estávamos começando a planejar o casamento com 1 ano e meio de antecedência, decidir que dava pra ir pagando aos poucos até o casamento. Mas, mais uma vez, minha mãe resolveu me dar de presente o vestido também.  E a taxa de cartório meus pais também pagaram.

Os outros detalhes foram feitos por nós. Fizemos os convites, encontramos um modelo na internet que saiu por 1200 reais o cento, então resolvemos fazer nós mesmos, gastamos 200 reais para isso. Eu mesma fiz a arte do convite, compramos o papel numa fábrica de papel em Campinas, imprimimos em casa na nossa impressora multifuncional e compramos os doilies de papel pela internet. Fizemos um a um e depois fizemos as tags com os nomes dos convidados e os convites individuais. Como não queríamos que o casamento fosse muito formal, não definimos lugares nas mesas e sim definimos áreas do salão por cores, tais como, família da noiva = vermelho, família do noivo = verde, amigos da noiva = amarelo e amigos do noivo = azul.

Foi em marco deste ano que tive de fazer um curso em Washington, EUA, que foi pago com os recursos do meu mestrado e decidi que essa seria uma oportunidade para comprar umas coisas por lá. Comprei então um pacote bem grande daqueles chocolates kisses da Hershey’s para fazer as lembrancinhas dos padrinhos. Comprei meu sapato lá também, um scarpin prata com solado azul próprio para noivas que custou U$70 na Amazon. Comprei meu vestido do casamento civil na Forever 21 e paguei U$12. E também aproveitei para passar no duty free na volta para comprar algumas bebidas, pois queríamos fazer um bar “self-service”, pois contratar um bar man sairia muito mais caro. Aproveitei as promoções e comprei 4 garrafas de whiskies, 6 de vodka e 2 tequilas. Pagamos tudo muito mais barato que se fosse comprar direto no Brasil então valeu muito a pena.

Para a lembrancinha dos padrinhos, compramos e pintamos caixinhas de mdf e dentro colocamos os chocolates e embrulhamos com uma fita dourada. Para as madrinhas eu mandei fazer na Elo7 nécessaire bordadas as nossas iniciais. Para os pais, escolhi uma mensagem bem bonita e coloquei dentro de uma caixinha com uma nécessaire e um mini vinho. Também fizemos os menus que ficaram nas mesas, os tsurus usados na decoração, fizemos os porta-retratos usado para a mesa das homenagens, o videoclipe de fotos que passou no telão também fizemos, o bolo fake o Márcio fez com isopor e massa corrida e decoramos nos padrões da nossa festa, o topo do bolo nos queríamos um casal de gatinhos, então pegamos um enfeite da minha mãe e transformamos em um casal de noivinhos (que fez o maior sucesso rsrs). Mas o auge da festa para as crianças foi que fizemos uma mesa de guloseimas para elas e colocamos no jardim, enfeitei com alguns cata-ventos, fiz cupcakes de chocolate, brigadeiro e compramos confete, gominhas, jujubas, pirulitos etc. Tudo foi colocado para elas se servirem a vontade, e tivemos o cuidado de não colocar nada que tivesse amendoim para não dar alergia, e nem balas com papel que os pequenos pudessem engasgar. As crianças foram um show a parte com os doces e correram e brincaram no jardim o tempo todo. Para o bar, contratamos um garçom (R$120) para servir as doses para não ter desperdício, deixamos limão, sal, energético e sucos para servir com as bebidas, e não preciso nem falar que a tequila foi o sucesso da festa.

Outra coisa foi a roupa do noivo, fomos alugar o traje completo dele e não só não fomos bem atendidos como as roupas deles estavam muito ultrapassadas, então o noivo decidiu usar seu próprio terno e complementou o look comprando camisa, colete e gravatas mais modernas, e claro a flor na lapela que os floristas nos deram de brinde, tanto para o noivo como para todos os padrinhos.

No final foi tudo ótimo, fomos para o salão bem cedo colocar a nossa “contribuição” para a decoração, também fiz uma lousinha inspirada em uma que vi na internet. Foi então que os decoradores chegaram e levaram muito mais coisas que pagamos, eles colocaram tecidos na entrada do salão, montaram uma mesa linda para o café com um arranjo enorme de flores, levaram vários arranjos de flores para minha mesa das homenagens, enfeitaram a escada da entrada e muitos outros pequenos detalhes.

O buquê ficou lindo e eu usei junto um terço de prata que foi presente do meu avô para minha avó no dia em que eles começaram a namorar. Para as daminhas nós compramos os vestidos, eu e minha mãe, eu encontrei eles numa promoção na Zara custaram 60 reais cada, então eu fiz a tiara de flores artificiais e os buquês de pirulitos.

O casamento foi melhor do que imaginávamos, tudo deu certo, todos dançaram, as crianças adoraram, e como casamos as 16:00h as fotos ficaram incríveis pois pegamos o pôr do sol. Fomos tirar fotos na ESALQ, em Piracicaba. As pessoas ficaram super a vontade na festa, pois não colocamos muito protocolo. E outro detalhe foi que o padre que fez nosso casamento era primo da minha mãe e resolveu cantar Ave Maria de surpresa e todo mundo ficou super emocionado. Ah os músicos eram todos amigos do meu pai e não cobraram o serviço, tinha um teclado, um violino e um violoncelo. Foi tudo muito lindo e perfeito, e as pessoas me perguntam, valeu o trabalho de fazer tudo sozinhos e não ter uma cerimonialista? E eu digo com toda certeza, valeu sim e muito!! Faria tudo de novo.”

 

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (1)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (36)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (35)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (2)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (3)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (4)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (5)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (6)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (7)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (8)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (9)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (10)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (11)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (15)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (16)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (13)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (14)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (12)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (17)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (25)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (27)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (28)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (20)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (18)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (19)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (22)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (23)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (24)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (30)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (29)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (31)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (26)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (21)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (33)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (34)

casamento-economico-interior-sao-paulo-estilo-rustico-decoracao-faca-voce-mesmo (32)

Super beijo!

fornecedores

Local – Espaço São Lourenco | DJ – DJ Xacra (19)34113647 (djxacra@hotmail.com) | Músicos Igreja – Teclado  (19) 34336005/ Violino  (19) 996587015 | Buffet – Buffet Margarida |  Fotografia – Foto Perez | Floricultura – Sempre Victoria (19)34340563/ 34354164 (netorodrigues35@hotmail.com)

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d