Inspiração | Os noivados da Ariane e da Adriana
Noivado

Inspiração | Os noivados da Ariane e da Adriana

Olá, olá, minha gente!

Tem mais inspirações pra vocês que estão na correria dos preparativos dos seus noivados! A Ariane e a Adriana são de São Paulo e tem dois relatos um pouco parecidos pra compartilhar com a gente!

A Ariane, noiva do Bruno, teve como inspiração para a festa de noivado os anos 80. Então a decoração, as músicas, o cardápio, tudo tinha a ver com a época. Foi super diferente e divertido. Até o vestido que ela usou foi o vestido de noiva da mãe dela repaginado…totalmente retrô!

Já a Adriana e o Junior fizeram o noivado com o tema infância. Eles chamaram todos os convidados pra comemorar com eles em uma pizzaria e decoraram tudo com brinquedos antigos. Foi bem divertido e colorido!

Vamos ver?

Ariane e Bruno

noivado-economico-tematico-anos-80 (15)

“Olá, meninas!

Sou de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, e sigo a Sammia há muitos anos, desde quando ela tinha o blog, no período pré site.

Depois de 7 anos de namoro e um pedido de noivado lindo, eu e o meu noivo decidimos comemorar o nosso noivado com toda a nossa família no dia 29/03/2014, um mês depois do nosso aniversário de namoro.

Tema

Queria que fosse alguma coisa bem a nossa cara, por isso, quis usar como inspiração a música que ouvimos no nosso primeiro encontro “Lado B Lado A” do Rappa, porque eu sou o lado A (Ariane) e ele é o lado B (Bruno), pensando nisso, lembrei da coleção de discos do meu pai e como um passo de mágica os anos 80 apareceu como inspiração.

Papelaria (convite, menu e tag da lembrancinha)

Eu comprei papel adesivo e papel couchê, e eu mesma montei os convites usando o paint e o word, fiz um disco (escrito lado Ariane na frente e lado Bruno no verso) e coloquei um coração de cartolina com o nome do casal ou da família convidada no meio.

Depois, imprimi o que era em preto e branco em casa mesmo, enquanto o que precisava de impressão colorida eu tentei aproveitar o máximo que pudesse na mesma página e imprimi em um bazar perto do meu trabalho. Comprei envelopes colocar o convite. E comprei cartolina dourada para colocar no envelope.

Para os menus eu peguei no google imagens capas de filmes dos anos 80 que eu amo e montei uma espécie de moldura, acabei montando dois tipos. Por fim, resolvi colocar nas lembrancinhas um aviso com a data do casório para todos os convidados já reservarem a data na agenda.

Vestido

Como o tema era anos 80, nada mais perfeito do que usar um vestido da época, não é mesmo? Então, eu aproveitei para usar o vestido que a minha mãe usou no dia do casamento, 31 anos atrás. Só cortei um pedaço do forro porque ele ficou desigual com o tempo, mas foi bom porque deu uma transparência. Depois de muita dúvida, tirei as mangas bufantes, porque já tenho ombro largo e as mangas não ficaram bem em mim. Minha mãe é mais baixa do que eu, então usei uma sapatilha. E o único custo que tive foi com a lavagem, porque, pasmem, a minha mãe guardou o vestido sujo por todos estes anos. 

Salão

Eu reservei o salão do meu condomínio que é aberto de todos os lados, porque era a opção mais barata, mas faltando 4 dias para a festa eu me assustei com a previsão de tempo e meus pais resolveram correr atrás de um salão fechado. 

Posso dizer que essa foi a melhor coisa que fizemos, porque caiu uma chuva torrencial no dia. Por sorte, encontramos um salão com TUDO e no pacote ainda o dono do salão, que comprou bexigas, amarrou fitilhas e as colou coladas com adesivos no teto da mesa do bolo (para dar aquele efeito de gás hélio), ajudou a servir as bebidas, fez 20 litros de suco de laranja natural e ajudou na decoração. Tudo isso por apenas 400 reais.

Decoração

Pintamos 100 prendedores com esmaltes velhos da minha mãe, para ficarem bem coloridos. E revelamos 90 fotos da nossa infância e 10 do pedido de noivado em uma promoção de compra coletiva por 19,90 com frete incluso. Escolhemos fotos da infância, para que os nossos convidados relembrassem dos anos 80 e 90, e porque resolvemos guardar as nossas fotos juntos para o telão do casamento. O bacana foi que os convidados levaram algumas fotos de lembrança e fizeram questão de levar os prendedores junto porque acharam bem bonitinhos.

Pegamos brinquedos do meu noivo e da minha cunhada dos anos 80 para enfeitar a mesa de guloseimas, eram tantos que tivemos que fazer uma triagem. Meu noivo montou com as nossas fotos o marcador das mesas (de 0 a 10 anos). E peguei alguns discos da coleção do meu pai para enfeitar as paredes da entrada, infelizmente nas fotos não dá para ver todos, porque a parede era bem estreita.

Música

Fiz uma playlist com música dos anos 80 e comecinho dos anos 90 e baixei tudo no 4shared (é só digitar o nome da música ou do artista + 4shared no google), coloquei no pen drive. O meu noivo conseguiu pegar emprestado uma caixa de som com um amigo e colocamos o som na pista de dança.

Fotos

Encontrei no santo facebook, uma propaganda de promoção de cobertura fotográfica de 4 horas para festa infantil, mais dvd com capa personalizada com todas as fotos tiradas da festa em alta resolução, mais duas revelações de 18×20 por apenas R$180,00, Perguntei para a fotógrafa, uma fofa, se ela faria o mesmo preço para uma festa de noivado e ela topou. Depois de 13 dias ela foi até o meu trabalho entregar as fotos (cerca de 520), que eu amei. 

Cardápio e a mesa das guloseimas

A minha sogra encomendou salgadinhos para a entrada e as trufas da lembrancinha. Enquanto a minha mãe, que é uma cozinheira de mão cheia, preparou todo o jantar.

Meu pai comprou toda a bebida, e como eu estava obcecada pelos anos 80, liguei em todos serv-festas da cidade atrás de garrafinhas pequenas de refrigerante, para ficar com mais cara dos anos 80.

Na véspera do noivado enrolamos brigadeiros e beijinhos para colocar na mesa do bolo.

Eu queria uma sobremesa gelada, porque aqui faz um calor tão grande que a cidade é conhecida como Hell Preto, mas queria sair do sorvete. Então decidi fazer o que chamamos aqui de juju (mas que em outras cidades são conhecidos pelo nome de gelinho, geladinho ou sacolé). Comprei os saquinhos plásticos, sucos de fruta, leite condensado e montei juju de vários sabores. Foi um sucesso, porque todo mundo lembrou da infância, quando saíamos para ir em alguma casa da vizinhança comprar juju por menos de 10 centavos.

Fui em uma loja que vende pacotes de guloseimas na cidade, e comprei todos os doces que lembrassem dos anos 80, guarda-chuvas de chocolate, chicletes coloridos, dadinhos. E para a mesa ficar ainda mais perfeita eu comprei o baleiro giratório, que sempre sonhei em ter. 

Alianças

Junto com a aliança de compromisso, usamos uma aliança de coquinho desde a nossa primeira viagem, quando tínhamos um ano de namoro. Depois compramos uma aliança reserva quando fomos para a praia novamente, mas nunca a usamos. No dia que o meu noivo me pediu em casamento me deu um anel de noivado. Então aproveitamos para trocar essas alianças de coquinho reservas no noivado. Custaram 2 reais o par, mas nos preocupamos mais com o significado afetivo do que com o custo efetivo.  

Bexigão das solteiras

Para fazer uma surpresa para as solteiras eu montei 7 pacotinhos (porque são 7 os anos de namoro) com um anel com pedrinha de pérola e um bilhetinho:

“Você será a primeira da turma a ficar noiva. E pode ser que se case até antes da Ariane”

“Você será a segunda a ficar noiva. E vai se casar no segundo semestre de 2015, logo depois da Ariane”

“Você será a terceira a ficar noiva. E o teu pedido de casamento será mágico”

“Você será a quarta a ficar noiva. E no dia do teu casamento o clima/tempo estará perfeito”
 “Você será a quinta a ficar noiva. E vai ter uma festa de casamento linda, cheia de pessoas que te amam”

“Você será a sexta a ficar noiva. E vai ter uma lua de mel dos sonhos”

“Você será a última a ficar noiva, mas não desanime, porque quando você for se casar a sua casa estará pronta do jeito que você sempre sonhou.”

Foi bem divertido, no começo eu não consegui estourar, então chamei meu amado para me ajudar. Depois sobrou um pacotinho porque só tinham 6 solteiras na festa. E agora vamos esperar para ver se elas vão se casar seguindo aquela ordem mesmo.

Posso dizer a vocês que valeu muito a pena fazer a festa de noivado porque foi um ensaio para o casamento. 

Um grande beijo para cada uma de vocês!”
noivado-economico-tematico-anos-80 (1)

noivado-economico-tematico-anos-80 (2)

noivado-economico-tematico-anos-80 (3)

noivado-economico-tematico-anos-80 (5)

noivado-economico-tematico-anos-80 (6)

noivado-economico-tematico-anos-80 (7)

noivado-economico-tematico-anos-80 (8)

noivado-economico-tematico-anos-80 (9)

noivado-economico-tematico-anos-80 (10)

noivado-economico-tematico-anos-80 (4)

noivado-economico-tematico-anos-80 (11)

noivado-economico-tematico-anos-80 (14)

noivado-economico-tematico-anos-80 (17)

noivado-economico-tematico-anos-80 (19)

noivado-economico-tematico-anos-80 (23)

noivado-economico-tematico-anos-80 (20)

noivado-economico-tematico-anos-80 (21)

noivado-economico-tematico-anos-80 (22)

noivado-economico-tematico-anos-80 (13)
fornecedores

Salão – Ambiental Eventos (17) 3014-6602 | Fotos – Lilian Girotto Renato Duarte LRfotografia

 

Adriana e Junior

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (12)

“Oie! Meu nome é Adriana e conheci o CSG através da minha melhor amiga da qual fui madrinha de casamento e desde então me encantei pelo blog e virei leitora fiel. A cada post lido, tinha clara a ideia de retribuir de alguma forma as maravilhas que o CSG fez em minha vida, só não sabia como, hoje eu descobri: compartilharei com vocês como foi o meu “Noivado sem grana”.

O Junior e eu nos conhecemos numa confraternização entre o grupo da paróquia e o grupo de educadores de um centro profissionalizante aqui no bairro de Itaquera (“É nóis”, rsrs). Começamos a namorar em 2011 e noivamos em 15/11/2014. Após muita pesquisa e conversa, decidimos que o que mais teria a ver conosco seria um noivado no mundo de Etérnia bem distante daqui, numa pizzaria igual o noivado da Gabi. Queríamos também algo temático e eis que surgiu: INFÂNCIA. E lá fomos nós arregaçar as mangas, rachar as cucas e viajar no tempo, rs.

Confesso a vocês que antes eu pensava que o melhor casamento/noivado sem grana era aquele em que se gastava menos, mas depois entendi que na verdade a ideia é: economizar no que puder sem abrir mão dos sonhos e do que idealizamos para este dia, mesmo que para alguns pareçam coisas malucas ou desnecessárias.

O convite: Nós mesmos fizemos. Tentamos montar algo parecido com um folheto de pizzaria. Achamos um modelo de folheto no Word e personalizamos, pra fechar com chave de ouro, ganhamos a impressão de um amigo, ou seja, custo: R$ 0!

As alianças: Nosso lado nerd falou mais alto e compramos na internet o par por R$222,00 (já incluso o frete) com a gravação: I know – da famosa frase do filme Star Wars entre Han Solo e a Princesa Léia: I love you / I know.

O espaço: Reservamos a espaço na pizzaria La Gran família, pois já conhecíamos os donos e também porque a Camila foi superatenciosa, prestativa e paciente conosco.

A decoração: As toalhas de mesa foram o primeiro item que compramos e quando a senhora da loja me passou o valor total da compra, quase chorei de arrependimento: R$154,00. Pela quantidade e pela qualidade dos tecidos, até que não saiu caro, mas fiquei com aquela sensação de #DESNECESSÁRIO, pois sabia que um forro de plástico ou TNT, por exemplo, sairia bem mais em conta, mas depois de ver o resultado, percebi que não foi desperdício. O espaço ficou bem mais alegre e minha mãe (que foi quem fez as toalhas pra gente com todo o carinho) já deu outros destinos às toalhas que em breve se transformarão em fronhas de travesseiro e pijamas para os meus sobrinhos;

Fizemos a cortina de corações que está bombando nos relatos daqui do blog (Custo R$:0! Uma das madrinhas nos deu o material e outra nos doou a mão de obra, rsrs);

Varal fotos: Tirei a ideia do Chá bar e aniversário da Ju e fechei um pacote promocional onde a revelação de 50 fotos 10 x 15 saiu por R$35,00;

Nas mesas colocamos 10 porta-retratos que são “confissões” de coisas que se imagina quando se é criança e depois que crescidos, rimos de nós mesmos. Fizemos nossos próprios relatos, desenhamos a ilustração da forma mais infantil possível (foi um momento bem divertido, rs) e revelamos a arte final junto àquela promoção das fotos. Cada porta-retrato custou 1 real, numa loja de “1,99”;

O bolo: Meu noivo e eu trabalhamos num centro profissionalizante. Pois então, lá entre muitos cursos, há o de gastronomia. O Vitor Ferreira é um talentosíssimo ex-aluno que trabalha com bolos, doces, decoração (e faz cada coisa linda!). Encomendei um bolo de chocolate com recheio de morango (2 quilos) + 50 brigadeiros de copinho por R$180,00;

As colherzinhas do brigadeiro, comprei no Elo7 por R$64,60 (já incluso o frete). Um dos padrinhos, que chegou cedo, me ajudou com as colheres e esqueceu de colocar algumas com outros temas, mas, faz parte, rsrs.;

Numa loja de festas compramos a toalha da mesa de bolo e 30 sacolinhas-surpresa daquelas que ganhávamos antigamente nos aniversários. Num depósito de doces, compramos as bolinhas de gude que deram a sustentação para os cata-ventos da mesa de bolo, todos os doces e brinquedos da nossa época que encheram as sacolinhas-surpresa e fizeram a galera viajar no tempo. (Perdi as notas dessas compras, mas se não me falha a memória, gastei + ou – R$90,00);

As tags das sacolinhas-surpresa: achei um modelo na net e o Junior imprimiu tudo em casa. Gastamos uns R$50,00 na papelaria com fita adesiva, papel celofane, cola, etc;

As bandejas de MDF: foi um empréstimo da noivinha Glaucia e da minha linda madrinha Dayse que compraram as peças para um chá bar e foram umas lindas ao me emprestarem tudo sem cobrar nada (Muito obrigada, meninas!);

As pizzas: Todo mundo comeu a vontade, o sabor que quiseram e isso nos custou R$358,00. Pois, conforme descrevemos nos convites, cada casal/família pagaria a sua. Quando surgiu essa ideia, chegaram a me questionar: “Não fica chato que os convidados tenham que pagar?” Respondi que quem gostasse da gente de verdade, faria o esforço, e que o presente que nos dariam de noivado seria justamente esta colaboração; e deixei a vida me levar, rs. No fundo, no fundo, eu fiquei com medo sim, de “pegar mal”, mas os convites já estavam entregues com essa condição descrita. E quer saber? Por mais sensacional que seja uma festa, sempre haverá alguém que reclame, então, paciência! Era o que tínhamos pro momento. Mas não tivemos problemas nenhum, pelo menos na nossa frente, ninguém reclamou, rsrs.

Ao todo, pelas nossas contas, gastamos (arredondando) R$1.165,00 para um jantar para 32 pessoas. E rodeados da família, amigos e boas lembranças, ao som dos clipes que selecionamos pra embalar nosso sábado, realizamos o nosso noivado.”

 
noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (4)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (1)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (2)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (3)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (7)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (6)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (5)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (8)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (9)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (10)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (11)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (13)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (14)

noivado-economico-por-adesao-tematico-infancia-brinquedos (15)
 

fornecedores

Alianças – Sempre Joias | Pizzaria – La Gran Familia | Revelação das fotos – Foto Continental (11) 2205-8366) | Bolo e brigadeiros – Vitor Feitosa | Doces e brinquedos das sacolinhas – Vini Doces  (11) 2071-4099

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d