Planejamento POR ONDE COMEÇAR? Por onde eu começo?

Como planejar passo a passo um casamento em apenas 3 dias

Seja por uma paixão avassaladora, por qualquer tipo de problema que demande uma união as pressas ou por que vocês simplesmente decidiram, eu digo SIM: é possível! com ou sem festa, hoje, quero ensiná-los como planejar passo a passo um casamento em apenas 3 dias!

Sem caos, sem treta ou caô: partindo dos princípios básicos da organização e do entendimento do tempo, você pode simplesmente ter tomado a melhor e mais leve decisão da sua vida (e não o contrário!). Te explico como agora 🙂

Jesus acode: Por onde eu começo?

CALMA! Calma, cavaco. Respire e vamos comigo pensar de forma lógica utilizando o princípio da minha Pirâmide das Prioridades (e sim: eu arrumei a bichinha). Essa pirâmide, como expliquei no post de organizar um casamento pelo Método das Finanças, serve para que você enxergue a ordem das prioridades em seu evento e não saia escolhendo acessórios antes mesmo de saber onde e quando vai se casar! Entende?

Mas ela serve pra tudo, inclusive a organização do seu casamento em apenas 3 dias. Veja só:

piramides-das-prioridades-casando-sem-grana

Vamos começar pelos Relacionamentos que formam a base dessa pirâmide. Eles estão alí como um lembrete para que não se esqueça que a maior motivação de se casar – mesmo que nessa correria seja por causa de uma documentação necessária, um plano de saúde ou qualquer coisa que o valha – que o AMOR deve estar em dia e que você tenha a certeza que é a escolha certa a se fazer. Não por obrigação, não “porque já estamos juntos a muito tempo mesmo”, por qualquer medo ou imposição. Vocês devem estar certos e confiantes nesse passo tão importante.

Parece bobagem fazer esse discurso mas o que eu conheço de gente que casa pelos motivos acima citados e pouco tempo depois se separa percebendo a cagada em que se meteu…não é bolinho não!

Passamos para a parte prática, a da Estrutura. Como dito no começo do texto pode se tratar de uma “benção” para os seus nervos esse casamento ligeiro. As preocupações tendem a diminuir afinal de contas TEMOS APENAS 3 DIAS! LEMBRA?! Nesse ponto quero lembrá-lo(a) que, a não ser que você disponha de muita grana no banco (e está nesse blog só de zoação), precisamos diminuir tarefas, preocupações e perfeccionismos. Assim:

ESTRUTURA

Conselho? Pedaço de papel, caderninho, Evernote, aplicativo XYZ ou o raio que o parta: prepare um lugar para fazer anotações!

  • Civil – O mais importante. Comece pesquisando pelo cartório mais próximo do domicílio de um dos noivos, ligue, peça todas as informações, tire todas as dúvidas, anote a lista de documentos necessários e marque o dia da assinatura. Pergunte o valor da taxa (faça uma anotação para sacar dinheiro) ou, se não tiver condições de pagar por esse registro, informe-se das regras para liberação dela.
  • Igreja – Você faz muuuuita questão? Se sim, ligue pro pastor, para a diocese, para o babalaô, pro mestre e pergunte se dá tempo de uma benção. Avise do pouco tempo disponível e pergunte se precisar pagar. Na igreja evangélica (até onde me lembre) existe a possibilidade de uma “benção especial” das alianças no culto de domingo. Quem optava por ela, no final da reunião dominical, distribuía (não obrigatório) uma lembrancinha qualquer para os irmãos e, algumas vezes, cortava um bolo e zaz. Fica a dica.
  • Convidados – Não aparece na pirâmide mas assim que a gente 1. define a data e 2. faz as contas para saber quanto vai poder gastar, já pode começar a pensar em quem vai chamar. De novo: você tem apenas 3 dias! Chame só a aquela tchurma super super super íntima definindo a quantidade principalmente pelos dois ítens a seguir:
  • Espaço – Quer comemorar? Praticidade é a palavra: procure quem tenha um salão, casa confortável e/ou um quintal disponíveis. Se for um salão de prédio verifique se há móveis (mesas, cadeiras, ect), o valor da taxa e se é preciso preencher algum papel para a reserva (verifique se alguém pode fazer isso por você) e todas as demais regras do local. Baixe aqui o nosso e-book que ensina tudo sobre casamentos no salão (play) de um prédio.
    – Se for quintal ou qualquer outro espaço aberto certifique-se que há um plano B para abrigar os convidados em caso de chuva (e não se esqueça de verificar a previsão do tempo). Combine a quantidade de cadeiras/mesas com o dono desse quintal para a quantidade de pessoas que você está convidando.
    – Se for apenas sua casa ou a de alguém, esteja atento ao tamanho do espaço e entenda que não vai dar para chamar muita gente.
  • Alimentação – Se você puder contar com alguém que se disponha a ajudar e com um espaço que disponha de churrasqueira…então formô: faz um churras! Deixe alguém com a missão de comprar as carnes (ou os espetos – muito mais prático) e as bebidas (ou peça ajuda da galera para cada um levar alguma coisa). Aqui há uma calculadora da quantidade de comida e aqui um post completo sobre o assunto para ajudá-los a saberem uma média dos gastos.
    – A família pode acabar sugerindo preparar algo em casa como lanches, tortas, pão com carne louca e etc. Mas eu pediria calma: o tempo é curto e o stress de preparar tanta coisa pode ser grande.
    – Não tem muita ajuda/tempo/desejo de churrasco? Passa naquela padoca queridona e encomende algumas gostosuras: lanche de metro, torta doce, salgada, bolo e o que mais der na telha.
  • Roupas – Vai comprar uma peça nova? Passe nas lojas do bairro (nada de fazer uma pequena viagem atrás de roupa nesse momento!) e compre somente se a peça for versátil para ser usada outras vezes. Nada de comprar por impulso: pense no orçamento e, se ao menos, você poderá vender, doar ou reutiliza-la com facilidade depois. Confirme com o mô se ele(a) vai querer comprar algo também. Do contrário, orçamento apertado, peça um vestidinho emprestado para a amiga ou use o que você já tem.
  • Foto e vídeo – Registro é MUITO importante. Se você tem um dimdim a vista ou pode parcelar, dê uma conversada com os nossos fornecedores e quem tem agenda terá o maior prazer em fazer um preço especial para um enlace mais simples como o seu. Se tiver um amigo que fotografe muito bem, você tem mais uma opção.

Só aqui você já tem quase tudo pronto mas ainda dá tempo de mais alguns detalhes…

IMPORTANTE

  • Decoração – Se você tiver garrafinhas/potes/vasos em casa – e der tempo – compre um maço de flores (as mais simples e baratas) na floricultura do bairro e pronto! Do contrário use os arranjos de flores, mesmo que artificiais, que porventura alguém possa lhe emprestar.
    – Se tiver apenas civil você pode comprar algumas flores e pedir para a vendedora fazer um pequeno buquê e levar com você (fica uma graça em um registro fotográfico).
    – Se nada disso der tempo simplesmente relaxe e curta. Flores são lindas mas sem elas você se casa, tá? 😉
  • Música – Monta ou já pega pronta playlist no Spotify e se joga na festinha! Olha essa aqui que MARA!!!
  • Convites – Tem tempo não! Manda “zap-zap” (se der mais tempo monta um grupo pra chamar todo mundo de uma vez e depois silencie por 1 ano, hahahaha).
  • Dia da Noiva – Ligue lá no seu salão favorito e implore um encaixe. Escovinha, meio preso e maquiagem rapidinha! Show!
  • Alianças – Troquem essa aí de dedo (se tiver uma cerimoniazinha de leve) e, depois, com calma, troquem por outra, se desejarem.
  • Lembrancinhas – Segue uma listinha de coisas rápidas, baratas e úteis:
    – Pegue na padaria/doceria – pão de mel, cupcakes ou qualquer tipo de saquinho/docinho bonitinho (enfeite com uma TAG – se der tempo de imprimir – com o nome de vocês, data do casamento e um “Obrigado pela presença”).
    – Veja se a floricultura tem disponíveis alguns vasinhos simples com flores ou até mesmo mini suculentas e tente fazer a técnica da TAG.
    – Tem rápido e fácil acesso a um centro de muambas? Procure por chaveiros simples, em um formato a sua escolha (coração, passarinho, casalzinho, etc) e presenteie.
    – Que tal uma daquelas paçoquinhas AMOR ou uma trufa?
    – Um abraço bem apertado e um sincero MUITO OBRIGADO pela presença e carinho de cada pessoa querida.

ACESSÓRIOS

Bom, aqui vem tudo o que der tempo (coisa que você tem pouco – relembrando para que você tenha cuidado). Veja essa lista:

  • Acessórios – brincos, arranjos de cabelo, sapato novo, perfume especial, gravata e tudo o que você queira usar;
  • Algum tutorial – de novo: cuidado para não arranjar pra cabeça! Aja com a razão agora;
  • Lua de Mel – dica? marque depois dessa correria.
  • Doces finos, bem casados e o bolo – se essas gostosuras estiverem na rota, ou de preferência onde você vai comprar toda a comida, melhor. Caso contrário – e você faça muita questão – peça para alguém cuidar disso pra você. No caso do bolo vale até um caseirinho, né? Só não me inventa moda! hahahaha!

Bônus irmandade: Organizador de tarefas

Só um exemplo para te ajudar a relembrar do que fazer e quem pode te ajudar. Certifique-se que tem Power Point instalado em seu computador e que você sabe (ou alguém que possa te ajudar) baixar e descompactar um arquivo zipado. Obrigada, de nada 😉

como-organizar-casamento-passo-a-passo-em-tres-dias-casando-sem-grana
CLIQUE NA IMAGEM PARA BAIXAR

***

Ufa!
O post ficou enorme mas entreguei tudo mastigado, falaí. Quem sabe não comecem a rolar cada vez mais casamentos ligeiros como nesse modelo, assim, só por que agora ficou moleza. E ah: volto em breve com outros tipos de prazos e suas organizações, beleuza?

Até e beijos!

assinatura_sammia

Imagem de capa: Shutterstock


[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d