Casamento real e econômico | Flávia e Márcio real e econômico | Flávia e Márcio
Casamentos HISTÓRIAS REAIS SÃO PAULO Sudeste

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Para Flávia e Márcio 3 meses pra preparar o casamento parecia um tempo bom, dado que eles não iriam fazer nenhuma recepção, mas as coisas mudaram e resolveram reunir apenas as pessoas mais próximas. Aí foi correria, mão na massa e no final deu tudo certo.

Vem ler!

“Gostaria de dividir com vocês a história do meu casamento e agradecer as dicas que encontrei aqui, pois me ajudaram a otimizar os meus recursos e vislumbrar todos os detalhes. Enfim, o sonho tornou-se realidade e o resultado foi exatamente como havia planejado!

Nossa história começa assim: meu noivo e eu resolvemos marcar a data do casamento sem uma antecedência razoável para os preparativos: apenas 3 meses antes! Inicialmente isso não seria um problema uma vez que não haveria nenhuma recepção ou festa, mas depois de irmos ao cartório deu aquele apertinho no coração e uma voz que dizia: queria tanto me vestir de noiva.

Decidimos, então, ter uma pequena recepção, um mini wedding, apenas para registrarmos o momento. Foi a melhor decisão que tomei! Devido ao pequeno número de convidados (apenas padrinhos, madrinhas, familiares diretos e amigos bem próximos e que fizeram parte da nossa história), cerca de 45 convidados, consegui personalizar e dar atenção especial a cada um além de curtir o casamento do começo ao fim… Segue um pouquinho de como foi, talvez possa inspirar as noivinhas que pensam em eternizar o momento sem gastar rios de dinheiro:

Como o tempo era curto a única opção que tinha era pagar os fornecedores a vista ou no máximo em 2 vezes. No entanto, foi bom porque consegui bons preços, afinal, pagando a vista conseguimos pechinchar bastante. 🙂

As lembrancinhas eu mesma que fiz (inspirada no faça você mesma do site). Economizei cerca de 75% e ficaram com o meu toque especial, além de ter sido muito divertido fazer. Ah, as lembrancinhas dos padrinhos e madrinhas eu mesma quem fiz e quando entreguei fiz questão de falar para que se sentissem especiais e o retorno deles foi muito gratificante.

Economizei também nos convites pois mandei todos por email. Para os parentes que não tinham acesso a email como vó, vô, etc, fui até uma gráfica e imprimi o modelo/desenho que havia feito em papel vergê, recortei, colei umas pedrinhas (que vende em loja de biju) coloquei uma fitinha de cetim no tom que tinha escolhido e pronto, ficou lindo e baratíssimo rs.

O local escolhido foi um restaurante super aconchegante em Sousas, Campinas – SP e com um atendimento e visual espetacular, o que me fez economizar com decoração, pois o local já era bonito e bem verde. Como queria ter música na cerimônia, pesquisei bastante antes para decidir – com uma boa pesquisa você pode se surpreender!

Na decoração também coloquei um pouco dos meus detalhes e a mão na massa: fiz a lousa escrita “Estou casando com meu melhor amigo” – e o noivo amou rs. Aproveitei garrafas e reciclei decorando e colocando fotos nossas. A lembrancinha dos padrinhos/madrinhas fiz também com as garrafinhas maiores (recicladas) e coloquei uma caixinha bem simples, mas ficou legal. Com a decoradora mesmo foram só algumas flores, porque como disse o local era bem verde, e alguns poucos acessórios para a mesa do bolo e o local.

Para as fotos de confiança e muito bom, nesse item é importante ser um bom profissional, e economizei cortando algumas opções que não eram tão importantes para mim, como por exemplo o ensaio pré casamento e o making off do dia da noiva.

O dia da noiva fiquei super em dúvida se faria ou não, por causa do preço, mas fui convencida a fazê-lo e consegui reduzir o valor do pacote negociando itens que achava desnecessários.

Sou bem detalhista e para garantir que tudo acontecesse como queria tive uma cerimonialista que me ajudou no dia, reduzi custos cuidando de tudo antes e a contratei apenas para garantir que o que havia planejado ocorresse. De fato foi fundamental para o andamento da cerimônia. Elas são de fato espetaculares.

Dica: Apostei em emoção ao invés de gastar dinheiro com coisas mirabolantes: como eram poucos convidados escrevi para cada um uma mensagem individual e de agradecimento, mostrando a importância de cada um naquele momento, que foi entregue antes da minha entrada, muitos se emocionaram bastante.

E o resultado foi o enfim casados e felizes! Tudo saiu perfeito, como queria e percebi que com planejamento, foco e muita pesquisa é possível fazer seus sonhos acontecerem sem gastar horrores.”

Beijos!

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

 

 

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

Casamento real e econômico | Flávia e Márcio

 

Fornecedores

Local: Restaurante Bouquet Gani-Sousas | Decoração: Claudete Rodrigues | Músicos: Brevíssima música para casamentos | Fotos oficiais: Studio E-print – Denis Camargo | Cerimonialista: Mel Braga | Fotos complementares: Luana e Marcos Cardoso

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d