Noivado real e econômico | Pollyanna e Éder - Casando Sem Grana
GOIÁS

Noivado real e econômico | Pollyanna e Éder

No noivado real e econômico de hoje vamos conhecer a história da Pollyanna e Éder, de Goiás, que rapidamente após um pedido de namoro veio um de casamento. Com muitas coisas feitas a mão e muita economia (teve até árvore de maçã do amor!), esse é mais um relato que prova que tudo é possível!

“O Éder e eu nos conhecemos no Seminário Presbiteriano Renovado, unidade de Goiânia, quando eu comecei a estudar lá, ele já estava no 3º ano. Não éramos amigos, mas como são poucos alunos, então conversávamos frequentemente. No dia 21 de dezembro de 2014 fomos a um casamento de um colega do seminário, e só fomos nós dois, ninguém mais foi, aí na volta ele me pediu em namoro. Levei um susto pois não havia percebido nenhuma demonstração de interesse da parte dele. Falei para orarmos e após quase dois meses, no dia 16/02/16, aceitei o pedido. Com sete meses de namoro, em um mirante da nossa cidade que somos acostumados orar, ele me pediu em casamento. Fiquei muito feliz e emocionada, e aceitei. De lá fomos a um restaurante romântico jantar. Decidimos fazer um jantar comemorativo de noivado, no dia 10/10/2015, até mesmo para nossas famílias se conhecerem.

Quis fazer um jantar de massas, a decoração foi tudo DIY, que vimos aqui no CSG e outros sites. Lanternas de lata de leite em pó, garrafas pintadas e a minha pupila da decoração foi uma árvore de maçãs do amor (que deu muito trabalho), mas ficou linda e as maçãs foram as lembrancinhas. Fizemos no salão de festas onde o Éder tem um apartamento. Lá cabiam apenas 60 pessoas, então fizemos para 64, porque nossas famílias são grandes, além das famílias chamamos nossos pastores e amigos muito íntimos.

As pizzas a família do Éder fez, o macarrão minha família fez. Não sei quanto que ficou. Montei os docinhos, goiabada com queijo em formato de coração e compramos tudo para fazer brigadeiro de copinho (mas não deu tempo). Os convites ficaram lindos: nós fizemos com a ajuda do irmão do Éder. De flores comprei apenas um maço de alstroemeria e um de aster. Loquei forros de mesa e taças. Os pratos brancos, talheres, som e projetor pegamos emprestados da igreja. O bolo a irmã do Éder fez. O gasto com a decoração, incluso a árvore de maçãs, e locações, ficou em R$ 315.

Tenho uma câmera profissional e já fiz cursos, mas não teria como eu mesma tirar as fotos então deixei meu sobrinho adolescente tirando porque ele é uma pessoa disposta, mas não monitorei a questão qualidade e quantidade, então esse quesito não me agradou muito, até mesmo porque tinham muitos espelhos no salão e sempre apareciam as pessoas como fundo da foto, rsrsrs.

Tivemos alguns contratempos, como exemplo, esquecemos de colocar água na garrafa de alstroemeria. Mas mesmo assim, fiquei muito feliz com o resultado. Um amigo do Éder fez um vídeo com fotos nossas e passou em um determinado momento da festa. O Éder cantou um música que compôs pra mim e cantamos outras duas juntos. Nossos pastores falaram brevemente e foi lindo!  Por ser nossa primeira festa organizada juntos, achei que ficou ótima.

Espero que gostem.”

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Noivado real e econômico Pollyanna e Éder

Fornecedores

Flores –  Matsuflora | Bolo –  Édila (62) 9308-4901 | Locações –  La festiva (sem site)

Tags

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d