Início » Casamento real e econômico | Aline e Victor

Casamento real e econômico | Aline e Victor

O casamento real e econômico de hoje está simplesmente incrível, lindo, fofo e ainda por cima econômico de verdade!

A Aline e o Victor são de Brasília e passaram por várias lutas até chegar o grande dia de dizer sim! Mas com uma MEGA ajuda da família e dos amigos, eles conseguiram realizar o sonho do casamento!

Foi uma cerimônia linda, ao ar livre, de manhã, todos vestidos de branco…demais! A decoração foi toda colorida, com cataventos, garrafinhas, porta-retratos e tudo feito por eles.

E o festão ainda continuou animado depois e terminou em samba!

Escuta só como foi!

“Helooo DIVAS do CSG!

Hoje vim contar um pouquinho da experiência de casar sem grana meeesmo. Senta aí que lá vem história! haha

Eu e o Victor nos conhecemos na faculdade, mas a nossa história mesmo começou um ano depois da nossa formatura. A verdade é que eu achava ele um nego muito do metido, daqueles que a gente fala “Aff, se acha” kkkk. Acho que a gente precisava mesmo se encontrar na hora certa, porque quando o sentimento despertou na gente nós namoramos, noivamos e casamos em 1 ano! Isso mesmo! Pensa na correria!

Então já dá pra perceber que quando decidimos casar a gente não tinha um mísero centavo pra isso. Absolutamente nadaaaaa. Inicialmente eu não queria festa, só um casamento no civil tava mais do que suficiente, mas aí vem a tentação de ver tudo de casamento na net, de imaginar como seria uma festa, o vestido etc. Mas a conta raspada falava mais alto e toda aquela imaginação caía por terra! Foi num dia lendo o CSG que tudo mudou.

Estava eu choramingando com as amigas (e hoje Madrinhas) no Gtalk, porque não ia ter festa! Foi quando minha mãe me ligou dizendo que ia sim casar a filha mais velha e se ofereceu pra ajudar!

Então nessa ligação um raio de sol surgiu na janela e um leve sorriso nos lábios apareceu. Quando eu tava lá falando com a Mams no fone, conversando com as amigas, abri uma página que era Deus falando comigo e o CSG psicografando. KKK. Sóó pode ser isso mermão! Justamente naquele dia o CSG postou o casamento real da Larissa aqui de Brasília falando que era possível sim casar no cerrado.  

Geeeente! Mandei pra minhas amigas que logo se prontificaram em ajudar em tudo! Chorei litros em cima do teclado, porque aquilo era muita coincidência! Por fim, começou ali a minha saga pra organizar tudo em 6 meses!

Nesse meio tempo o Victor saiu de um emprego, mas logo entrou no outro. Como ele pediu demissão perdemos uma grana boa e as coisas começaram a degringolar. Pra piorar, a empresa que ele entrou faliu e além de ficar a ver navios, a Lua de mel que a chefe dele tinha prometido pra Punta Cana foi embora também! Penseeee no desespero! ​Já tinha até tirado o passaporte e tudo.​ Tava quase arrancando meus apliques! ​kkkk​.

O tempo foi passando e infelizmente o emprego ainda não veio. CSG também me ajudou na terapia quando li esse post aqui.

Como se não bastasse isso outra notícia me deixou mais triste. Faltando dois meses pro casamento meu pai teve uma parada cardíaca com danos irreversíveis. Foi bem punk, porque ele sempre dizia que iria entrar comigo e infelizmente hoje ele está acamado e sem nenhuma forma de comunicação Foram tempos difíceis, maaaaaaas Deus me ajudou muito me presenteando com amigos e uma família muito linda; eu sou muuuito agradecida por isso!

Então por essas e outras meu casamento foi o econômico do econômico. Gastei R$ 14.700 incluindo o vestido e acessórios. Tive que abrir mão de muitas coisas e botar a mão em outras. Eu não tive dia de noiva nem nada, passei os dois dias anteriores organizando toda a logística de tudo e no último fiquei até a madrugada decorando tudo! PS: Eu casei de manhã! Fui dormir às 4:00 e acordei às 6:00! Eu tenho um probleminha com delegação de tarefas então me enrolei muito durante o dia com mil coisas! Inclusive não deu tempo de fazer uma porção de outras coisas.

​Conceito: Queria um casamento simples, bem light e que as pessoas se divertissem. Tanto que os padrinhos entraram dançando Happy do Pharrel Willians. Não queria ninguém de penteado, alugando vestido de festa, salto 15 nem nada assim. Queria que a galera se acabasse de felicidade, então no meu casório a bermuda foi liberada e a diversão ficou por conta da Banda de samba que arrassssouuu! ​ A negada se acabou no samba e eu, lógico, também dancei horrores!

​O intuito era  que meu casamento tivesse o real significado: comemorar a felicidade e o amor​ sem se preocupar com as convenções sociais​; então ele foi representado por três grandes pontos.

Dress Code: Todos de branco! O branco significa paz, pureza e espiritualidade e era isso que eu queria;​

Cataventos: “Os cataventos são usados principalmente nas festividades do Ano Novo Chinês. Os artesãos chineses preparam os cataventos mentalizando boa sorte, longevidade, saúde e prosperidade, para que, conforme o vento sopre, os desejos sejam enviados ao universo.” Chorei quando vi esse significado, então enchi meu casório de cataventos (sem contar que me economizou nas flores!) Uhuuu!

​Paleta de Cores: Como todos iam de branco queria cores que chamassem atenção; pensei na hora em usar as cores do sistema CMYK. Como o Victor também trabalha nessa área ficou a nossa cara!  CMYK é a abreviatura do sistema de cores formado por Ciano (Cyan), Magenta- (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (Black (Key)! Como eram 8 casais de padrinhos, cada um recebeu uma cor dessa pra se diferenciar!

​​Local: Espaço Bambu Eventos no lago norte. Simples, mas muito intimista. A Marlúcia​ dona de lá é suuuuper mega atenciosa. R$ 2.200 a locação durante o dia todo;

Buffet: É próprio do Bambu Eventos. O meu foi de churrasco (tem coisa mais simples e gostosa do que churrasco?) Gastamos R$ 57 por cabeça para 150 convidados com direito a bebida alcoólica e tudo. Essa foi a parte mais cara de todo o casamento, mas valeu a pena. Comida sensacional!

Fotógrafo: O maravilhoso do Gabriel Ribeiro da Salinha Filmes. Além de ser simples, simpático e suuuper gente boa, é um profissional topíssimo! As fotos dele são belíssimas e super espontâneas. Esse foi um presente mais que especial que as minhas madrinhas me deram;

Site: Fiz pelo Zankyou e me ajudou demais a organizar o casamento, sem contar que recebi muitos presentes convertidos em dinheiro;

Vestido: Comprei na China com a cara e a coragem! kkk. Valeu muuuuito a pena! Foi rápido e super tranquilo. Tive que fazer pequenos ajustes, mas ainda assim valeu muito a pena. O vestido + taxa de importação + ajustes de costureira ficou R$ 1.200. Eu não sei vocês mas aqui em Brasília não aluga nem o véu por esse preço. kkkk;

Doces: Os Cupcakes foram das Dooce Confeitaria artesanal. A Raquel é irmã de uma amiga minha do trabalho; é uma linda de tão atenciosa. Ela coloca uma dose boa de carinho nos doces dela. Já os outros docinhos foram da Doces da Alê! Esses foram um presente de umas amigas queridas. São deliciosos a um preço muito bom. (0,80 centavos a unidade). Fiz um Candy bar também só com guloseimas. É bem prático, bonito e barato!

Cerimonial: Késsia Mourão e Bruna Dias, ganhei de presente delas que são amigas muito queridas. Mesmo no turbilhão de coisas pra fazer elas foram muito atenciosa. Não poderia de deixar meu agradecimento a elas;

Cabelo e Maquiagem: O cabelo fui eu mesma que fiz, além de economizar grana gosto de eu mesma fazer os meus cachos. rsrs. Quem arrasou na make foi a Mônica Guanabara (indicação da minha madrinha que me presenteou com a make). A Mônica tem produtos óteemos além de ser bem detalhista na make. Ameei!

Lembrancinhas: Contratei a cabine fotográfica Instaphotos e as fotos foram as lembranças. O totem era em forma do Instagram e todo mundo amoooou. Elas levam muitos acessórios, muitas plaquinhas, coroas e a galera se amarrou! O preço? R$ 650 por 5 horas! Um achado!

Decoração: Tudo DIY! Comprei as flores no CEASA e MATSUFLORA e eu mesma fiz os arranjos (com muita ajuda da minha família e dos meus amigos), e gastei R$ 500 de flores. Os vidrinhos fui juntando e depois pintei com tinta vitral azul turquesa que peguei aqui no CSG. Os caixotes encontrei todos na feira do produtor na Ceilândia. Porta retratos e demais artigos de decor encontrei tudo no abençoado Taguacenter! Batia ponto todo final de semana lá! A palavra Amor aluguei com A Kelly Matos que é uma fofa e foi com carro quebrado e tudo me entregar no local. Todo mundo queria tirar foto com essas letras! A palavra AMOR e a LOVE ficaram por R$ 220 o aluguel;

Buquê: Foi a linda da minha mãe que fez com tanto amor que pude sentir quando segurei;

O convite e a papelaria: Eu e meu marido fizemos, e saiu muito em conta. Tudo simples, mas muito a nossa cara;​

A banda: Presentaço do tio do Victor! Os caras são muito bons e tocam um samba da melhor qualidade;

DJ: Amigo do Victor que também nos presenteou com esse serviço!

Já perceberam que quem tem amigos tem tudo né? Rsrsr.

Resumindo é isso! Queria deixar o meu agradecimento a vocês que me ajudaram muito e dizer que é possível sim fazer festa de casamento, mesmo em Brasília onde tudo triplica de valor!  Durante o noivado a gente se estressa muito, chora porque queria comprar mil coisas sem poder, se desentende com o noivo, passa fome pra ficar diva no vestido, mas tudo isso vale a pena! Não deixem se abater pelo cansaço ou pelo desânimo! Por mais que tudo pareça contra, há sempre uma luz esperando a gente no fim do túnel. Meu marido sempre diz que casamento é plano de Deus, e um plano DELE é infalível! Um beijo grande e muuuuuita felicidade pra vida de vocês!”

 

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (41)
casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (4)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (5)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (2)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (3)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (12)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (13)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (14)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (15)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (16)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (17)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (18)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (19)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (20)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (21)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (22)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (23)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (24)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (25)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (26)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (27)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (28)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (29)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (30)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (31)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (32)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (33)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (34)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (37)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (1)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (11)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (6)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (7)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (8)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (9)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (10)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (35)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (36)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (38)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (40)

casamento-economico-diy-faca-voce-mesmo-menos-15-mil-colorido-ao-ar-livre-de-manha (39)

fornecedores

Local e buffet – ​Espaço Bambu eventos​ | ​Fotógrafo – Gabriel Ribeiro | Cabine Fotográfica  – Instaphotos |  ​Doces – Dooce Confeitaria Artesanal e Doces da Alê

Sobre o Autor

Equipe CSG

Newsletter





Rede Casando sem Grana

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d