Início » Opiniões e preferências dos convidados

Opiniões e preferências dos convidados

Olá! Tudo bem contigo?! Desejo que sim!

Dia desses uma amiga dividia comigo observações sobre eventos como chás-diversos e casamentos. A essência da conversa foi sobre os gostos e preferências dos noivos e de seus convidados

Logo de cara a resposta é: “Affff, que pergunta… Lóóógico que a festa de casamento tem de ter a cara esculpida dos noivos, oras”!

Vamos refletir um pouquinho?!

Partiremos do princípio de que os noivos, no início da recepção ficam muito ocupados com várias tarefas… Vão de mesa em mesa cumprimentar os convidados, cortar bolo, hora da gravata, sapatinho da noiva, joga buquê, etc… E então pare e pense em quanto de sua festa vocês irão, efetivamente, curtir e aproveitar?

Daí um relato interessante dessa minha amiga: “Poxa, os noivos ficaram pra lá e pra cá um tempão, no cardápio não tinham comidas e aperitivos que ‘a gente tá acostumado’ a comer e só tocou música do gosto da noiva. Aí ninguém dançava… Gastaram um dinheirão pra ninguém aproveitar, nem eles!”.

Aí moravam algumas inquietações minhas também… Sabe aquele comentário “o povo come, come e sai falando”?

Para isso, deixo algumas ponderações que auxiliarão a evitar esse comentário tão doloroso quanto comum, e mais do que isso, são considerações que resultarão em melhores escolhas e consequentemente, em melhores investimentos para seu suado dinheirinho!

Cardápios…

Fonte: Google Imagens

Este post aqui da Gabi esclareceu tudo que era possível sobre o que oferecer aos convidados, quando se pensa neles! Há que ter cuidado nas escolhas, pois se a ideia é agradar a todos, temos que ter esse tipo de cuidado no cardápio.

Bebidas…

Se a recepção de vocês não contará com bebidas alcoólicas não há muito com que se preocupar. Porém, se forem servir umas “biritinhas”, a coisa difere um pouco.

Há que tomar cuidado na oferta de bebidas alcoólicas, quando se oferece grande variedade, as pessoas misturam demais acabam “mais loucas que o Batman” e podem gerar problemas que vão desde sujeira exagerada no banheiro até desentendimentos banais por conta de um esbarrão.

Por isso, é preciso avaliar os riscos e optar por um tipo de bebida pode ser mais seguro. Agora se você conhece o seu público e tem condições de oferecer mais de um tipo de bebida alcoólica, sem problemas. A palavra-chave é equilíbrio.

Músicas…

A gente sonha com uma pista de dança cheia, correto?

Fonte: Pinterest

Há quem pregue que, no dia do casamento, devem ser tocadas apenas as músicas que os noivos gostam, afinal, a festa é deles.

Então a música começa a rolar ao mesmo tempo que começa a saga inicial de toda a recepção e os noivos ficam envolvidos nisso lá um bom tempo… e continuam os protocolos … Cumprimentos, gravata, buquet… E uma grande quantidade de músicas que o casal adora já tocou sem que eles pudessem ter curtido de fato. Muito chato né?

Por isso que na hora de elaborar o roteiro da festa é preciso equilibrar as expectativas: os noivos querem as músicas que eles amam e os convidados querem curtir a festa com músicas bacanas (Provavelmente as mais tocadas na rádio)!

Então é fundamental que os noivos conversem com o profissional contratado para animar a festa, expliquem o roteiro do seu grande dia com minúcia. Solicitem a ele que inclua os gêneros musicais preferidos do casal após os protocolos… Assim vocês estarão na pista junto com os convidados curtindo aquilo que gostam. O profissional vai poder sugerir também músicas que agitam a galera e que fazem a pista ficar cheia. Não deixe de dizer ao DJ ou banda quais músicas não podem faltar e aquelas que não podem ser tocadas!

“Tá. E onde nossa “carinha” predomina, então?!”

O casamento é composto de infinitos pequenos detalhes e neles sim, são as características dos noivos que não só podem como devem ser destacadas! Esses pequenos detalhes irão emoldurar o grande dia e permanecerão eternizados em fotografias e na mente de quem estiver presente. Por isso devem ser a ‘cara dos noivos’!

Quem se lembra desse casório:

Fonte: Casando Sem Grana

\o

Decoração extremamente marcante a do casamento da tia Sam, não é?!

Na decoração, conforme a Erika tem nos abastecido ricamente de inspirações e dicas, todas as escolhas dizem respeito a vocês! Convites, lembrancinhas e mimos, idem…

Não existe brega, fora de moda, etc. Se gostam, não esquentem a cabeça!

Para a cerimônia religiosa busquem traduzir a história de vocês nas canções que escolherem! Isso fará uma imensa diferença no resultado final! Elaborem cortejos carregados de significados! Emocionem!

Resumindo a ópera, é muito bacana que aquilo que será consumido ali,  na hora, como alimentos e músicas, respeitem a identidade do casal e atendam algumas expectativas daqueles que foram escolhidos para fazerem parte da comemoração da união, pois eles são os principais usuários finais do que fora contratado!

Aquilo que se eternizará em registros de imagens, nas estantes, nas caixas de mensagens, precisam transmitir exclusivamente a identidade do casal.

O conjunto desses itens fará a boa recordação de toda a obra!

Sabe aquela coisa de olhar uma foto e dizer “parece que tô ouvindo a música”, “ainda sinto o sabor da comida”. É essa a intenção!

Viu só, as preferências e opiniões de seus convidados não devem “comandar” suas decisões, mas podem, sadiamente, fazer parte delas!

Um beijo, e sucesso em suas escolhas!

Sobre o Autor

Maristella Soares

Newsletter

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Rede Casando sem Grana

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d