Início » Buffet à Americana | Como montar a alimentação do seu casamento

Buffet à Americana | Como montar a alimentação do seu casamento

A ideia pode parecer um pouco estranha, mas funciona muito bem em casamentos onde vamos organizar a parte de comes e bebes, sem a ajuda de um buffet profissional. É o tipo de serviço que nós chamamos de buffet à Americana, e que consiste em os próprios convidados se servirem, tendo uma mesa principal com as comidas e bebidas, sem que tenhamos a presença dos garçons para servir. Esse post é a parte 1 de uma série de 3 outros sobre como montar a alimentação do seu casamento. Fique ligada(o) essa semana no CSG 🙂

Esse serviço faz com que os convidados fiquem mais a vontade em todos os sentidos, inclusive na porção no prato e na liberdade de escolha sobre o que quero comer. Diferente do serviço é empratado, onde a refeição chega montada na mesa.

Quais os pontos positivos do serviço à Americana?

  • Economia com a contratação de garçons;
  • Praticidade no serviço;
  • Autonomia dos convidados;
  • Diminuição do desperdício de comida;

Obviamente, mesmo que não haja a contratação de garçons, é necessário que tenhamos uma equipe de pessoas para repor a comida, mas o número é menor. Calculamos 1 pessoa para repor a comida a cada 30 convidados. Nenhum funcionário fica sobrecarregado com esse cálculo.

Como fazer a montagem das mesas?

O ideal é que se monte ilhas de comida dispostas em pontos estratégicos do espaço da festa. Por exemplo: se o salão possui 3 áreas diferentes: pista de dança, área interna e área externa, monte 3 ilhas com o mesmo tipo de comida em todas. Isso facilita muito e faz com o seu convidado, por exemplo, não precise atravessar o salão todo para pegar aquele rondelle de presunto e queijo que está servido só na área externa do salão.

buffet-casamento-sitio-6

 E como fazer no caso das Bebidas?

As bebidas também podem ser servidas nesse estilo. Hoje usamos, por exemplo, as suqueiras, que além de decorar, são práticas e funcionais. Para as bebidas com álcool ou os refrigerantes, podemos colocá-las em baldes com gelo para não haver perda de temperatura. Nesse modelo de serviço, a reposição acontece da mesma maneira que a comida.

04

Vocês que estão organizando casamentos econômicos já conheciam essa ideia, tinham pensado em algo do tipo Conte-nos aqui um pouco da sua experiência!

Outros posts da série

Um super beijo no coração.

Sobre o Autor

Gabi Gasparin

Gabriela Gasparin é chefe de cozinha, pós graduanda na área de educação e professora na área de gastronomia.

Newsletter





Rede Casando sem Grana

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d