Início » Tutorial | Como pintar garrafas de vidro

Tutorial | Como pintar garrafas de vidro

Resultado

Masentão…

Desde sempre quis decoração com garrafas coloridas para a mesa dos convidados. Passei mais de um ano juntando vidros de todos os tipos, formas e tamanhos e pedindo a outras pessoas que os guardassem pra mim. Depois que defini exatamente o tema da festa – anos 80 – e as cores a serem pintadas estes vidros, eu arregacei as mangas e fui a luta.

Bom, se você também quer pintar seus vidros, antes de mais nada, comece assim:

– Lave bem todos os vidros e retire os rótulos. Eu coloquei os vidros em imersão em água por 48hs e quase todos saíram com facilidade.Os rótulos mais resistentes devem ceder a água quente. Fica a dica: Os únicos rótulos que não consegui retirar por nada nesta vida , foram os de Heineken.

– Se possível deixe que estes vidros sequem naturalmente. Aprendi que ao secá-los com determinados tipos de pano, fiapos podem ficar presos e prejudicar a pintura.

– Antes de começar a pintar você vai precisar separá-los de acordo com o espaço a ser destinado a eles. Exemplo: Eu terei três tipos de vidro em cada mesa. Total de mesas: 25. 25 x 3 = 75 vidros. Fora as mesas, terei alguns vidros na mesa do bolo, mesa do café e outras partes da decoração. Destinei a estes outros lugares mais 30 vidros. Total geral de vidros = 105.

– Números contabilizados, hora de separar por cores. Minha decoração é baseada no cubo mágico, ou seja, colorida pacas. Para que ela não beire a um carnaval, decidi usar 5 cores para os vidros: Azul, Violeta, Vermelho, Verde e Amarelo. Separei então os vidros que irão em cima das mesas pelas 5 cores (total de 15 para cada cor) esparramados pelo chão. Ficou mais fácil de escolher os tamanhos e modelos que combinam entre sí.

Tudo separadinho hora de pintar!

Aprendi o que fiz com ESTE POST da Janete Pimenta. Segui exatamente as recomendações e dicas e obtive o resultado esperado.

Repito aqui os MATERIAIS:

Tinta Verniz Vitral a base de água, da Acrilex. Paguei uma média de R$ 2,50 em cada potinho. Comprei dois potinhos de cada cor acima citadas e sobrou tinta depois dos 105 vidros. Rendimento nota 10, cobertura impecável e secagem super super rápida.

Thinner, também da Acrilex. Sobre o Thinner eu senti falta de mais um pouco. Não sei se eu sou bagunceira demais ou comprei pincéis de menos mas, eu sempre lavava os pincéis na troca das cores e ia um Thinner danado para deixá-los limpinhos. O Thiago me deu Água Raz  e não deu certo. Então minha dica é: Se for pintar uma grande quantidade de vidros, dê uma passada em uma casa de construção e compre 1litro de Thinner. Repito: Água Raz não limpa bem e é muito mais fedida.

Pincéis 185 de 25,4mm, da Tigre. Comprei estes pois, segundo as orientações da Janete, precisam ser pincéis extremamente macios. No caso de não encontrar exatamente este modelo, peça a um vendedor que lhe indique um de tamanho mediano que dê um acabamento delicado a pintura. Assino embaixo quando ela recomenda um pincel de qualidade superior pois são eles que fazem a diferença na hora de pintar, deixando o acabamento lisinho. Paguei uma média de R$ 20 em cada mas valeu bastante a pena!

Lugar arejado, forrado com plástico e jornais. De preferência use as duas proteções para a sua mesa. Eu forrei uma mesa com bastante jornal e ainda assim rolou uma meleca. Fica a dica: Corte e abra um saco preto de lixo e forre a superfície antes do jornal.

Luvas. Amiga, na boa: Use! A pessoa cabeçuda aqui não usou e demorou horas para limpar as mãos. Se você for super sensível a cheiro, no post da Janete tem dicas de máscaras. Se não for, te garanto que o cheiro tanto do Thinner, quanto das tintas, são sussas.

Vasilhas para as tintas e Thinner.

Mãos a obra!

A parte da pintura é MUITO tranquila. No caso destas tintas o acabamento é brilhante e a tonalidade forte. Inevitavelmente você acabará como eu, dando duas demãos de tinta em cada vidro. O intervalo de tempo entre uma demão e outra foi de 20 a 30 minutos.

Fiz um teste de pintura em um copo antes do natal. Depois, continuei na semana seguinte. Vamos primeira as fotos do teste.

Taí.
As duas primeiras fotos mostram a primeira demão. A última o copo finalizado!

Agora vem a dica de ouro pra você que também vai fazer sua decoração. Após finalizar a pintura, dê um descanso de secagem total de no mínimo 24 horas. Passado este período, embrulhe vidro por vidro em jornal…

…e separe-os por cores, embrulhando-os em sacolas. Não esqueça de marcar quem é quem para facilitar a hora de desembrulhar tudo.

Semana antes do ano novo cabamos com tudo!
Olhaí o sr. e a sra. sem grana em ação:

Hehehehe, é um “paiaço” mesmo =)

E é isso minhas queridas. Rápido, fácil e ninguém diz que é pintado!
Agora as últimas considerações

– Esta tinta não vai ao forno. A que vai, vem em uma embalagem parecida. Na hora de comprar fique atenta!

– Ela é solúvel em água, logo, evite lavar muitas vezes os vidros após a pintura. Se for doá-los após o casamento, é bacana avisar ao receptor.

– Aqueles vidros que ficam com o aspecto “acqua” são pintados com outra técnica um pouco mais complexa e acredito que até com outro tipo de tinta. Quem sabe um dia eu tento esta e posto aqui. MAS, meu intuito eram ter vidros exatamente assim, e consegui \o/

– Tanto tintas como os pincéis são facilmente encontrados em casas de artesanato em qualquer bairro próximo de você. Não encontrei na Kalunga e não cogitei em ir a 25 de março buscá-los por causa da loucura de final de ano nas lojas. But, se você quiser ir até lá, essa época de volta as aulas deve facilitar – ou não – as compras na região.

Agora o lindo resultado final:

Não ficaram lindos?! ♥

 UPDATE

As cores utilizadas foram:

– Salmão

– Rosa

– Violeta Cobalto

– Vermelho Fogo

– Verde Pinheiro e Folha

– Azul Cobalto e Vivo

– Amarelo Ouro

Sobre tinta que escorre, forma bolinhas e outras melecas:

Gente, essa tinta é beeeeem líquida mesmo. Logo, escorre mesmo. Não dá pra ver com clareza pelas fotos mas meus vidros tiveram tinta escorrida e formaram algumas bolinhas também. O segredo é usar pinceis de alta qualidade (Se possível com cerdas naturais) e que a partir da segunda demão (respeitando um intervalo de descanso entre as camadas para secar) as cores vão firmando e a aparência de escorrido vai sumindo.

É questão de paciência mesmo. Como tudo na vida =)

 

Beijos!

 

Post oferecido - Agrid

Sobre o Autor

Sammia

Rede Casando sem Grana

Buscar Fornecedor