A Kássia, de Limeira/SP, se inspirou muito no Casando Sem Grana para organizar seu casamento, e agora decidiu compartilhar com a gente como foi essa experiência. Inspire-se na história dela também!

“Oi noivinhas e futuras noivinhas que, assim como eu, acompanham esse blog! Meu nome é Kássia, e conheci meu marido em Novembro de 2011 em um Show. O engraçado é que ele já conhecia todos da minha família (pai, mãe, irmãs e primos), mas até aquele momento nunca tínhamos nos visto. Quando começamos a namorar, logo percebi que ele era a pessoa pela qual sempre esperei!

Antes mesmo de ter um noivo, já sabia que meu casamento teria que ser ao ar livre, DIY e simples, com boa comida e música, além das pessoas que mais amava ao meu lado!

Quando fiquei noiva e comecei a pesquisar os fornecedores de casamento na minha cidade, passou pela minha cabeça que não seria possível realizar o meu sonho. Os valores eram muito altos! Mas com muita pesquisa, ideias e dicas do CASANDO SEM GRANA comecei a por a mão na massa!

O primeiro fornecedor que fechamos foi o fotógrafo Michel Izaltino. Como ele estava bem no começo da carreira, fez uma preço ótimo. Logo depois fechamos a chácara Recanto Estrela da Manhã para o final de semana. Meu vestido de noiva foi de segundo aluguel, mas assim de bati o olho nele me apaixonei!

Nossa floricultura foi um achado! Só tenho que agradecer a Joaninha Flores. Os centros de  mesas foram vidros recicláveis que toda minha família e amigos me ajudaram a juntar. Quando eu tinha a quantidade necessária, comecei a pintar como foi ensinado aqui no blog.

O buffet foi um dos itens que mais pesquisamos, porque eu não teria condições de pagar para 150 pessoas. Cheguei a me desesperar achando que teria que desistir de tudo, mas no fim minha mãe decidiu fazer toda a comida do casamento (foi corrido, mas todos os convidados amaram!). Meu dia de noiva ganhei de uma amiga. A bebida pequei pro consignação, valeu muito a pena! E toda a parte de papelaria foi presente da minha irmã.

Algo que eu queira muito eram prateleiras de caixotes de feiras, e conseguimos emprestado! A porta de madeira nós tiramos da reforma da nossa casa, e isso gerou muitas discussões entre mim e o Juh, mas no final ficou lindoooo!

Sei que foram meses economizado cada centavo, noites sem sono, horas e horas na internet buscando inspirações, mas o que posso falar é que tudo ficou como sonhamos!
Por isso, noivinhas, não desistam dos seus sonhos! Com planejamento e ajuda da família, é muito possível casar sem grana. E vale muito a pena!