Los cabrones y la plata | Com que roupa eu vou? - Casando Sem Grana
Noivos REFERÊNCIAS

Los cabrones y la plata | Com que roupa eu vou?

Repetirei aqui a provável pergunta mais clássica da história do samba: com que roupa eu vou? O gênio Noel Rosa resumiu em uma indagação uma das maiores questões humanas (acho que empata com “ser ou não ser?”), principalmente da ala feminina, mesmo que seja pra ir comprar pó de café na padaria. E na hora de casar, não dá pra ser diferente, né? As mulheres perdem o sono pensando no vestido que usarão enquanto muitos homens adiam essa decisão, certos de que a escolha de seu traje é mais simples. Será mesmo?

Hoje em dia, tem roupa pra tudo que é gosto. Branco, off-white (expressão que aprendi com os comentários da última coluna), preto, cinza, terno, fraque, meio fraque, calça e blazer, bermuda e blazer e por aí vai. Mas como não errar na escolha? Penso que o primeiro ponto é escolher uma roupa com a qual você fique à vontade. Obviamente, não é pra levar tudo ao pé da letra. Isso significa que você terá que usar suas Havainas na lua-de-mel, não na igreja (pessoalmente, eu ia curtir muito casar assim…rs). Assim como todo o resto do casamento, você faz parte de um conjunto de outros elementos que devem estar minimamente em sintonia. Casamento na praia, por exemplo, não combina com o terno risca-de-giz, sacou? Então o lance é achar um meio-termo: algo que seja confortável e que combine com o clima do casório.

Ok, ok, gente (#nelsonrubensmodeon), mas isso não é o suficiente pra definir a roupa. Ainda resta uma variedade considerável de opções. Pra rolar um resumão, notem as diferenças entre as roupas abaixo, principalmente no comprimento dos blazers:



Deu pra sacar? Fraque é comprido atrás (foto 1, tipo do Pinguim, vilão do Batman), meio fraque tem comprimento menor (foto 2, mais próximo dos blazers comuns), casaca (foto 3, tipo casaco), terno comum (foto 4)e o summer (fotos 5 e 6 – noivas normalmente não curtem dividir a cor branca com ninguém nesse dia). Mais do que explicar as diferenças, vou tentar chamar a atenção para alguns detalhes do traje do noivo.


Boutonnière: Não, isso não é de comer. É só um nome sofisticado pra uma coisa simples: é a flor da lapela. Ultimamente, tem se tornado cada vez mais comum ver noivos com a flor na roupa, mas que flor escolher? Não necessariamente tem que ser uma flor igual às do buquê nem da decoração. Acho até legal que seja uma flor que o noivo (ou a noiva) goste. Porém, tem noivos usando outros objetos como boutonnière, com motivos esportivos e até de super-heróis.  Mais uma vez, o lance é escolher algo com que você se identifique.


Gravata: A maioria de nós prefere não arriscar, optando por gravata branca, cinza ou prata. Mas nada impede que você escolha uma gravata colorida. Mas todo cuidado é pouco! Nada de gravata combinando com a cor das toalhas de mesa, nem com estampa do Garfield ou qualquer outro desenho que seja chamativo demais (lembre-se: o Falcão faz sucesso justamente porque é brega). O ideal é que seja uma gravata lisa e de uma cor clara.


Abotoadura: Pessoalmente, eu não curto, mas tem muita gente que gosta. Aqui, também vale a dica do boutonnière: escolha algo com que você se identifique. Os modelos variam muito, indo dos mais tradicionais, aos modelos de super-heróis (novamente) e pen drive.


Calçados: Ultimamente, tem valido de tudo. Já disse, você já sabe, mas acho que aqui o quesito “conforto” é essencial. Imagine ficar horas com um calçado machucando seu calcanhar ou trucidando seu dedo. Nada bacana! Então opte por um calçado que te permita aproveitar seu casamento. Se for um casamento praiano, pense em sandálias de couro. Pra casamento tradicional, não há muita escolha, tem que ser um sapato bonitão. Você faz o estilo descolado? Já pensou na combinação terno e tênis? Muita gente tem usado, principalmente All-Star. Nem pense no tênis de corrida porque acredite, será uma combinação estranha.

Não sou consultor de moda nem professor (?) de etiqueta, muito menos qualquer autoridade que tem que dizer o que você deve ou não fazer. São só alguns toques. Eu mesmo ainda não escolhi meu traje de gala, apesar de já ter uma ideia do que vou querer. Por isso mesmo, caro cabron, termino esse post da mesma forma com que comecer: eu pergunto, com que roupa eu vou?

Hasta!

O Noivo

[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d