Listas

4 meses antes | Conselhos e consolos sobre a lista dos convidados

Muitas noivas, não só eu, pelo visto, tem sofrido com a lista. Já lí e ouvi tantas histórias assustadoras que não imaginava o quão difícil seria minha vez. Por termos ambos famílias sossegadas no que diz respeito a casamento, pensei que tudo seria super sussa…

BAH! Doce engano!

Tudo teve início quando começaram a me perguntar a mais ou menos uns 9 meses atrás: “Quantos convidados vão ter no seu casamento?” A tonta aqui dizia: “Ah…no máximo uns 100!”

HAHAHAHAHAHAHAHA, já pode começar a rir e chorar!

Faltando 5 meses eu ví que estava na hora de parar de jogar um número qualquer no vento e definir, organizadamente, quem eram os convidados. Chamei o Thiago e dei a tarefa de escrever quem ele queria convidar e fiz o mesmo. Dois dias depois (pasmem) ele até vem e me mostra uma lista com mais de 80 pessoas, sendo que a minha tinha dado por volta de 50! ¬¬

Nããããooo! Logo quis sair cortando, reformulando e zaz. O que eu não imaginava era que, ao olhar bem para ambas as listas, notaria que todas aquelas pessoas eram essenciais pra nós. Pior ainda foi perceber que faltavam muitas outras pessoas essenciais ainda!!!

Enfim.  Decidi adicionar todos os importantes como se não houvesse amanhã. Total? 200 com muita dor no peito e correndo o risco de passar um ou dois. #medo

Como este post é programado e, foi feito no sábado a tarde após a degustação no buffet, eu estava escrevendo e cortando cabeças. Fiquei imaginando todas as dicas que já dei, junto com as que já ouvi e resolvi fazer um combo chamado: Conselhos e consolos. Pois tenha certeza: Mais dia menos dia, você vai precisar se apoiar em pelo menos um deles…

***

  1. Sempre disse e volto a dizer: Com menos convidados, mais barato fica o casamento. Mas cada um tem sua realidade familiar e de grupos para administrar. Difícil te dizer: “Corte um pouco sua lista” pois só você saberá realmente administrá-la. Mesmo assim pense se estas 200 ou 350 pessoas que você quer convidar, estarão presentes na vida de vocês daqui pra frente. Se em um aperto financeiro ou uma doença grave você vai poder contar com a ajuda ou pelo menos um apoio de todas as 350.
  2. Sei que quando entra questão familiar o bicho pega. Tem famílias que fazem questão e chegam a exigir a presença de algumas pessoas que, para você ou seu noivo, não tem a menor diferença. Pior ainda quando a família não está ajudando muito ($) e joga na sua cara: “Se é por dinheiro, EU PAGO a ida do fulano!” hehehe. Não é assim? Mas olha, independente de qualquer coisa: Muita calma. Muita calma e respeito meeeeesmo. Marque uma conversa com a turma e, com toda calma do mundo, explique detalhadamente todo o imbróglio do casamento, seus custos e questões de afeto entre vocês e os “convidados a família”. Pode parecer o fim do mundo mas eu prometo pra vocês que no final SEMPRE, eu disse SEMPRE, dá certo.
  3. Não existe uma fórmula mágica de resolução de problemas. Portanto comece listando todo mundo que vir a sua cabeça, separando por grupos: Faculdade, Trabalho, Curso, Família, e etc. Depois, se  número extrapolou, é só repensar cada um: “Posso contar sempre com esta pessoa? Esta pessoa conhece minha história de vida, família e demais particularidades? Ela frequenta minha casa? Se eu ficar desempregada(o) esta pessoa pode me oferecer algum tipo de apoio profissional, financeiro, moral ou emocional?”
  4. Galera do trabalho: “Tenho que convidar todo mundo? Coloco o convite no mural? Chamo meu chefe?” Respostas: Não, não e talvez. Você não é obrigada(o) a convidar ninguém que apenas mantenha um nível de coleguismo no trabalho. Agora, se o seu colega é também um amigo ponta firme fora da empresa, é outra situação. Para este amigo, entregue fora da empresa um convite individual evitando assim o “Convite no mural”. Convite assim só dá a entender que a festa é liberada para a empresa inteira. Quanto a chamar o chefe é relativo. Se mesmo não sendo seu amigo, ele seja uma pessoa bacana com você, do qual você admira, se identifica e rola respeito mútuo pelo trabalho do outro, vale sim entregar um convite individual. E ah: Se você não for convidar ninguém, ou quase ninguém, não fique comentando do seu casamento aos quatro ventos.Em boca fechada não entra mosca.
  5. Crianças. Tem casais que preferem que não hajam crianças no dia por N motivos dos quais não cabem a ninguém julgar. Apenas respeitar, afinal de contas:  O casamento é DELES! Por isso não se acanhe em dizer isso aos convidados se for o que você deseja também. Explique isso com muito carinho e esteja preparada(o) para respostas variadas ou ainda muitas faltas no dia. Normal. Algumas pessoas podem não entender seu desejo ou ainda não abrirem mão da presença dos filhos. O importante é saber arcar com o peso da sua decisão.
  6. Convidar alguém só pelo presente que pode dar. ESQUEÇA! Corte fora e tome vergonha na cara! hahahahahahahahaha!
  7. “Gente que não vejo a muitos anos mas era meu amiguinho lá da escolinha de futeb…” Sério que vale a pena?
  8. “Gente que me para na rua, no trabalho e me escreve nas redes sociais dizendo: “Ae!!! Casamento chegando, me convida hein!!!”. O que fazer com elas?” Resposta: Sorrisinho e cara de paisagem. Se cobrar maiores detalhes diga: “Ainda estamos vendo tudo. São muitas coisas e o dinheiro está apertado demais. Não definimos nada ainda mas obrigada por perguntar” e mude de assunto ou saia correndo! hahahahaha.
  9. Parente/amigo que dá vexame ou é chegado num “barraco”. Sério gente: Cuidado, tá? Sei que a sogra pediu, a mamãe fez questão mas…cuidado. É um dia só e ÚNICO pra você. Organizou com tanto carinho para ver dar errado por causa de uma pessoa?
  10. PRONTO! LISTA FECHADA! “E quem ficou de fora?” Aqui no Brasil o povo ainda fica chateadinho, né? Fazer o que. Explique que a grana estava super curta e vocês acabaram chamando apenas pessoas extremamente íntimas. “Duzentas pessoas íntimas?” “Pois é, né?!” hahahahaha. Se esta pessoa que ficou de fora for alguém legal, diga a ela seu novo endereço e marque um almoço para que ela conheça sua casa nova.
E foi isso que eu pensei agora. Como não sou a “dona da verdade” e nem conheço o particular de cada um, não precisa levar tudo a ferro e fogo. Que esta lista te sirva apenas como uma reflexão. E caso você tenha algum conselho que acha bacana colocar nesta lista, por favor, deixe aqui nos comentários e eu faço um update 😉
Beijos!


[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d