87 dias – Sorvetes e um apanhado de idéias - Casando Sem Grana
Listas

87 dias – Sorvetes e um apanhado de idéias

Este post é mais desses que tenho feito com uma mistura de coisas que estão rolando por aqui. Se eu fosse escrever um para cada coisa, ia gastar um tempão e precisaria de mais duas Sammias para o resto das coisas da vida. Então, me amem e me aguentem assim toda enrolada como sou! Hahahahahaha.

Borboletinhas

Depois das borboletas da Rafa, descobri que as senhoritas adoram uma, não é?

Pois eu também!

E mesmo com o climão anos 80 do casamento, eu decidi usá-las no altar junto com as flores. Só precisava me programar para começar a confeccioná-las e tals até que eu encontrei…

As borboletas de papel vegetal da Fascinação \o/

Que além de lindinhas e extremamente delicadas, me remetem a infância quando minha mãe fazia cartões de natal de papel vegetal <3

Gostou?

Então anote aí onde você encontra as suas também, com um precinho MEGA bom:

Fascinação – Arte em Papel

www.elo7.com.br/fascinacao

Sorvete

Então, fevereiro é um calor infernal né? Daí eu estava pensando assim: “Poxa, por que ao invés de servir bolo com sorvete eu não ofereço logo o SORVETE em sí?”. Daí pensei nos picolés. Muitas noivas tem servido picolés nos casamentos de verão. Mas eu, como boa saudossista que sou, que terei uma festa anos 80, logo relembrei da minha infância e pensei:  “PUTS! Por que eu não descolo uma máquina de sorvete americano?”. Para quem não se lembra dessa raridade, chore agora:

Quem conhece e vibrou agora, levante a mão o/

Pois é! Não seria demais se eu conseguisse uma dessas? Passei então a pesquisar daqui e dalí e aparentemente seria um parto dispor de uma dessas. Transporte, custo, quem serviria os sorvetes…

Eis que ontem, conversando com minha sogra, ela me lembra que na cidade ao lado de onde vou me casar, onde meus sogros tem sítio (Mogi Mirim), há um mercadinho onde uma senhora vende estes sorvetinhos! Começamos a babar juntas nessa idéia e combinamos de ir lá conversar com a senhora. Já pensou se eu consigo algo com ela a um preço bacana?!

Torçam por mim!

Convites

Brasil do céu, que trabalho que dá! Hahaha

Na verdade, meu convite é coisa modesta. Trabalho mesmo estão dando os lacinhos. Mas o anjo da minha sogra está me ajudando com eles \o/

Ontem ficamos até tarde colando lacinhos, mas esta semana eles acabam também. Resultado: 100 lacinhos para 100 convites e um tubo de pomada para queimadura (para os dedos da Su. Cola quente é terrível, preciso ver isso aí!).

Decoração – Multirão da amizade

Está decidido: Decoração virá das minhas e das mãos de mais um monte de amigas queridas dispostas a me ajudar. Faremos um “Multirão da amizade” e cada uma vai ajudar um pouco para formar o todo. Pra isso será preciso (e tome nota caso você queira fazer o mesmo):

  • Visitar o espaço e fotografar espaço por espaço.
  • Tirar a medida do espaço e assim como a Carol mostrou em seu fichário, fazer uma “planta” do lugar.
  • Depois, dentro dessa “planta”, imaginar a distribuição de cada coisa.
  • Depois de imaginar a distribuição das coisas pelo espaço, detalhar o que eu vou precisar de decoração para aquele espaço. Ex.: “Pista de dança – Na pista precisa ter o tapete de dança, enfeites, luzes e etc.”
  • Depois que eu souber o que precisa para cada espaço, vou listar o que vou precisar comprar e o que os fornecedores trarão.

E com as listas e mapas na mão é só colocar tudo em prática. Se você fizer isso também, não se esqueça de levar junto: As fotos que você tirou do espaço, as que você pegou da internet para se inspirar e a lista de flores disponíveis na época do seu casamento.

Cobertura

E por falar em decoração, eis uma parte dela que me tira o sono: A tal da cobertura.

Não quero e não tenho, de verdade e vocês devem imaginar, a menor condição para adquirir uma =/

Fevereiro é uma época chata, cheia de chuvas, sol ardente e disso eu já sei. Mas…o negócio aqui é na base da fé. Se Deus quiser me dar uma fora com ela, vai acontecer. Se Ele quiser que faça sol, fará. E se tiver que chover, eu só vou poder cantar “Abre as comportas do céu” hahahaha.

 

E o resto?

Tá indo…tá lá…

Na verdade assim: Eu acho que a gente se descabela demais, sabe?

Claro que é uma vez só na vida e com recordações que duraram para sempre. Mas estou incrivelmente “tranquila”. Não sei se é por que estou falando de casamento a tanto tempo, se é por causa das assessorias, dos relatos de “no final dá tudo certo” vindo de outras noivas. Não sei. Só sei que estou em paz, pagando minhas parcelinhas de uma coisa, de outra e levando a vida que por sí só já é muito cheia de preocupações.

Será que estou anestesiada e não sei? Será que estou doente?

Sei lá. Só sei que mais tarde tem post de novo 😉

 

Beijos!

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[176171]
[176171]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d