Início » Comprar apartamento na planta vale a pena?

Comprar apartamento na planta vale a pena?

Comprar imóvel apartamento na planta

“Quem casa quer casa”: este ditado popular traduz a situação de muitos noivos, a qual requer planejamento e uma longa pesquisa. Existem diversas dúvidas sobre o assunto e uma delas é se é vantajoso comprar apartamento na planta. A resposta depende de alguns fatores que você irá encontrar a seguir.

Muitos casais buscam o imóvel na planta por não ser necessário uma alta quantia para a entrada do pagamento, como acontece em outros tipos de financiamento ou compra de imóvel. Isso porque o valor que geralmente é dado nessa etapa inicial é diluído ao longo da construção do prédio. De certa forma, podemos considerar que o comprador financia as obras do prédio em vez de pagar uma boa parte do imóvel de uma vez.

Apesar de parecer um ótimo negócio à primeira vista, é preciso cautela ao optar pela compra de um imóvel que ainda será construído. O valor a ser pago durante a construção do prédio é reajustado pelo Índice de Construção Civil (ICC), que incide sobre o valor total das parcelas a serem pagas. Após a construção, o reajuste geralmente segue o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), conhecido como índice do aluguel. Essa diferença pode encarecer o imóvel em até 10%.

Vantagens e desvantagens de comprar apartamento na planta

Para quem já está planejando o casamento com antecedência e não possui tanta grana para dar entrada em um imóvel, o apartamento na planta é uma opção, apesar do custo final ser bem alto. Enquanto seu novo cantinho é construído, você terá mais tempo para escolher e adquirir móveis, o que também é um ponto positivo.

Outra vantagem é que algumas incorporadoras permitem leves alterações no projeto de cada apartamento, uma vez que ele ainda será construído. Descontos também são possíveis quando não há financiamento e o pagamento é feito à vista, com as parcelas durante a construção e o saldo zerado ao final das obras.

Já um lado negativo é o prazo de entrega do imóvel, que é longo e muitas vezes acaba com atraso (geralmente previsto no contrato). O valor final também é mais alto do que de um apartamento que está pronto, além de algumas instituições financeiras aceitarem o financiamento apenas para as parcelas a serem pagas após a construção. Até lá, o consumidor precisa arcar sozinho com as despesas, o que pode aumentar o custo.

5 dicas importantes para a compra de imóvel na planta

Ao optar pela compra de imóvel na planta, alguns cuidados são necessários para correr menos riscos e não se arrepender, e nem precisar entregar o seu imóvel dos sonhos sem ao menos desfrutá-lo.

  1. Procure uma incorporadora idônea e pesquise sobre ela

Faça a busca em órgãos como o Procon e até no site Reclame Aqui. Caso a empresa entre em falência, você não receberá seu imóvel e será difícil ter seu dinheiro de volta.

  1. Leia o contrato com atenção

Nele estão descritos diversos itens como quantidade de parcelas, multas contratuais e o prazo da obra. Geralmente o atraso esperado na construção também está no documento

  1. Analise os documentos que a empresa necessitará para construir o imóvel

Para ter certeza de que a construção será feita dentro dos conformes, verifique se a empresa conseguirá a autorização da prefeitura, a aprovação da planta e demais itens necessários para a construção. Após a finalização da obra, o prédio recebe o Habite-se e há a entrega das chaves, com o pagamento de uma taxa.

  1. Verifique as formas de pagamento e se poderá arcar com a dívida

Antes de assinar o contrato, saiba exatamente como será o pagamento e valor do imóvel e pesquise se está apto a financiar a dívida. Caso você pague as parcelas durante a construção e o financiamento não seja aprovado, e você não tenha como pagar tudo, provavelmente terá que devolver o imóvel. Lembrando também que a incorporadora retém cerca de 20% do valor já investido, então, essa quantia não voltará pra você.

  1. Leia com atenção o memorial descritivo fornecido pela construtora e guarde-o

Nele estão todas as informações sobre o imóvel, inclusive os tipos de materiais que serão utilizados, acabamentos, metragem e outros detalhes do apartamento e do prédio em si.

Cada forma de adquirir um imóvel tem vantagens e desvantagens, por isso é preciso analisar as possibilidades e avaliar o momento em que o casal se encontra. Depois, basta procurar o imóvel ideal, que se enquadra tanto nas necessidades quanto nas possibilidades de quem vai comprar e aproveitar o novo lar.

 

Sobre o Autor

Talles Santos

Talles Santos é pós-graduado em Marketing e especialista em negócios imobiliários do portal VivaReal desde 2013. Adora gastronomia, viagens e ajudar a transformar o mercado imobiliário um conteúdo por vez.

Newsletter

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Rede Casando sem Grana

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d