Início » Pimenta nos olhos dos outros | Conselhos aos convidados

Pimenta nos olhos dos outros | Conselhos aos convidados

Imagem: Outstanding

Olá querido convidado

O post de hoje é pra você, bebê. Sabe, faz um tempo que eu queria falar pra você estas coisas. Mas não se assuste: São apenas conselhos desses que servem não só para um casamento, mas para uma vida. Vai que você segue e faz uma noiva feliz, não é?

  • Ao receber um convite de casamento

– Observe primeiro a quem se destina o convite. Por exemplo: “Sr. e Sra. Fulanos de Tal.” Se estiver escrito assim, significa que você e seu(sua) companheiro(a) são os únicos convidados. Nada de chamar sua sogra, seus primos e outras pessoas. Afinal de contas, se os noivos assim o fizeram, significa que está saindo do bolso DELES a sua ida e mais pessoas só contabilizaram mais prejuízos a eles. Respeite isso.

– Se você discordar do endereçamento do convite, saiba que: Não cabe a você pressionar os noivos para “levar mais alguém”. Se você começou a se relacionar recentemente com alguém e este alguém não foi convidado, não se chateie. Significa que ao fechar a lista de convidados esta pessoa não havia sido prevista ou, por algum motivo específico do qual OS NOIVOS decidiram, ela não foi cotada e ponto final. Mais uma vez respeite isso e se ficar alguma dúvida, PERGUNTE educadamente o por quê. Nada de mandar emails com ameaças e chiliques pra ninguém, tá?

– Saiba também que se VOCÊ foi convidado é por que VOCÊ é especial. Logo, se não puder comparecer ao casamento, avise com antecedência. Isso se estende com maior gravidade aos convidados para padrinhos: Não deixe os noivos na mão. Foi convidado e não pode e/ou não deseja assumir o cargo? Avise logo. Só não vá entristecer quem te quer tão bem quanto eles.

– Se você foi convidado para ser padrinho ou madrinha e formar par com outra pessoa que não seja seu cônjuge, novamente: Nada de biquinho e chilique vindo da parte de ambos. Neste caso significa que você é a pessoa com quem aquele casal tem mais afinidade direta e ponto. Ou não. Pode significar apenas que o casal decidiu montar o cortejo de uma forma diferente e quis você alí, da forma como eles imaginaram.

– Entretanto, em qualquer um desses casos acima, se houverem questionamentos e problemas a serem discutidos, CONVERSEM numa boa com os noivos. Ameaças de falta por que seu conjugue não gostou do que os noivos pediram, é criancice das bravas!

  • Ao escolher a roupa

– Mulheres, por favor. Pelo amor de Deus. Por tudo o que é mais sagrado e que vocês acreditam: Não compareçam seminuas a um casamento! Pode estar o calor que for: Vistam-se com respeito ao ambiente. Ficou em dúvida se o tamanho do decote, fenda ou comprimento da saia está bom? Não use! Existem muitas formas de ser uma mulher linda e atraente sem ser vulgar. Ainda mais em uma festa que estarão presentes pessoas de 7 à 70 anos.

– Homens, por gentileza: Casamento não é nem feira livre e nem circo. E mesmo que fosse celebrado em um desses dois lugares, não vá vestido como um maluco! Paletós dos anos 70 (se a festa não for temática) ou qualquer outra roupa três números maior que a sua, ou ainda aquela apertada demais, camisas e gravatas exóticas, ternos claros a noite e qualquer outro tipo de assessório que você usaria para chamar atenção lá na festa do pancadão funk: OUT!

  • Na cerimônia

– Nada de ficar desfilando na passadeira antes da entrada do cortejo, ok? Além de sujá-la, corre-se o risco de deixar uma criança cair ou embolar tudo. Entre pelas laterais e sente-se.

– Depois da cerimônia você se reúne as pessoas que conhece. Nada de ficar gritando: “Fulaaaaaaaano, senta aquiiiii fulaaaaaanoooo!”

– Pais, seu filhos são lindos não são? Pois é. Mas quando eles choram loucamente não há lindeza que resista aos ouvidos das outras pessoas! Se isso acontecer, vamos combinar uma coisa? (Principalmente no caso de criancinhas de colo): Ou vocês os deixam em casa com alguém ou levam e ao menor sinal de escândalo saem um pouquinho ou vão para outro lugar onde a criança possa se acalmar. Tudo bem?

– Pessoal, nada de conversinhas paralelas durante a cerimônia. Se for para comentar algo, faço discretamente e sem causar burburinho. Não tem nada pior que alguém querendo se concentrar em um casamento e um grupo de balela a sua frente ou a suas costas!

  • Na Festa

– No caminho para a recepção, caso você veja a noiva ou os noivos batendo foto em algum lugar (e isso vale para a entrada da noiva na igreja também) pelo amor de Deus: Contenha-se! Fique calmo, mande um beijinho de longe e vá para o seu lugar. Nada de correr para agarrar a noiva e ficar papeando nesse momento. Deixe que eles respirem, curtam o momento deles e DEPOIS eles irão até você para comprimentá-la(o). Fique tranquila(o) pois eles não vão fugir.

– Ao chegar na recepção, sem correr, escolha uma mesa e sente-se. Ponto. Por favor: Não arraste as mesas e tumultue com as cadeiras. Só depois que você e os outros convidados se sentam é que o buffet consegue contabilizar o número de pessoas.

– No decorrer da festa socialize com outras pessoas e divirta-se. Porem, muito cuidado com os excessos de álcool e piadas de mal gosto no momento de cumprimentar os noivos.

– Ah, dica fundamental: NÃO ROUBE os ítens do kit de banheiro, tá? Precisou de um ou dois? Use e devolva o que não for usar mais. É feio, desnecessário e só quem pratica é gente bem pobre. De espírito mesmo. Desses que acreditam que levar um desodorante ou um gel não tem nada demais. Roubo mesmo é o preço da gasolina e os deputados em Brasília.

  • Quando for se servir

– Nada de sair correndo como um esfomeado pra cima das mesas. Tem comida quentinha e gostosa PARA TODOS.

– Coma moderadamente. Observe que não há uma balança no final dos rechauds e isso significa apenas uma coisa: NÃO ESTAMOS EM UM KILÃO!

– Não comprimente os noivos com copos na mão!!! Já ví convidada derrubar vinho no vestido da noiva!!!

  • No momento de ir embora

– Pode pegar os doces, vai lá. Só não me encha uma sacola de supermercado com eles!

– Lembrancinhas: Uma por convidado ou uma por família. Como saber? Só perguntar para alguma assessora, recepcionista ou familiar.

– Vasos: Mesma coisa mulherada: Perguntem antes de levar!

 

Acho que é isso.

Hoje fui chata mesmo, assumo. Mas é que ando inconformada com estas atitudes recorrentes que observo nos casamentos. Um dia tão especial onde nos esforçamos para reunir pessoas tão especiais e que é manchado muitas vezes por faltas graves de educação e carater. Uma pena…

 

Beijos!

 

Sobre o Autor

Sammia

Newsletter

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Rede Casando sem Grana

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d