Você já parou para pensar qual é o fator que lhe faz se amar ou se odiar com uma roupa?

Já sabemos, você vai falar sobre seu peso, não é? Sempre temos algum quilo para perder, certo? ERRADO!
O fator que lhe faz amar – se ou torcer o nariz para uma roupa, NÃO É O SEU CORPO e, sim as peças que você escolhe para vesti-lo. E, com o vestido de noiva, não é diferente:

O grande dia se aproxima, e claro o vestido é um dos principais itens quando estamos nos preparando para casar, não é mesmo? A felicidade da noiva só fica completa quando o vestido é finalizado e ela se sente preparada para vivenciar a felicidade e o amor do grande dia, mas você já parou para pensar se aquele vestido tão lindo é o mais adequado para sua silhueta? 

Um vestido sob- medida, pode te salvar com certeza, mas será que você sabe qual é o seu tipo de corpo e qual é o melhor modelo para deixar a sua silhueta equilibrada?

O Casando Sem Grana em parceria com a Ame 0 Consultoria de Estilo montou um tutorial para te ajudar com essas dúvidas. Vamos lá?

De modo geral, conseguimos identificar cinco formatos de silhuetas femininas:

RETÂNGULO,

TRIÂNGULO,

PÊRA,

AMPULHETA,

OVAL.

A forma de avaliar é puramente matemática e a regra básica é: equilibrar
A partir de três medidas básicas é possível identificar qual é a sua silhueta: medida dos ombros, medida da cintura e medida dos quadris!

RETÂNGULO

A silhueta retângulo tem três medidas na mesma proporção: os ombros, cintura e quadris, medem praticamente os mesmos tamanhos. E, para deixar essa silhueta mais equilibrada, o nosso foco deve ser na cintura. Marcar a cintura vai trazer mais harmonia e equilíbrio visual.

O vestido ideal para essa silhueta, deve valorizar e marcar a cintura. E, esse deve ser o nosso ponto de atenção:

Abaixo alguns vestidos ideais para essa silhueta:

Vestido Peônia d’O Amor É Simples

 

Vestido Lívia – O Amor É Simples

Não só marcar a cintura é importante, como também utilizar de artimanhas, para que esse processo aconteça
naturalmente, como por exemplo: uma fita de cetim com um laço como cinto, o recorte em péplum ou um top cropped coordenado com uma saia, vão deixar essa silhueta muito mais equilibradas. Estreitar essa cintura te deixará ainda mais maravilhosa.

TRIÂNGULO

A silhueta triângulo, ou triângulo invertido como também é conhecida, têm as proporções dos ombros maiores que os quadris e cintura, então, como tudo é uma questão de equilíbrio, nesse caso as nossas atenções devem ser levadas à cintura, aos quadris e a barra do vestido. Evitando volumes e recortes horizontais na região dos ombros, braços e busto.

O vestido 01, é adequado para a silhueta triângulo, principalmente por possuir volume na saia. A combinação desse decote que cobre o peito + a cintura marcada + essas pregas na altura dos quadris equilibram a silhueta triangular, porém ATENÇÃO, um vestido com renda aplicado somente na parte superior pode criar ainda mais volume, salientando os ombros e busto.

Os vestidos 02 e 03, possuem características parecidas de decote e modelagem. O Decote em V ajuda a alongar a silhueta e a reduzir as proporções dos ombros.
No vestido 02 com o seu tecido estruturado traz mais volume para a barra da saia, o que o torna perfeito para uma silhueta triangular.


Já o vestido 03, com a atenção voltada para a cintura, com o cinto bordado, também equilibra a silhueta. O decote em V e a saia em A, formam o equilíbrio perfeito.

 

PÊRA

A silhueta pêra, é proporcionalmente inversa a silhueta triângulo. Essa silhueta tem o maior volume concentrado nos quadris, e como falamos de equilíbrio, nossas atenções devem estar voltadas para os ombros, criando mais volume nos ombros, braços e busto.

Mantendo os quadris como coadjuvantes nessa nossa matemática de estilo e equilíbrio. Nesse caso, os volumes, recortes, babados, rendas e apliques brilhosos são adequados para a parte dos ombros e parte superior da silhueta, deixando a parte inferior sem muitos volumes, recortes ou aplicações.

 

Criar horizontalidade no colo, no busto e ombros é a chave para solucionar essa questão. Marcar os quadris também é possível para aquelas que são amantes apaixonadas pelos vestidos estilo sereia, porém, atenção: foco no colo, ombros e braços e opte por um vestido que chame a atenção para a barra, como o recorte sereia, por exemplo.

Nesse caso, o cabelo preso também pode ser um grande aliado, já que os ombros devem estar a mostra. Os recortes de ciganinha, com babados no busto, também são ótimas opções para a silhueta em formato de pêra. Rendas e tules bordados aplicados nos ombros e braços são ótimas opções para casamentos no inverno.
Os quadris que têm mais volume, nesses casos, devem optar por peças mais certas ao corpo, afim de minimizar o volume do quadril, ao invés de optar por saias amplas.

 

 

 

AMPULHETA

A silhueta ampulheta é a silhueta mais equilibrada, pois possui as medidas de ombros e quadris na mesma proporção. Neste caso, manter a cintura marcada, nos causam maior conforto visual, além de oferecer uma feminilidade incrível à silhueta.

As proporções da silhueta ampulheta são equilibradas, entretanto é importante ter atenção na hora de escolher vestidos justos ou decotados. Essa silhueta pode optar por um vestido todo justo e que valorize mais as suas curvas.

A silhueta ampulheta permite um pouco mais de ousadia na escolha dos recortes. Esse equilíbrio natural desse tipo físico pode ser ressaltado com modelagens mais ousadas, como decotes profundos nas costas, decotes com alças de um ombro só, bem como rendas e transparências. É claro, o bom senso deve ser sempre um ótimo aliado para ajudar nessas escolhas

 

 

Vestido Iansã – O Amor É Simples

Engana-se quem acha que aqui, estamos falando de peso. Não, não. As silhuetas são definidas por estrutura óssea, estrutura essa que não pode ser modificada com o ganho ou perda de peso.

 

OVAL

A silhueta oval sempre é confundida. Ela tem tem como característica cintura e quadris mais largos. Entretanto, é uma silhueta que se torna elegante facilmente como escolha do vestido certo.

Alguns truques podem ser utilizados para tornar essa silhueta mais longilínea. Primeiro passo superimportante: torne a cintura o seu foco principal. Utilizar pecas com recortes na cintura é o ideal. Segundo passo: o decote em V TRANSPASSADO é um truque maravilhoso, aposte! Terceiro passo: aplicar recortes e rendas nas laterais do corpo podem fazer você se sentir ainda mais linda.
Separamos algumas imagens para exemplificar;

 

É primordial entender a importância da marcação da cintura nessa silhueta especificamente.
Aliar decote V transpassado à cintura marcada, podem te render bons resultados e te tornar uma noiva satisfeita com o seu vestido e silhueta.

 

Ainda com dúvidas?

A gente te ajuda. A AME- CONUSLTORIA DE ESTILO, atende a todo o Brasil através de lives pelo WhatsApp. A escolha do vestido ideal pode ser feita com a nossa ajuda de forma prática, rápida e super acessível.

Nos siga nas redes sociais e entenda como podemos te ajudar:
Instagram @ameconsultoriadeestilo e nossa página do facebook.com/ameconsultoriadeestilo ou entra e contato
diretamente com a nossa Consultoria de Estilo @luizachamun através do WhatsAp 051 98487.3140 e tira todas as tuas dúvidas. Atendimento online para todo o Brasil e presencial para todo o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.